Tendências da impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/03/2019
Estudos internacionais apontam expansão do segmento

Estudos internacionais apontam expansão do segmento

A estamparia digital têxtil está em voga. Hoje, a maioria dos grandes fabricantes de impressoras de grande formato oferece um equipamento com o fim de estampar tecidos. Algumas marcas desenvolveram suas próprias tecnologias para o segmento. Outras marcas absorveram empresas de soluções têxteis.

Um estudo de 2018 da Fespa, federação internacional voltada para o mercado de impressão, revelou alguns dados sobre o segmento de estamparia têxtil digital:

- 56% das empresas de impressão em tecido investiram em tecnologia digital de grande formato. Outros 19% planejam fazê-lo nos próximos dois anos;

- Mais de 80% das impressoras têxteis estampam em roupas esportivas e tecidos para vestuário;

- Velocidades de produção mais rápidas impulsionam o investimento das empresas de impressão têxtil;

- 9% dos produtores gráficos procuram impressão têxtil na hora de investir em novas tecnologias.

Atualmente, o mercado têxtil tem sido impulsionado pela personalização e pela demanda por produções rápidas. Para tanto, a digital está se tornando uma boa opção tecnológica, sobretudo para a produção de pequenos lotes e amostras.

No mercado internacional, até 2017, as impressoras de 3,2m eram as maiores no segmento. Porém, a partir de 2018, os equipamentos com 5m passaram a ser tendência, e muitas empresas começaram a fabricar máquinas com essa dimensão, principalmente porque está mais fácil encontrar tecidos, papéis transfer e matérias com 5m de largura.

De acordo com a WTiN (World Textile Information Network), a taxa de crescimento anual composta (CAGR) dessa indústria global está projetada para ser de 20% durante o período entre 2017 e 2021. Portanto, podemos dizer com segurança que a impressão digital têxtil está se consolidando e continuará a crescer nos próximos anos.

Fonte: Flaar Reports



Canon lança impressora de grande formato Océ PlotWave 500

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/08/2014

A Canon, fabricante de impressoras digitais, anunciou o lançamento internacional do Océ PlotWave 500, equipamento para cópia, escaneamento e impressão rápida.

Indicada para profissionais de engenharia, design e CAD, a máquina integra o scanner Océ Express II e a tecnologia exclusiva Radiant Fusing, que aumenta a velocidade do pré-aquecimento da máquina. Segundo a empresa, a tecnologia poupa uma hora de trabalho por dia.

Voltada para o mercado de impressoras técnicas, a PlotWave 500 é Energy Star 2.0 e fabricada com componentes duráveis e resistentes ao desgaste.

PlotWave 500 é indicada para empresas de CAD

PlotWave 500 é indicada para empresas de CAD

Os usuários podem submeter seus trabalhos via Océ Publisher Select ou por meio de aplicativo específico de smartphones e tablets com iOS e Android. Além disso, a máquina vem equipada com o painel Océ ClearConnect, cuja interface simples apresenta funções de visualização que ajudam os usuários a obter impressões mais rápidas e sem erros.

De acordo com a Océ, a impressora é praticamente silenciosa em modo ocioso e gera apenas 52 db (A) de som durante a impressão. Além disso, consome pouca energia graças à tecnologia Océ Radiant Fusing.

Os operadores podem definir as configurações de tarefas pelo painel Océ ClearConnect , pelo driver ou pela mesma ferramenta usada nos sistemas de grande formato da Océ, o que possibilita a criação de um fluxo de trabalho uniforme com outros equipamentos da empresa (Océ PlotWave 750, Océ PlotWave 340/360, Océ ColorWave 650 e Océ ColorWave 300).

Fonte: Canon



Conheça a comunidade especializada em cura UV LED

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/11/2014

UV LED Curing Community registrou bom crescimento em 2014

UV LED Curing Community registrou bom crescimento em 2014

O UV LED Curing Community, grupo de empresas que desenvolvem e aplicam tecnologia de cura UV LED, anunciou que recentemente mais 20 membros internacionais uniram-se à comunidade.

Entre os novos membros estão fornecedores de matérias-primas, resinas, fotoiniciadores, adesivos, tintas, revestimentos, equipamentos de medição e de sistemas gerais. Essas empresas têm o objetivo de acelerar a disseminação da cura UV LED por meio da educação e da divulgação de conhecimento.

Os interessados em ingressar na comunidade podem fazê-lo pelo site da instituição (em inglês). Segundo a comunidade, o cadastro é gratuito para fornecedores e usuários finais de tecnologia LED.

O site da UV LED Curing Community é um fórum que permite aos participantes compartilhar conhecimento sobre tecnologias, aplicações e química, além de divulgar notícias e trocar informações.

Paul Mills, editor do site, declarou: "Estamos felizes em ver a alta qualidade dos membros que estão se unindo a nós. É sinal de que a cura LED UV ganhou reconhecimento no mercado internacional".

Fonte: What They Think