Canvas são lançados pela Felix Schoeller Group

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/02/2014

Canvas é mídia indicada para fine arts e decoração

Canvas é uma mídia indicada para fine arts e decoração

A Felix Schoeller Group (FSG), fornecedora de mídias, expandiu seu portfólio ao lançar novos canvas, substratos indicados para decoração, fine arts e reproduções artísticas. As mídias podem receber impressão de grande formato e são livres de substâncias nocivas à saúde.

A empresa disponibiliza duas opções de materiais: canvas e canvas premium. O primeiro apresenta estrutura fina e homogênea e gramatura de 340g/m². É ideal para reproduções artísticas, particularmente de imagens com alto percentual de áreas negras. Já o canvas premium tem estrutura mais robusta e gramatura de 410g/m². Apresenta alta resistência a sujeira e longa durabilidade.

Ambas as mídias estão disponíveis em branco natural ou branco brilhante.

Senta Becker, gerente de produto da FSG, declarou: "Esses novos canvas têm outro ponto positivo: o tecido clássico de algodão e poliéster garante o desempenho da mídia na produção e confere estabilidade dimensional".

Fonte: My Print Resource



Xitron desenvolve solução para componentes eletrônicos GIS

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2018
Software roda eletrônico GIS usados em conjunto com diversas cabeças

Software roda eletrônico GIS usados em conjunto com diversas cabeças

A Xitron, fabricante de soluções de pré-impressão, anunciou a conclusão de um projeto de suporte a impressoras a jato de tinta que empregam eletrônica da GIS (Global Inkjet Systems). Trata-se de um front end que inclui as propriedades Navigator Workflow Server e o RIP Navigator, baseado na plataforma Harlequin Host Renderer.

A solução foi instalada e testada em uma impressora com cabeças Kyocera. De acordo com a empresa, tudo funcionou de acordo com as especificações, e a impressora rodou na velocidade máxima.

A conclusão bem-sucedida do projeto significa que a solução aciona impressoras com componentes eletrônicos GIS e cabeças Fuji Dimatix, Ricoh, Kyocera, Toshiba, Xaar ou Konica Minolta. Essa integração oferece aos fabricantes de impressoras inkjet um sistema estável de fluxo de trabalho e RIP.

Eric Nelsen, vice-presidente da Xitron, declarou: “O suporte para sistemas baseados em GIS é essencial devido à variedade de cabeças inkjet impulsionadas por seus componentes eletrônicos”.

Fonte: Xitron



Summa lança máquina a laser com 3,2m de largura

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/06/2019
L3214 pode rodar a 400 metros quadrados por hora

L3214 pode rodar a 400 metros quadrados por hora

A fabricante Summa anunciou no mercado europeu a L3214, nova máquina a laser equipada com mesa de 1,4m (comprimento) x 3,2m (largura).

Com velocidade máxima de corte 400m2/h, a máquina é indicada para aplicações de sinalização, decoração e vestuário.

Segundo a empresa, um dos diferenciais da máquina é o corte “on-the-fly”, que possibilita a alimentação contínua das mídias. Isso significa que, enquanto o equipamento corta, o material recém-acabado fica prontamente disponível para retirada.

A L3214 vem com o sistema Vision, que escaneia continuamente as mídias e cria automaticamente o vetor de corte necessário para os trabalhos. O sistema também assegura a produção contínua.

A Summa garante que o desenrolador motorizado da L3214 elimina distorções no tecido durante o corte, além de oferecer uma alimentação de mídia constante e estável.

Outras tecnologias de destaque da máquina são o corte sem contato e as câmeras inteligentes (que compensa as deformações automaticamente). Além disso, os vapores são removidos pelo sistema de extração interno e o laser não produz poeira fibrosa. A máquina é fechada e a fonte laser é coberta durante as operações. O equipamento para de rodar se a tampa abrir.

Fonte: Summa