Como envelopar retrovisores e capacetes

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/05/2021
Conheça as técnicas para adesivar objetos com curvas positivas

Conheça as técnicas para adesivar objetos com curvas positivas

Depois de ganhar experiência nas adesivações de superfícies planas, o instalador sente que é a hora de envelopar objetos mais complexos, como capacetes e retrovisores, que por terem curvas positivas demandam lastro para executar corretamente a quebra de memória e a distribuição de tensão do vinil adesivo – essenciais para dar qualidade à aplicação e ao acabamento. Segundo Cleber Orsioli, gerente de marketing da Imprimax, é o acabamento caprichado que agrega valor e agrada ao cliente.

Passo a passo

Wagner Oliveira, instrutor técnico da Imprimax, ensina que, antes de começar a adesivar um retrovisor, é fundamental analisar em quais partes de sua superfície deverão ser dadas as quebras de memória do vinil. O instrutor também recomenda que, se possível, a peça seja desmontada. Com ela solta, o instalador consegue trabalhar melhor.

Primeiro passo: limpe toda a peça com álcool isopropílico, para remover vestígios de sujeira. Em seguida, destaque o frontal do liner e fixe-o na parte de trás do retrovisor (que fica mais próxima ao vidro da porta do veículo). Depois, cubra toda a parte superior da peça. Para isso, aqueça e estique o vinil com soprador e espátula. Zele para sempre dar uniformidade à aplicação e retirar eventuais bolhas de ar. Direcione o vinil para a área do retrovisor que se assemelha a uma quina, pois é aí onde o material excedente deverá ser removido com estilete. Também é onde deverá ser feita a emenda. Para concluir, aplique calor (entre 80ºC e 100ºC), com soprador sempre em movimento, em 3 sessões com duração entre 10 e 15 segundos.

Dica importante dos técnicos da Imprimax: antes da aplicação, cada objeto deve ser analisado individualmente. Há peças mais simples que poderão ser revestidas sem muitas dificuldades, em uma cobertura única. Porém, há objetos muito mais complexos que demandarão a aplicação de emendas.

Confira no vídeo abaixo detalhes do procedimento:

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante nacional de películas adesivas

 



Mimaki Brasil lança impressora para sublimação TS300P-1800

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/07/2016
TS300P-1800 pode rodar na velocidade de 115 metros quadrados por hora

TS300P-1800 pode rodar na velocidade de 115 metros quadrados por hora

No dia 21 de julho, a Mimaki Brasil realizou uma cerimônia especial em seu showroom para lançar a TS300P-1800, impressora sublimática de 1,8m de largura indicada para a produção de materiais têxteis para moda, vestuário, sinalização, estofados, pontos de venda e decoração.

Além de poder trabalhar na velocidade máxima de 115m2/h e incluir o software RIP RasterLink 6, cuja interface renovada é fácil de operar, o equipamento inclui uma série de dispositivos para reduzir os danos causados pelo enrugamento do papel sublimático durante a impressão. Entre eles estão o sistema de vácuo, as placas de mídia impressa e o alimentador automático que mantém o substrato estável ao aplicar automaticamente a correta tensão no material. Além disso, as cabeças também estão posicionadas a uma altura maior em relação ao papel para evitar colisão com a mídia.

A TS300P-1800 emprega sistema bulk ink MBIS3, composto por embalagens de 2 litros de tinta da série Sb410, que, segundo a empresa, reduz custos, melhora a rentabilidade e garante desempenho estável para melhorar o fluxo de tinta e a limpeza dos nozzles. A formulação de baixa sedimentação ajuda na reproduação de cores mais vibrantes e de alta densidade.

O equipamento também vem com MAPS4 (Advanced Pass System 4), ferramenta que evita o surgimento de banding ao empregar menor quantidade de tinta nos limites das faixas de impressão sobrepostas.

Outro diferencial da TS300P-1800 é a função de recuperação de nozzles, que permite que a máquina continue a imprimir mesmo que haja falhas e entupimentos em determinados nozzles.

A impressora estará em exposição na Febratex 2016, que ocorre entre os dias 9 e 12 de agosto, em Blumenau (SC). Confira o vídeo promocional da impressora:

Fonte: Mimaki



Kornit lança dois equipamentos para estamparia têxtil digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/03/2016
Storm 1000 e Storm Hexa são os novos equipamentos vendidos pela Kornit

Storm 1000 e Storm Hexa são os novos equipamentos vendidos pela Kornit

A Kornit, fabricante de equipamentos para estamparia têxtil digital, apresentou mais dois modelos da linha Storm, o Hexa e o 1000, ambos equipados com tecnologia inkjet para impressão direta em tecidos.

Indicadas para empresas de médio porte, as impressoras incluem sistema de recirculação de tinta e possuem um número maior de nozzles, que aumentam a produtividade em até 40% em relação a impressoras predecessoras da linha Storm.

A Storm 1000 vem com 12 cabeças e emprega tintas CMYK e branca. Imprime mais de 170 peças por hora em modo de alta produtividade. A máquina cobre uma área de impressão de 50cm x 70cm.

A Storm Hexa emprega 16 cabeças e tintas verde e vermelha, além da branca e do conjunto CMYK. É indicada também para produções de tiragens promocionais e imagens com cores especiais. A máquina pode imprimir 170 peças por hora.

Ambas as impressoras empregam tintas originais NeoPigment e incorporam sistema de pré-tratamento, mecanismo de reposição, sistema bulk ink de 4 litros, sistema integrado de umidade e sistema de backup de energia.

Indicadas para aplicações industriais em massa, todas as impressoras Kornit são compatíveis com vários tipos de tecidos, como algodão, poliéster, misturas, seda, entre outros.

Guy Zimmerman, vice-presidente da Kornit, declarou: “O lançamento dessa nova geração de impressoras é um marco para nós, além de ser uma grande oportunidade para melhorar a eficiência e o desempenho de nossos sistemas industriais. As novas configurações dos equipamentos melhoram a produtividade e diminuem o consumo de tinta. Essas impressoras são ferramentas de produção perfeitas para uma ampla gama de aplicações”.

Fonte: Kornit



Clicky