Feira Fespa Brasil anuncia nova data

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/06/2020
Próxima edição ficou para março de 2021

Próxima edição ficou para março de 2021

A organizadora APS Eventos Corporativos anunciou uma nova data para a feira Fespa Brasil, que agora está prevista para ocorrer entre os dias 24 e 27 de março de 2021, no Pavilhão Azul do Expo Center Norte, em São Paulo. A mudança foi deliberada em função dos números crescentes da pandemia de covid-19 e das diretrizes do governo do estado e da cidade de São Paulo que, até o momento, não contemplam uma data para a volta dos eventos de negócio.

Alexandre Keese, diretor da Fespa Digital Printing, declarou: “Desde o primeiro momento, nossa meta é preservar o bem-estar de todos os visitantes, expositores, fornecedores e colabores do evento. Mais do que nunca, prestamos aqui nossa solidariedade aos familiares das vítimas e reforçamos nossas energias”.

O Decreto Municipal nº 59.285/20 (que foi abrangido pelo Decreto Estadual nº 64.881) foi responsável pelo primeiro adiamento da Fespa Brasil, e a APS desde então passou a monitorar a evolução da pandemia, trabalhando em conjunto com outras empresas do setor e fazendo parte da iniciativa global Go LIVE, cujo braço nacional é a Go LIVE Brasil.

Fonte: APS



Durst inaugura sede e abre Customer Experience Center

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/04/2019
Empresa conta com 700 colaboradores e 20 subsidiárias

Empresa conta com 700 colaboradores e 20 subsidiárias

A Durst, fabricante de impressoras digitais, anunciou a inauguração de uma nova sede na cidade de Brixen, na região nordeste da Itália. O prédio possui design arrojado e simboliza a mudança pela qual passa a empresa para se tornar uma provedora de soluções em ampla escala. Cerca de mil convidados compareceram à inauguração. Entre eles, Christoph Gamper (CEO e o co-proprietário), Harald Oberrauch e Christof Oberrauch (proprietários) e Peter Brunner (prefeito de Brixen). Integrado à nova construção também foi apresentado o Customer Experience Center, local com 5.700m2 onde os clientes podem interagir com as soluções Durst.

O design exterior da nova sede da Durst foi projetado pela Monovolume. Ele foi baseado em um conceito criado (mas não executado) há mais de 50 anos para sede. A arquitetura agregou novos toques e apresenta uma espécie de asa plana flutuante ao lado de uma torre de seis andares. A fachada metálica revestida possui 850 janelas luminosas multicoloridas, dispostas em forma de pixel (uma referência aos negócios da Durst).

Christoph Gamper declarou: “Este é um dia de muito orgulho na longa história de Durst. Não tememos o futuro. Pelo contrário, estamos aqui para moldar o futuro. Temos os melhores funcionários, os melhores clientes e a melhor tecnologia. Impulsionada pelo mantra da inovação, a Durst oferece soluções completas, do pixel à impressão. Aqui, em nossa sede no sul do Tirol, é onde as coisas se completam com o habitat da montanha e o objetivo de se concentrar não apenas nas máquinas, mas também nas pessoas por trás delas”.

Atualmente, a Durst emprega mais de 700 colaboradores e conta com 20 subsidiárias.

Fonte: Durst



Designer usa Dibond para criar exposição de arte

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/03/2019
Exposição foi sediada em museu britânico

Exposição foi sediada em museu britânico

O Museu de História Natural de Oxford, na Inglaterra, recebeu a exposição "Settlers: Genetics, geography and the peopling of Britain" ("Colonizadores: Genética, geografia e povoamento da Grã-Bretanha"), que ficou aberta ao público de 9 de fevereiro a 9 de setembro de 2018.

Para criar a comunicação visual da exposição, o museu, com projeto arquitetônico neogótico vitoriano, convidou o designer gráfico Ian Kirkpatrick, acostumado a criar imagens digitalmente e reproduzi-las em mídias como aço inoxidável, vinil, papelão ondulado, acrílico e Dibond, material composto de alumínio fabricado pela 3A Composites.

Para a exposição “Settlers”, Kirkpatrick escolheu diversas placa gráficas Dibond e criou uma série de seis painéis intitulada “De onde viemos? O que somos? Para onde estamos indo?”.

Dibond é um material composto por duas folhas pré-pintadas de alumínio. Ambas são ligadas a um núcleo de polietileno sólido. A mídia pode receber impressão digital direta e receber acabamento de routers.

Kirkpatrick passou quatro meses pesquisando, planejando e criando os seis painéis para a exposição que, de acordo com o museu, exploram as causas sociais e naturais por trás da migração humana, tanto nos tempos antigos quanto nos dias atuais.

Quatro grandes painéis, com 360cm × 150cm, foram montados para ilustrar uma cena panorâmica dentro dos arcos e colunas de pedra do primeiro andar do museu. Dois painéis menores, com 240cm × 86cm, foram montados para exibição em arcos de pedra próximos à exposição “Settlers”.

O birô Dock Street Signs utilizou uma impressora Durst Rho para estampar digitalmente as imagens nos painéis. Cada um dos seis painéis chegou como duas metades impressas que seriam unidas na instalação, um processo desafiador, pois o prédio histórico do museu deveria se manter intacto. Para não danificar os arcos de alvenaria com perfuração ou colagem, a gerência do museu criou peças de compensado cortadas à mão para dar suporte aos painéis de Dibond, que não ficaram em contato nenhuma superfície do próprio museu.

Fonte: WhatTheyThink