Como envelopar retrovisores e capacetes

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/05/2021
Conheça as técnicas para adesivar objetos com curvas positivas

Conheça as técnicas para adesivar objetos com curvas positivas

Depois de ganhar experiência nas adesivações de superfícies planas, o instalador sente que é a hora de envelopar objetos mais complexos, como capacetes e retrovisores, que por terem curvas positivas demandam lastro para executar corretamente a quebra de memória e a distribuição de tensão do vinil adesivo – essenciais para dar qualidade à aplicação e ao acabamento. Segundo Cleber Orsioli, gerente de marketing da Imprimax, é o acabamento caprichado que agrega valor e agrada ao cliente.

Passo a passo

Wagner Oliveira, instrutor técnico da Imprimax, ensina que, antes de começar a adesivar um retrovisor, é fundamental analisar em quais partes de sua superfície deverão ser dadas as quebras de memória do vinil. O instrutor também recomenda que, se possível, a peça seja desmontada. Com ela solta, o instalador consegue trabalhar melhor.

Primeiro passo: limpe toda a peça com álcool isopropílico, para remover vestígios de sujeira. Em seguida, destaque o frontal do liner e fixe-o na parte de trás do retrovisor (que fica mais próxima ao vidro da porta do veículo). Depois, cubra toda a parte superior da peça. Para isso, aqueça e estique o vinil com soprador e espátula. Zele para sempre dar uniformidade à aplicação e retirar eventuais bolhas de ar. Direcione o vinil para a área do retrovisor que se assemelha a uma quina, pois é aí onde o material excedente deverá ser removido com estilete. Também é onde deverá ser feita a emenda. Para concluir, aplique calor (entre 80ºC e 100ºC), com soprador sempre em movimento, em 3 sessões com duração entre 10 e 15 segundos.

Dica importante dos técnicos da Imprimax: antes da aplicação, cada objeto deve ser analisado individualmente. Há peças mais simples que poderão ser revestidas sem muitas dificuldades, em uma cobertura única. Porém, há objetos muito mais complexos que demandarão a aplicação de emendas.

Confira no vídeo abaixo detalhes do procedimento:

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante nacional de películas adesivas

 



Nova tinta metálica para impressoras Mimaki UJF-7151 Plus

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/11/2019
Com o insumo, é possível reproduzir cores metálicas e criar acabamentos foscos e brilhantes

Com o insumo, é possível reproduzir cores metálicas e criar acabamentos foscos e brilhantes

A filial norte-americana da Mimaki anunciou no mercado internacional uma nova tinta UV metálica para equipamentos UJF-7151 plus, indicados para impressão direta de imagens personalizadas em objetos, brindes e embalagens.

Com o insumo, é possível reproduzir imagens com tons brilhantes e acabamentos espelhados brilhantes e foscos, sem a necessidade de aplicar verniz ou papel alumínio de transferência.

Os efeitos são criados por meio da tecnologia MMC (Mimaki Metallic Control) e do software RIP RasterLink6, que inclui uma paleta de amostras de 648 cores metálicas, facilmente selecionáveis no Illustrator.

Com a tinta, também é possível aplicar um efeito de gravação texturizado, que muda com a reflexão da luz.

A UJF-7151 plus é um modelo de impressora inkjet UV de pequeno formato e multiuso que pode estampar uma variedade de substratos, como plásticos, metais, madeiras, couros e vidros.

Fonte: Mimaki USA



EFI adquire Inèdit Software

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/06/2022
Produtos Inèdit serão integrados ao portfólio EFI Reggiani

Produtos Inèdit serão integrados ao portfólio EFI Reggiani

A fabricante EFI anunciou a aquisição da Inèdit Software, desenvolvedora de RIPs e softwares para impressão têxtil industrial digital. A Inèdit será integrada ao negócio têxtil Reggiani.

Jeff Jacobson, CEO e presidente executivo da EFI, declarou: “A tecnologia de impressão digital representa a maior oportunidade de transformação que já vimos nessa área industrial. Estamos comprometidos em impulsionar a inovação e expandir nossas ofertas em todos os ciclos econômicos, à medida que atendemos à necessidade crítica de nossos clientes de digitalizar e automatizar seus fluxos de trabalho”.

Com sede em Barcelona, a Inèdit possui soluções de fluxo de trabalho para criação de perfis, calibração, integração de design e muito mais. Como parte da EFI Reggiani, a Inèdit continuará oferecendo suporte a produtos para uma ampla variedade de impressoras digitais.

Jose Antonio Caballero, cofundador e gerente de vendas da Inèdit, declarou: “Tornar-se parte dos negócios da EFI Reggiani nos capacita a desenvolver e fornecer um nível ainda maior de soluções de fluxo de trabalho têxtil integradas de ponta a ponta e aprimoramentos de automação orientados pela Indústria 4.0 que impulsionarão ainda mais a produtividade, o desempenho de impressão, a lucratividade e a sustentabilidade dos clientes de impressão têxtil”.

Os funcionários da Inèdit passam a integrar a EFI Reggiani, mas continuarão trabalhando em seus escritórios atuais. Os termos da aquisição não foram divulgados.

Fonte: EFI