MetroWrapz vence competição de envelopamento da Avery

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/11/2019
“Criatura do Lago” foi o trabalho campeão

“Criatura do Lago” foi o trabalho campeão

O birô MetroWrapz, da Flórida (EUA), ganhou pela segunda vez consecutiva o Wrap Like A King, campeonato internacional de envelopamento de carros promovido pela Avery Dennison, fabricante de películas adesivas. A empresa inscreveu o trabalho “A Criatura Envelopada do Lago”, um Acura NSX 2017 totalmente transformado para parecer um veículo monstro.

Os envelopadores da MetroWrapz receberam o prêmio “King of the Wrap World” no estande da Avery na Sema Show 2019, feira que ocorreu em Las Vegas (EUA), entre os dias 5 e 8 de novembro.

De acordo com a equipe da MetroWrapz, a inspiração para o trabalho veio do filme “O monstro da Lagoa Negra”, de 1954. Para a execução da personalização, foram usados vinis Conform Chrome Silver e DOL 1370 Luster, para criar um efeito de pele sedosa e realista, ressaltada por tons de amarelo e verde de anfíbios. Para completar a transformação do Acura, foram acrescentados detalhes reflexivos em vermelho e uma barbatana de acrílico na parte superior do veículo.

O pacote final de prêmios dado à MetroWrapz incluiu um troféu personalizado “Wrap Like a King”, mil dólares em vales-presente e uma variedade de ferramentas de marketing. A empresa já havia recebido dois outros pacotes, por ter vencido as etapas Regional e Continental da competição. Somados, os prêmios vale aproximadamente cinco mil dólares.

A novidade da edição 2019 da competição foi a categoria “Escolha do Público”, vendida pela inscrição “Wrapcar Grey Matt”, da Genus Cars, que obteve 30 mil votos. O trabalho é o envelopamento de uma Mercedes Benz com vinis foscos da Avery Dennison.

Fonte: Avery Dennison



Roland DG mostra nova impressora na Fespa Brasil 2019

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/03/2019
Equipamento imprime diretamente em peças feitas à base de algodão, como camisetas, sacolas e itens de decoração

Equipamento imprime diretamente em peças feitas à base de algodão, como camisetas, sacolas e itens de decoração

Além de apresentar seu amplo portfólio de impressoras digitais, a fabricante Roland DG participa da Fespa Brasil 2019 para lançar a nova BT-12, máquina que imprime diretamente em tecidos de algodão para personalização de camisetas, sacolas e itens de decoração. Compacto, o equipamento é vendido a preço acessível e permite a produção de uma peça em apenas 10 minutos.

Anderson Clayton, vice-presidente no Brasil da Roland DG, declarou: “A Fespa é muito importante para estarmos mais próximos de clientes e prospects, mostrando a nossa ampla linha para diversas aplicações, incluindo os lançamentos, como a BT-12 e o software Cotodesign”.

O Cotodesign é um aplicativo de gerenciamento de impressão e design para a personalização de itens na própria loja, de acordo com a escolha do cliente. É um sistema de autosserviço e pode ser integrado aos equipamentos desktop do portfólio da Roland, como a BN-20 e a VersaUV LEF, além da gravadora MPX-95. Trata-se de uma solução voltada para varejistas que querem abrir o leque de produtos oferecidos ou para quem deseja iniciar um negócio de personalização.

Fonte: Roland DG Brasil



Tendências da impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/03/2019
Estudos internacionais apontam expansão do segmento

Estudos internacionais apontam expansão do segmento

A estamparia digital têxtil está em voga. Hoje, a maioria dos grandes fabricantes de impressoras de grande formato oferece um equipamento com o fim de estampar tecidos. Algumas marcas desenvolveram suas próprias tecnologias. Outras, absorveram empresas de soluções têxteis.

Um estudo de 2018 da Fespa, federação internacional voltada para o mercado de impressão, revelou alguns dados sobre o segmento de estamparia têxtil digital:

- 56% das empresas de impressão em tecido investiram em tecnologia digital de grande formato. Outros 19% planejam fazê-lo nos próximos dois anos;

- Mais de 80% das impressoras têxteis estampam em roupas esportivas e tecidos para vestuário;

- Velocidades de produção mais rápidas impulsionam o investimento das empresas de impressão têxtil;

- 9% dos produtores gráficos procuram impressão têxtil na hora de investir em novas tecnologias.

Atualmente, o mercado têxtil tem sido impulsionado pela personalização e pela demanda por produções rápidas. Para tanto, a digital está se tornando uma boa opção tecnológica, sobretudo para a produção de pequenos lotes e amostras.

No mercado internacional, até 2017, as impressoras de 3,2m eram as maiores no segmento. Porém, a partir de 2018, os equipamentos com 5m passaram a ser tendência, e muitas empresas começaram a fabricar máquinas com essa dimensão, principalmente porque está mais fácil encontrar tecidos, papéis transfer e matérias com 5m de largura.

De acordo com a WTiN (World Textile Information Network), a taxa de crescimento anual composta (CAGR) dessa indústria global está projetada para ser de 20% durante o período entre 2017 e 2021. Portanto, podemos dizer com segurança que a impressão digital têxtil está se consolidando e continuará a crescer nos próximos anos.

Fonte: Flaar Reports