Adesivação: o que acontece quando o clima está muito frio ou quente

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/12/2012

Quando o tempo esfria, os envelopadores devem tomar alguns cuidados para que a adesivação saia como esperado. É sempre muito importante que o veículo esteja limpo. Antes de chegar ao local de adesivação, ele deve ser lavado (apenas com detergente) e desengraxado. Depois, recomenda-se esperar para que o carro seque e esquente. Além disso, procure fazer a instalação em locais fechados onde as temperaturas são mais elevadas.

Veja o que pode acontecer se o vinil for aplicado em locais com temperatura (muito) baixa:

  • A película pode não alongar, já que, logo após aquecê-la, ela vai esfriar;
  • O tack inicial do adesivo pode ser insuficiente para garantir a adesão da película;
  • A umidade pode condensar-se na superfície do veículo, complicando a adesivação;
  • A película pode ficar dura e frágil, e não vai aderir. Se isso acontecer, o adesivador vai, naturalmente, forçar a espátula, para promover a adesão do filme, e isso pode causar danos ao vinil;
  • Em condições muito úmidas, pode ser difícil manter o substrato seco.

Promover um pós-aquecimento também é fundamental para reduzir a tensão do vinil, manter a sua memória e mantê-lo no lugar correto.

ferramenta para adesivação

Para moldar a película, use ferramentas

Dicas para a adesivação em climas quentes

Atente-se quando o clima esquentar demais. Com o calor, o vinil fica mais maleável, o que dificulta o seu reposicionamento. Além disso, ele tende a distorcer e criar rugas.

A temperatura da superfície jamais deve exceder os 40ºC. Verifique as informações sobre temperaturas mínima e máxima dadas nos manuais dos produtos (se o veículo de cor escura estiver submetido a um calor de 32ºC, então a sua superfície pode estar acima dos 70ºC — tome cuidado).

Se a aplicação tiver de ser feita em ambiente externo, tente começar o trabalho o mais cedo possível. Faça o que puder para não deixar o carro sob o sol.

Em um clima quente e úmido, ocorre a condensação pela manhã. A aplicação nessa condição também deve ser evitada.

Artigo técnico originalmente publicado pela 3M dos EUA. Tradução e adaptação: InfoSign



Em novembro, EFI promove palestra sobre internet e impressão

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/11/2016
Guy Gecht, CEO da EFI, ministrará a palestra no dia 29 de novembro

Guy Gecht, CEO da EFI, ministrará a palestra no dia 29 de novembro

No dia 29 de novembro, Guy Gecht, CEO da EFI, fabricante de impressoras digitais, ministrará a palestra “A influência da internet na indústria de impressão”. Sediado em São Paulo, o evento objetiva compartilhar a visão de futuro do executivo, que também apresentará um contraponto entre o movimento on-line e a indústria gráfica. Acompanhado pelo diretor de vendas para América Latina, Ernande Ramos, na sequência do evento, o CEO receberá os convidados para um coquetel.

Além da palestra, a visita do executivo ao Brasil pretende estreitar seu relacionamento com clientes, interagir com a imprensa e promover ações junto à equipe regional.

A passagem do CEO pelo Brasil também visa divulgar o maior evento da empresa, o EFI Connect. Em 2017, a conferência ocorrerá em Las Vegas, entre os dias 17 e 20 de janeiro. Na ocasião, a empresa pretende reunir mais de mil profissionais para participar de uma programação que envolve palestras, exposições e demonstrações ao vivo dos equipamentos com o time de especialistas da EFI.

Guy Gecht declarou: “Neste ano, países latinos como o Brasil estão passando por transformações que refletiram na economia e promoveram mudanças nas negociações das empresas. Mas a EFI continua acreditando e investindo no mercado latino-americano para otimizar a produtividade e aumentar a lucratividade dos clientes, por meio da automação”.

Fonte: EFI



swissQprint ganhará nova sede

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/03/2013

swissQprint terá nova sede em breve

swissQprint terá nova sede em breve

A swissQprint, fabricante de equipamentos para impressão digital, deverá ganhar um novo edifício até 2014.

Localizada em Kriessern, na Suíça, a nova sede começou a ser construída depois que os executivos da empresa notaram que o espaço que possuem em Widnau não estava acompanhando o crescimento da companhia.

A nova área de produção será três vezes maior do que a atual, permitindo que cerca de 250 impressoras a jato de tinta sejam criadas anualmente.

De acordo com os responsáveis pela construção do edifício, o novo complexo terá suporte para 500 funcionários.

Fonte: swissQprint. Texto: InfoSign