Gravograph lançará gravadora a laser LS900XP na feira Serigrafia Sign 2013

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/06/2013

LS900XP: máquina a laser da Gravograph

LS900XP: máquina a laser da Gravograph

A Gravograph, fornecedora de equipamentos de corte e gravação, vai lançar a gravadora a laser LS900XP na feira Serigrafia Sign 2013. A máquina, que usa tecnologia CO2, trabalha com diversos substratos, como plástico, borracha, madeira, acrílico, metal revestido, cerâmica, vidro, entre outros.

A empresa promete também apresentar muitos outros equipamentos de seu portfólio:

  • Fibra 200: máquina a laser para gravação de objetos diversos;
  • IS200: gravadora com área de trabalho de 225 x 80mm;
  • IS400: gravadora com área de trabalho de 305 x 210mm;
  • IS900: gravadora para sinalização em Braille;
  • LS100 35W: máquina a laser;
  • M120 Technifor: solução de marcação por micropercussão portátil;
  • M20Jewel: gravadora para personalização de joias;
  • M40: gravadora para personalização de vários tipos de objetos;
  • XF500 Technifor: solução de marcação por micropercussão de bancada.

Além disso, a Gravograph fornece substratos como plásticos (ABS de duas camadas e acrílicos), metais (alumínio anodizado, latão e aço) e materiais laminados.

Confira mais informações e novidades sobre a Serigrafia Sign e seus expositores.

Fonte: Gravograph



Saiba como foi a primeira edição do Decor Wrapping

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/08/2018
Os campeões da 1ª edição do Decor Wrapping, que teve 65 equipes inscritas

Os campeões da 1ª edição do Decor Wrapping, que teve 65 equipes inscritas

Dentre as atrações com as quais os quase 37 mil visitantes puderam interagir na feira Serigrafia Sign 2018 (FuturePrint), o Decor Wrapping foi uma das mais destacadas. Iniciativa da Imprimax, a primeira edição do campeonato de adesivação decorativa atraiu centenas de profissionais e curiosos da área. Do lançamento à realização, o concurso levou apenas três meses. Nesse curto período, foram recebidas inscrições de 65 equipes de todo o país – volume alto e até inesperado pela organização. Das dezenas de inscritos, oito foram selecionados para colocar suas habilidades em prática durante o evento, que ocorreu entre os dias 25 e 28 de julho, em São Paulo.

A Imprimax tomou a iniciativa de criar o campeonato de adesivação decorativa após estudar e analisar certas tendências do mercado nacional de comunicação visual. Entre elas, a escolha de muitos profissionais pelos serviços de decoração, com maior valor agregado e entrega mais rápida. O concurso também foi desenvolvido com o objetivo de aumentar a visibilidade do segmento, não só entre os próprios adesivadores, mas entre arquitetos e designers de interiores.

Duplas de adesivadores tiveram de instalar vinis em ambientes que simulavam cômodos

O campeonato foi dividido em duas categorias. Uma delas, a Decor Fast, avaliou a rapidez dos aplicadores. Mais simples, bastava que o interessado se inscrevesse durante o evento para colocar em prática sua celeridade. A mais “fast” da competição foi Dayane Chagas, de Quirinópolis (GO), que levou um montante de 1.500 reais em produtos Imprimax. Na outra categoria, a Decor Wrapping, os participantes tiveram de se inscrever antecipadamente e apresentar seu portfólio para análise dos organizadores. Os selecionados competiram em etapas que demandaram trabalhos mais complexos, cujos resultados foram avaliados segundo critérios técnicos e rigorosos, sobretudo em instalação e acabamento. Os juízes foram zelosos na análise de falhas como bolhas, vincos, rasgos, deformação dos materiais, enquadramento e casamento mal executado das imagens.

A avaliação dos trabalhos ficou por conta dos jurados e consultores Wagner Oliveira e Eduardo Yamashita. Outra bancada, composta pelos arquitetos Diego Stuchi e Pamella Resende, analisou os materiais usados pelos competidores, que tiveram de selecioná-los antes das aplicações. Caso mudassem as mídias durante a prova, os aplicadores perderiam pontos.

Juízes fizeram avaliações meticulosas dos trabalhos já concluídos

As baterias classificatórias ocorreram nos três primeiros dias do campeonato. No quarto e último dia, foi a vez da final, da qual as adesivadoras da Artimax Gráfica e Comunicação Visual, Aline Taine Guaiume e Priscilla Ferreira Gomes, sagraram-se campeãs (leia entrevista). As vencedoras foram premiadas com um conjunto de produtos Imprimax no valor de 10 mil reais, uma plotter de recorte da Mimaki e mil reais da Exfak. O segundo lugar ficou para a equipe dos envelopadores Marcos Alvim e Alex Maia, de Arujá (SP), que ganharam produtos da Imprimax e 500 reais. Já o terceiro posto foi ocupado por Bismarkis Santos e André Alves, de Santos (SP), que também levaram mídias da Imprimax e 250 reais da Exfak.

Igor Paiva, gerente de marketing da Imprimax, estava exultante: “Todos os competidores estão de parabéns. As campeãs cresceram durante a competição. Elas foram bem organizadas e fizeram boas composições. As disputas foram justas, e elas ganharam por pouca diferença da equipe vice-campeã. As técnicas de aplicação delas ajudaram muito e o entrosamento da dupla foi um diferencial, assim como a boa análise dos materiais que utilizaram”.

Categoria Decor Fast revelou aplicadores ágeis

Bem-sucedida, a primeira edição do Decor Wrapping dá impulso para o segundo ano do evento. Os organizadores prometeram uma competição ainda mais emocionante para 2019. As regras também receberão uma revisão, para tornar as disputas ainda mais claras e competitivas.

Paiva concluiu: “Gostamos muito resultado. Por isso, já fechamos a próxima edição com a Serigrafia Sign. Também vamos realizar uma etapa regional durante a feira Signs Nordeste, em Fortaleza, em outubro de 2019. O Decor Wrapping foi muito bom para a Imprimax, que é a idealizadora, e para os patrocinadores e parceiros, como a Mimaki e a Exfak, que também trabalham para desenvolver ferramentas para o segmento”.



Entrevista com Igor Paiva, gerente de Marketing da Imprimax

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/08/2017
InfoSign entrevistou Igor Paiva, gerente de Marketing da Imprimax

InfoSign entrevistou Igor Paiva, gerente de Marketing da Imprimax

Manter seu portfólio de produtos em constate evolução. Essa é uma das grandes características (e diferenciais) da Imprimax, fábrica nacional de películas adesivas que atua no mercado desde maio de 1993. Contando com planta fabril, equipamentos, mão de obra e laboratórios modernos e qualificados, a empresa faz constante monitoramento das demandas do mercado e de seus clientes, para, consequentemente, desenvolver e prover mídias melhores aos segmentos de comunicação visual, decoração e automóveis. Outra característica marcando da empresa é seu compromisso em ajudar a profissionalizar o mercado no qual atua. Além de oferecer suporte técnico aos clientes, a empresa cumpre uma agenda riquíssima de atividades de educação e estímulo, como o concurso Dividindo Ideias e o centro de treinamentos de adesivação e envelopamento. Para falar sobre esses e outros assuntos, como a série de lançamentos de produtos em 2017, o InfoSign entrevistou Igor Paiva, gerente de Marketing da empresa. Acompanhe:

InfoSign: Quais os lançamentos da Imprimax para 2017?

Igor Paiva: Este ano, resolvemos trazer algumas tendências de materiais e cores que fazem sucesso fora do país. Na linha decorativa, procuramos desenvolver alguns adesivos de madeiras que sejam similares à realidade, com acabamentos em carvalho e imbuia. Outras novidades foram os revestimentos de couros e mármore carrara, além dos materiais com texturas de pincéis, como o artístico (em diversas cores), o savana (que imita pele de animais) e o adesivo telado. Esses materiais são resistentes a produtos de limpeza de uso residencial, não propagam fogo, são antibactérias e antiumidade.

Para a linha automotiva, resolvemos importar os cromados brilhante e fosco e o fibra 5D, pois percebíamos que muitos clientes queriam comprar estes produtos, mas não conseguiam ter acesso a eles. Também lançamos os novos Gold Max Alta Performance e o Gold Fosco Alta Performance, cujo objetivo é fornecer um material com qualidade internacional, mas produzido no Brasil. Estes materiais contam com um vinil de alta performance com mais aditivos, que é muito moldáveil e resistente a intempéries. Além desses aditivos, o produto conta com um frontal blockout, que não deixa a cor da superfície alterar a cor do vinil. Os materiais são compostos por adesivos reposicionáveis e estão disponíveis nas opções fosca e brilhante, e nas cores sólidas e perolizadas, nas dimensões de 1,40m x 25m.

Criamos também novas cores para a linha Gold Alto Brilho, e passamos a vendê-la em bobinas de 1,40m x 25m. Além disso, a Imprimax alterou as colas das linhas Gold Max e Color Max, que agora lveam adesivo reposicionável.

Também lançamos o iMax, produto que veio para substituir a manta magnética. Com custo-benefício melhor, o material aceita impressão e recorte eletrônico e está disponível com cola reaplicável, podendo ser aplicado e removido diversas vezes.

Em resumo, quais são as linhas de produtos que vocês oferecem atualmente?

A Imprimax está presente nos segmentos de comunicação visual, decoração (Décor Max) e automotivo (Gold Tuning). Estamos com diversas soluções que podem facilitar a conversão do dia a dia.

Entre os segmentos de envelopamento, decoração e sinalização comercial, em qual a Imprimax investe e atua mais? Por quê?

A Imprimax acredita muito no potencial do mercado em geral. Por isso, investimos nos produtos para que atendam a qualquer segmento. Por exemplo, um cliente que atua em comunicação visual pode também decorar ou envelopar um veículo. Então, oferecemos soluções que podem ser utilizadas em diversos segmentos, assim agregando valor aos serviços dos nossos clientes. Cada vez mais investimos na criatividade e fortalecimento dos segmentos.

A decoração ambiental personalizada com vinis vêm ganhando cada vez mais espaço. Por qual motivo?

A decoração vem ganhando força porque é fácil e prático a personalização total e a revitalização de móveis e ambientes utilizando o vinil. Estamos chamando isso de Decor Express, pois essa facilidade tem um custo-benefício mais atrativo e não tem quebra-quebra, deixando o cliente final satisfeito com o resultado e a qualidade dos produtos oferecidos. Outra vantagem é que os móveis antigos não precisam ser trocados com tanta facilidade, é só envelopar.

O que você tem a dizer às empresas que querem ganhar dinheiro oferecendo serviços de decoração?

É que acreditamos tanto quanto vocês, e que esse mercado ainda é promissor no Brasil, ou seja, está apenas começando.

É possível dizer que prestar serviço de decoração e sinalização dá para lucrar mais do que oferecer serviços de envelopamento de carro?

Tudo depende do serviço, da valorização do profissional e do projeto. Acredito que qualquer trabalho possa ter lucro se feito com qualidade. Sempre fazemos um comparativo com um restaurante: se você for em um restaurante e for mal atendido ou não gostar da comida, você indicaria para alguém? É a mesma coisa em nosso segmento; faça os trabalhos com amor e criatividade, que você sempre será lembrado e indicado para a realização de outros serviços. Então, acreditamos que em qualquer segmento é possível ganhar dinheiro, basta dedicação e valorização da mão de obra.

Atualmente, quais tipos de vinis os envelopadores têm solicitado e usado?

Os envelopadores ultimamente pedem materiais com alta moldabilidade, que resistem a intempéries e tenham adesivos reposicionáveis. Por essa necessidade, desenvolvemos o Gold Max e o Gold Fosco Alta Performance. Para decoração, solicitam materiais texturizados e diferenciados.

Quais são, ainda, as dificuldades que os envelopadores mais enfrentam? Por quê?

Percebemos que muitos que estão no mercado ainda não sabem utilizar os materiais corretos para cada tipo de aplicação, ou acabam utilizando um produto inferior para economizar, sofrendo consequências futuras. Por esse motivo, estamos investindo bastante em workshops e treinamentos, para poder formar aplicadores técnicos e reciclar os que já atuam no mercado.

Como funciona o centro de treinamento da Imprimax?

Há mais ou menos um ano, a Imprimax investiu em um novo centro de capacitação de envelopamento, em sua própria sede, que oferece treinamentos segmentados sobre decoração, comunicação visual e envelopamento líquido (Power Revest). Simulamos ambientes e dificuldades reais, e os alunos ficam dois dias aprendendo as mais variadas técnicas de aplicação na prática. Nossos instrutores também ensinam dicas criativas para agregar valor nos trabalhos. Os valores dos treinamentos são bem reduzidos, para que todos possam ter acesso, saindo a R$599,90, podendo ser parcelado em até três vezes sem juros no cartão de crédito. Há descontos para quem paga à vista.

Em qual fase está atualmente o Dividindo Ideias (concurso de adesivação e envelopamento que a Imprimax promove)?

O Dividindo Ideias vem se popularizando como um catálogo de trabalhos criativos e de divulgação das empresas que participam. A Imprimax tem como objetivo fortalecer os segmentos de comunicação visual, decoração e automotivo, com ideias inusitadas para que o mercado tenha uma nova visão do que pode ser feito com os vinis autoadesivos. Já estamos no segundo ano de ação, e a cada ano recebemos mais ideias criativas. A Imprimax premia os vencedores mensais para incentivar, cada vez mais, a criatividade. Temos como meio de divulgação um grupo no Facebook #dividindoideias e o site (www.dividindoideias.com.br).

Como funciona o desenvolvimento de produtos da Imprimax?

Para desenvolver um produto, a Imprimax sempre realiza uma pesquisa com quem realmente utiliza as mídias, para identificarmos as necessidades e, assim, melhorar o que já está em linha ou, simplesmente, para criar uma nova solução para o mercado. Todo ano, pesquisamos as tendências mundiais de cores, texturas e performance de produtos para agregar conhecimento nas soluções que criamos.