Adesivação: o que acontece quando o clima está muito frio ou quente

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/12/2012

Quando o tempo esfria, os envelopadores devem tomar alguns cuidados para que a adesivação saia como esperado. É sempre muito importante que o veículo esteja limpo. Antes de chegar ao local de adesivação, ele deve ser lavado (apenas com detergente) e desengraxado. Depois, recomenda-se esperar para que o carro seque e esquente. Além disso, procure fazer a instalação em locais fechados onde as temperaturas são mais elevadas.

Veja o que pode acontecer se o vinil for aplicado em locais com temperatura (muito) baixa:

  • A película pode não alongar, já que, logo após aquecê-la, ela vai esfriar;
  • O tack inicial do adesivo pode ser insuficiente para garantir a adesão da película;
  • A umidade pode condensar-se na superfície do veículo, complicando a adesivação;
  • A película pode ficar dura e frágil, e não vai aderir. Se isso acontecer, o adesivador vai, naturalmente, forçar a espátula, para promover a adesão do filme, e isso pode causar danos ao vinil;
  • Em condições muito úmidas, pode ser difícil manter o substrato seco.

Promover um pós-aquecimento também é fundamental para reduzir a tensão do vinil, manter a sua memória e mantê-lo no lugar correto.

ferramenta para adesivação

Para moldar a película, use ferramentas

Dicas para a adesivação em climas quentes

Atente-se quando o clima esquentar demais. Com o calor, o vinil fica mais maleável, o que dificulta o seu reposicionamento. Além disso, ele tende a distorcer e criar rugas.

A temperatura da superfície jamais deve exceder os 40ºC. Verifique as informações sobre temperaturas mínima e máxima dadas nos manuais dos produtos (se o veículo de cor escura estiver submetido a um calor de 32ºC, então a sua superfície pode estar acima dos 70ºC — tome cuidado).

Se a aplicação tiver de ser feita em ambiente externo, tente começar o trabalho o mais cedo possível. Faça o que puder para não deixar o carro sob o sol.

Em um clima quente e úmido, ocorre a condensação pela manhã. A aplicação nessa condição também deve ser evitada.

Artigo técnico originalmente publicado pela 3M dos EUA. Tradução e adaptação: InfoSign



Fujifilm instala a primeira unidade da Acuity Ultra

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/07/2018
Instalação foi realizada em um birô britânico

Instalação foi realizada em um birô britânico

A fabricante Fujifilm anunciou ter instalado a primeira impressora Acuity Ultra no mundo. A empresa que recebeu o equipamento é a Echo House, especializada em projetos especiais de comunicação visual.

Disponível em larguras de 3,2m ou 5m, a impressora UV emprega cabeças que disparam gotas de 3,5 picolitros, para gerar imagens de alta qualidade. Além disso, o tamanho, a possibilidade de trabalhar com vários rolos e a alta produtividade proporcionam a capacidade de estampar materiais de sinalização com muita rapidez e eficiência.

Peter Onyskiw, diretor técnico da Echo House, declarou: “Somos especializados nos processos de produção criativa, do design à instalação. Temos um amplo conhecimento e experiência no segmento de varejo de luxo e de museus e exposições de renome, o que nos permite atingir os mais altos padrões, não importa o tamanho do desafio. Sempre investimos em tecnologias de ponta para operar com o nosso design criativo”.

Fonte: Fujifilm



Avery lança série de vinis MPI 1105 para envelopamento

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/06/2016
MPI 1105 é a nova linha de vinis cast da Avery para envelopamentos

MPI 1105 é a nova linha de vinis cast da Avery para envelopamentos

A fabricante Avery Dennison anunciou no mercado internacional a nova série MPI 1105, composta por vinis adesivos cast indicados para envelopamento de veículos.

Segundo a empresa, os vinis da linha MPI 1105 apresentam desempenho de alta qualidade quando impressos com equipamentos látex, UV ou solvente. Os filmes também são uma alternativa para instalações em ambientes internos e externos que exigem qualidade e durabilidade.

Huber Rigon, da HR Design, cliente italiano que utiliza vinis da Avery, declarou: “Estou muito impressionado com os filmes MPI 1105. Os materiais realmente se adaptam a ondulações profundas e podem ser reposicionados diversas vezes. Eles têm excelente brancura, o que dá aos filmes cores superbrilhantes e vibrantes”.

Os vinis empregam Easy Apply RS, tecnologia que facilita a remoção de ar e oferece aos instaladores aplicações mais rápidas e sem bolhas. Os vinis também apresentam baixo tack inicial, permitindo que eles sejam reposicionados e acomodados no lugar exato para alinhar perfeitamente as imagens. Essa tecnologia ajuda o vinil a ter uma conformação 3D excepcional em superfícies com ondulações e curvas desafiadoras.

Fonte: Avery Dennison