Ferramentas e insumos para adesivação e envelopamento

Por Eduardo Yamashita em 10/12/2015

Engana-se quem acha que envelopamentos e adesivações profissionais requerem apenas espátulas e estiletes. Há vários outros acessórios e insumos para limpeza e aplicação correta dos vinis adesivos. Escovas de rebites e desengraxantes são exemplos de materiais que não podem faltar no trabalho de um adesivador que se preze.

Alguns aplicadores, inclusive, usam ferramentas específicas e personalizadas, como cinturão para carregar utensílios, espátulas confeccionadas com chapas plásticas, proteção para espátulas de couro camurça, entre outras.

Envelopamento de carro: dicas para uma aplicação profissional
Envelopamento de carro: adesivação de retrovisor (passo a passo)
Envelopamento de carro: adesivação de porta (passo a passo)

 

Profissionais também armazenam devidamente as suas ferramentas em armários, além de transportá-las em bolsas e organizá-las durante o trabalho. Sem contar a limpeza: ela requer sacos de lixo (para os descartes). Outra dica: usar uniformes, pois eles passam uma imagem de organização aos clientes, além de divulgar a empresa.

Portanto, dê atenção às ferramentas e insumos. Eles fazem a diferença. Veja alguns deles, bem como suas finalidades (dispostos em ordem alfabética):

Borrifador: em aplicações úmidas, usa-se água e detergente neutro (misturados) para molhar tanto a superfície (a ser adesivada) quanto o adesivo do vinil.

Caneta, bloco de anotações, prancheta, calculadora: para manter registros das atividades de instalação.

Desengraxante: na limpeza, cada tipo de superfície exige o uso de um desengraxante específico.

Ferramentas para envelopamento

Andaime para aplicação de vinis

Equipamentos de segurança: luvas, óculos, capacete e sapatos de segurança devem ser usados para garantir a proteção do profissional durante a aplicação.

Escada e andaime: quando a imagem é grande ou em instalações em locais altos, são necessários suportes para o aplicador alcançar essas áreas.

Escova para rebites: os rebites de chapas metálicas requerem o uso de escovas com cerdas para proporcionar uma adesivação  mais rápida.

Espátula: de plástico ou fibra calandrada (feltro), faz com que o adesivo (cola) do vinil toque toda a superfície. Observação: na aplicação, exerça a pressão correta para que haja a retirada do ar entre o adesivo e a superfície. A velocidade da aplicação também influencia a qualidade do trabalho, pois pode deixar muitos espaços com ar.

Ferramentas para envelopamento de carro

Espátula

Espátula de metal: alguns tipos de resíduos e impurezas são apenas removidos com a ajuda de uma espátula de metal.

Estiletes: pequenos, médios, grandes, de plástico ou metal, eles são usados para cortar e separar imagens. Utilize um estilete que se adapte à sua empunhadura ou que tenha um peso menor.

Ferramentas para envelopamento de carro

Estilete

Fita crepe: fixa e protege as bordas das imagens.

Furador (com agulhas) de bolhas: para perfurar o vinil e remover as bolhas de ar. Recomenda-se ter um recipiente para guardar as agulhas (novas e usadas).

Ferramenta para envelopamento

Furador de bolhas

Lâminas de aço para estiletes: muito importantes para o corte e refile das imagens. Devem estar afiadas. Caso contrário, o aplicador vai colocar força no estilete, podendo riscar a superfície. Recomenda-se ter um recipiente para armazenar as lâminas utilizadas, que devem ser descartadas em lixos seletivos.

Pano: para secar e limpar as superfícies. Recomenda-se o pano de algodão.

Para envelopamento de carro

Pano para limpeza da superfície a ser adesivada

Proteção de espátula plástica: com o uso, a espátula fica desgastada, o que provoca riscos na imagem. Panos de algodão e feltro protegem a espátula para evitar danos ao vinil. Para remover as imperfeições dela, pode-se lixá-la (com lixas de papel).

Removedor de adesivos: na limpeza da superfície, antes da aplicação, em alguns casos, o removedor de resíduos de cola é necessário.

Soprador térmico: fundamental para diminuir a memória elástica (esticamento) do vinil e acelerar a cura do adesivo.

ferramenta para envelopamento

Soprador térmico

Tesoura: pode substituir o estilete. Por questão de segurança, prefira aquelas que não têm pontas agudas.

Trena métrica ou régua metálica: para posicionar a imagem. Para refiles ou cortes retos, utiliza-se a régua de meta.

ferramenta para envelopamento

Régua para adesivação

Texto editado e publicado pelo InfoSign no dia 10 de dezembro.

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis, envelopamentos de carro e comunicação visual.



EFI lança sinalização para monitoramento e análise de público

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/04/2013

Smartsigns Analytics, da EFI, realiza reconhecimento facial

Smartsigns Analytics, da EFI, realiza reconhecimento facial

A EFI, desenvolvedora de soluções digitais, aproveitou a feira ISA Sign Expo 2013 para apresentar o Smartsigns Analytics (SSA), um sistema (de sinalização) automático que captura e analisa audiência.

Criada para ajudar signmakers a mensurar os resultados de seus trabalhos, a novidade entra em fase de testes ainda neste semestre.

O SSA, que é composto por uma webcam ligada a um computador ou tablet, promove o reconhecimento facial. Basicamente, ao detectar a presença de pessoas, ele é capaz de determinar se o indivíduo realmente percebeu a existência da sinalização no local. Com algoritmos próprios, o programa ainda pode passar dados como sexo e faixa etária da audiência.

Fonte: Image Reports Mag



Intec lança três mesas de corte

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/07/2020
Equipamentos são indicados para o acabamento de embalagens, displays e protótipos

Equipamentos são indicados para o acabamento de embalagens, displays e protótipos

A Intec, fabricante com sede no Reino Unido, anunciou no mercado internacional o lançamento de uma série de mesas de corte para produção de médios volumes.

Os três novos modelos (FB550, FB750 e FB1150) podem rodar na velocidade de 600mm/s e trabalham com diversas mídias (papéis, cartões, materiais sintéticos e vinis) de tamanhos que variam de 350x520mm a 740x1.040mm.

Com um porta-ferramentas com recursos intercambiáveis, que podem aplicar até 1kg de pressão, os equipamentos executam o acabamento de embalagens, displays de pdv, protótipos e etiquetas.

As máquinas empregam uma câmera de vídeo CCD ou sensor óptico (dependendo do modelo) e podem cortar diferentes mídias colocadas juntas na mesa, em um fluxo ininterrupto.

De acordo com a empresa, as mídias são reconhecidas instantaneamente pelo software exclusivo de recuperação de trabalhos da Intec, o ColorCut Pro, que se integra ao Adobe Illustrator ou CorelDRAW. Quando os usuários criam seus trabalhos, o ColorCut Pro aplica um código de barras ou código QR, atribuído automaticamente a cada um dos desenhos e salva o arquivo de corte na biblioteca de trabalhos.

Mark Baker-Homes, diretor da Intec, declarou: “O lançamento da nova linha de mesas de corte representa uma nova e empolgante fase em termos experiência de usuário. O sensor delas garante reconhecimento de trabalho quase instantâneo e registro e alinhamento extremamente rápidos. Estamos oferecendo tempos de configuração e produção mais rápidos, em produções sob demanda”.

Fonte: Intec