EFI anuncia impressora digital que estampa madeira

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/06/2017
Cubik emprega tecnologia inkjet

Cubik emprega tecnologia inkjet

A fabricante EFI apresentou no mercado internacional a Cubik, impressora inkjet desenvolvida para estampar madeira decorativa. Com largura de 1,8m, a máquina é capaz de imprimir na velocidade de 75 metros lineares por minuto.

Segundo a empresa, a Cubik é indicada para indústrias que buscam decorar superfícies de madeira, tanto em pequenas tiragens personalizadas quanto em produções em massa, para aplicações indoor e outdoor.

Com tecnologia única passada, a Cubik opera com servidor Fiery que trabalha para integrar impressora, tinta e sistema de gerenciamento de cores. Além disso, o equipamento conta com oito barras de impressão, com as quais é possível obter grande variedade de efeitos em nas superfícies de substratos de madeira.

José Luis Ramón Moreno, vice-presidente da EFI Industrial Printing, declarou: “Temos um portfólio inovador e forte experiência em inkjet industrial, e estamos entusiasmados com a expansão da indústria de madeira, que representa uma importante oportunidade de crescimento para o EFI”.

Fonte: EFI



GCC lança a LaserPro X380 Hybrid

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/05/2014

Novas ferramentas fazem parte da X380 Hybrid

Novas ferramentas fazem parte da X380 Hybrid

A GCC, fabricante de equipamentos para comunicação visual, anunciou no mercado internacional a X380 Hybrid, máquina a laser que combina ferramentas de corte e gravação.

Segundo a empresa, o equipamento emprega tubos de laser RF-driven e DC CO2. Para trabalhos de gravação, a máquina ativa automaticamente o tubo de metal. Já para cortes, o processamento se dá com o tubo de vidro.

O equipamento vem com software de interface amigável e com o driver LaserPro, que oferece múltiplas funções de corte e gravação e processa trabalhos de acordo com definições vetoriais e raster prévias.

A fabricante frisa que o grande diferencial da X380 Hybrid é unir, em uma mesma máquina, ferramentas para trabalhos de corte e gravação.

Fonte: GCC



SPGPrints lança impressora têxtil na Febratex 2016

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/08/2016
Javelin pode estampar até 2 milhões de metros lineares por ano

Javelin pode estampar até 2 milhões de metros lineares por ano

A SPGPrints, fabricante de equipamentos e materiais para estamparia têxtil, lançou no Brasil a impressora Javelin durante a 15ª edição da Febratex (Feira Brasileira para a Indústria Têxtil), evento que ocorreu entre os dias 9 e 12 de agosto, em Blumenau (SC).

Projetada para produzir até 2 milhões de metros lineares por ano, a Javelin é indicada para empresas que desejam dar o primeiro passo na impressão digital têxtil ou que têm necessidade de complementar sua capacidade produtiva. O equipamento, que pode incluir seis ou nove cores e 43 cabeças, pode trabalhar com mídias com largura de 1.850mm.

Um dos diferenciais da Javelin é a Archer, tecnologia que mantém as cabeças Samba, da Fujifilm, a 4mm de distância da superfície dos tecidos, o pode reduzir significativamente o risco de danos nesses dispositivos. Além disso, a tecnologia garante a reprodução de desenhos geométricos, detalhes de linha fina e fundos chapados devido às opções de volume de gota (de 2 a 10 picolitros) e às altas frequências de jato (de 32kHz). A SPGPrints investiu 30 milhões de euros para desenvolver essa plataforma, que é empregada tanto na impressora Javelin quanto na Pike.

Na Febratex 2016, a SPGPrints também apresentará as novas tintas ácidas Nebula HD.

José Maria Alves, diretor da SPGPrints América Latina, declarou: “Combinado com tamanhos de gotas variáveis e a precisão da Archer, a saturação de cor e o detalhe da imagem permitem linhas finas, padrões geométricos acentuados e fundos vibrantes. E o conjunto de tintas Nebula garante o melhor resultado final do produto. O lançamento da Javelin fornece outra ferramenta poderosa para empresas que operam em um mercado altamente competitivo. Com a faixa de cores e a qualidade de impressão digital, essa tecnologia fornece aquilo que os proprietários de marcas desejam e o que impressoras têxteis precisam para ter resultados”.

Fonte: SPGPrints