EFI adquire fabricante de equipamentos têxteis Reggiani Macchine

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/07/2015

Além da Matan, EFI anunciou a compra de fabricante italiana de impressoras para estamparia têxtil

Além da Matan, EFI anunciou a compra de fabricante italiana de impressoras para estamparia têxtil

A EFI, fabricante de soluções para impressão, anunciou a aquisição da Reggiani Macchine, fabricante italiana de equipamentos para estamparia digital têxtil.

O portfólio inkjet da Reggiani, que passará a se chamar EFI Reggiani, abrange impressoras digitais que empregam tintas corantes, dispersas, ácidas, pigmentadas e reativas. Com mais de 60 anos, a empresa italiana possui clientes em mais de 120 países, servidos por uma ampla rede de distribuição e representantes em mais de 40 regiões. A força de trabalho da Reggiani tem aproximadamente 190 funcionários e será agregada à EFI.

Para adquirir todas as ações restantes da Reggiani, a EFI saldará a dívida da empresa (que soma cerca de 20,1 milhões de euros), pagará ex-acionistas (cerca de 27,4 milhões euros) e distribuirá entre os acionistas da fabricante italiana cerca de 27,4 milhões euros em ações da EFI, além de pagar até 50 milhões euros pelos próximos 30 meses, conforme as conquistas de receita e rentabilidade dos negócios da EFI Reggiani.

Guy Gecht, CEO da EFI, declarou: “Essa aquisição proporciona à EFI uma posição de liderança imediata em uma das maiores indústrias no mundo, que está passando pela transformação de impressão analógica para digital. O mercado de impressão têxtil está no começo das transições, o que permitirá aos fabricantes optarem pela fabricação sob demanda, e isso atende ao aumento nas produções de tiragens curtas e customizações”.

Ambrogio Caccia Dominioni, ex-acionista da Reggiani e futuro diretor geral da EFI Reggiani, declarou: “Os clientes da Reggiani reconhecem que a tecnologia inkjet é a mais importante para o futuro da indústria têxtil. Eu gostaria que nossa empresa fizesse parte da EFI não somente para nos unirmos à empresa líder mundial em tecnologia de jato de tinta industrial, mas também porque a EFI é líder em soluções de fluxo de trabalho para a indústria de impressão, além de ter uma plataforma de vendas e marketing muito maior em todo o mundo”.

Fonte: EFI



Xangai sediará Fespa China em novembro de 2013

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/10/2013

Fespa China 2013

A primeira edição da Fespa, organização internacional de comunicação visual e impressão digital, em solo chinês vai acontecer no Shanghai World Expo Exhibition & Convention Center (SWEECC), de 18 a 20 de novembro de 2013. Nigel Steffens, CEO da Fespa, acredita que a cidade de Xangai é ideal para o evento inaugural: "Nosso objetivo é desenvolver a Fespa China, para torná-la um evento internacional, atraindo expositores globais e visitantes de toda a Ásia. Não poderíamos ter uma cidade-sede melhor que Xangai. Esta é uma das megalópoles mais dinâmicas do mundo, e ela oferece um ambiente estável para os negócios".

Atualmente, Xangai é o centro comercial e financeiro da China continental. Uma cidade que mistura tradição oriental e tecnologia ocidental. Mais de dez milhões de pessoas viajam para Xangai.

Fonte: Fespa Brasil



Mimaki apresenta novas plotters de recorte na Fespa 2013

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/05/2013

A Mimaki, fabricante de equipamentos para comunicação visual, anunciou a disponibilidade, na Europa, de três novas plotters de corte da série CG-SRIII. As máquinas — que serão apresentadas na Fespa 2013, em Londres — visam aumentar a produtividade e lucro de seus usuários.

"Estamos muito animados por oferecer novidades ao mercado europeu", comemorou Mike Horsten, gerente de marketing da Mimaki.

"As novas funções das plotters de recorte vão dar novas oportunidades aos signmakers, que poderão oferecer serviços a preços acessíveis, o que é um fator crítico em um mercado muito competitivo", completou Horsten.

Equipamentos da série CG-SRIII: novas plotters de recorte da Mimaki

Equipamentos da série CG-SRIII: novas plotters de recorte da Mimaki

Os equipamentos da nova série CG-SRIII trabalham em velocidades de 70 a 100 cm/s. Os modelos, que sucedem aos CG-60SR e CG-100/130SRII, produzem na pressão de 500g e podem cortar uma série maior de substratos.

As plotters também trabalham com monitoramento remoto, um serviço que inclui notificações (enviadas para um endereço de e-mail pré-definido pelo usuário) de eventos como a conclusão de corte e ocorrência de erros.

A ferramenta de notificação também mostra atualizações de softwares, que podem ser realizadas facilmente pelos usuários, permitindo que os as plotters de recorte sempre trabalhem com as versões mais atualizadas de seus programas.

Fonte: Mimaki Europa