Epson lança impressora para estampar camisetas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/09/2013

Impressora Epson SureColor SC F200: máquina que faz impressões diretamente em camisetas

Impressora Epson SureColor SC-F2000: máquina que faz impressões diretamente em camisetas

A Epson, fabricante de impressoras digitais, lançou no mercado internacional o seu primeiro equipamento de impressão direta em camisetas (garment), o SureColor F2000.

       Leia também:

Voltada para estamparias e lojas online, a máquina permite personalizar peças como camisetas, bonés, bolsas e materiais com 25mm de espessura.

Trabalhando com resolução de até 1440 x 1440dpi, a SureColor SC-F2000 pode vir com o conjunto de tinta CMYK (para roupas brancas) ou CMYK + Branco (para peças coloridas).

A Epson recomenda o uso das tintas da marca UltraChrome DG (disponíveis em cartuchos de 250 ou 600ml), que são — segundo a fabricante — resistentes, macias contra a pele e ecologicamente amigáveis. Além disso, os insumos possuem o certificado Oeko-Tex® Standard 1001, atestando que eles não contêm materiais nocivos.

A impressora ainda vem acompanhada do Garment Creator, software da Epson que inclui ferramenta de orçamentos, permitindo ao usuário estimar seus custos de impressão.

Martin Johns, gerente de desenvolvimento da Epson no Reino Unido, declarou: "Essa é a primeira máquina com cabeças, tintas e chassis desenvolvidos e fabricados pela mesma empresa. O hardware e a tinta são projetados para trabalhar em conjunto".

Empregando cabeça de impressão Epson TFP, a SC-F2000 é capaz de imprimir uma camiseta branca em 27 segundos (no modo "duas cores") e uma camiseta escura em 111 segundos (usando tinta branca e as quatro cores padrão).

O interessado em adquirir a impressora SureColor F2000 pode obter mais informações técnicas e comerciais através do site da Epson.

Fonte: Large Format Review



EFI Optitex disponibiliza ferramenta de personalização de roupa em 3D

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/02/2018
3D Design Illustrator agiliza o fluxo de trabalho de criação de vestuário

3D Design Illustrator agiliza o fluxo de trabalho de criação de vestuário

A EFI Optitex, fornecedora de plataformas de vestuário 2D e 3D, lançou o Optitex 3D Design Illustrator, plug-in que permite aos designers validar e personalizar, no Adobe Illustrator, peças de roupas em 3D. A ferramenta foi anunciada na 19ª edição do EFI Connect, em Las Vegas (EUA). Por meio dela, os designers podem visualizar peças de roupa em 3D (com a proporção e escala precisas) e criar estampas exclusivas sem ter de esperar por uma amostra impressa.

O plug-in importa arquivos de estampas 2D e 3D ou bibliotecas de blocos modulares para o Adobe Illustrator e ativa uma janela com uma representação 3D da estampa lado a lado. Os usuários podem exportar o arquivo final como uma imagem ou arquivo 3D, validar designs entre as equipes e enviá-los para a impressão digital direta ou sublimática.

A EFI também oferece os plug-ins de design têxtil Fiery DesignPro para Adobe Illustrator e Photoshop, em plataformas de computação Mac ou Windows. O Fiery DesignPro aumenta a velocidade da criação têxtil de forma econômica, para que os designers façam testes com mais confiança e propaguem as cores com mais regularidade.

Guy Alroy, gerente de produtos têxteis, EFI Productivity Software, declarou: “A adoção da tecnologia 3D é uma necessidade para quase todas as empresas de moda. Nesse setor, é importante integrar todas as equipes, do design à produção. Com o 3D Design Illustrator, todas as equipes podem ativar os recursos 3D para agilizar o processo de design e os fluxos de trabalho, além de se concentrar na criatividade, reduzir a necessidade de criar protótipos físicos e colocar o produto mais rapidamente no mercado”.

Veja no vídeo abaixo (em inglês) como o 3D Design Illustrator funciona:

 

Fonte: EFI



Caldera deixará de suportar a versão 10 de seu RIP

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/11/2019
V10 terá suporte até 31 de março de 2020

V10 terá suporte até 31 de março de 2020

A desenvolvedora Caldera anunciou que após o dia 31 de março de 2020, a versão 10 do seu RIP homônimo não será mais suportada. Isso significa que a assistência técnica ao software não estará mais disponível.

Embora a Caldera tenha fornecido suporte para a versão 10 nos últimos seis anos, a empresa diz estar concentrando seus recursos de suporte em versões mais recentes do aplicativo.

Apesar de ainda ser possível o uso do Caldera 10, caso o usuário necessite de drivers para novos dispositivos de impressão ou corte, eles só serão fornecidos para quem tem a versão 13 do RIP.

Até o dia 15 de dezembro de 2019, é possível fazer o upgrade da V10 para a V13 por meio do caminho de atualização. A partir de 16 de dezembro de 2019, os clientes deverão comprar uma nova licença.

Fonte: Caldera



Clicky