DPI DG Printing vai lançar impressoras planas UV LED na Fespa de Londres

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/04/2013

Fabricante italiana, a DPI DG Printing vai usar a Fespa 2013, em Londres, para apresentar dois modelos de impressoras digitais planas UV LED: o Eagle 30 (área de impressão de 1 x 0,3m) e o Eagle 60 (1,5 x 0,6m).

Segundo a fabricante, as máquinas podem produzir materiais para sinalização e displays para o mercado promocional. Além disso, os equipamentos, que usam cabeças Epson DX5, empregam a paleta padrão CMYK com o acréscimo da tinta branca.

Scott Armitage, diretor da SSE Worldwide, distribuidora das máquinas Eagle, fez o seguinte comentário: "A impressora Eagle é versátil e adapta-se facilmente a qualquer ambiente de produção, além de permitir a impressão em uma grande variedade de materiais e objetos, o que abre oportunidades para trabalhar novos mercados, com produtos de valor agregado".

As impressoras Eagle vêm com um RIP dedicado, o Whiterip. A fornecedora também oferece uma ferramenta web-to-print, para que os usuários criem suas lojas online.

Impressora Eagle 60: um dos lançamento prometidos na Fespa 2013 de Londres

Impressora Eagle 60: um dos lançamento prometidos na Fespa 2013 de Londres

Fonte: Output Magazine



Smithers Pira publica estudo sobre o mercado global de sinalização impressa

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/05/2019
Em 2018, o mercado global de sinalização impressa foi avaliado em 43,34 bilhões de dólares

Em 2018, o mercado global de sinalização impressa foi avaliado em 43,34 bilhões de dólares

A Smithers Pira, consultoria internacional da área de impressão, publicou recentemente o estudo “The Future of Printed Signage in an Electronic World to 2024”, que apresenta dados atuais e projeta tendências para o mercado global de sinalização impressa. Entre as principais informações do relatório está a avaliação do mercado supracitado, que em 2018 atingiu a marca de 43,34 bilhões de dólares. Para 2019, há uma projeção de queda, para 43,30 bilhões de dólares. E para 2024, projeta-se um crescimento de 0,2% CAGR e o montante passará a ser de 43,73 bilhões de dólares.

O relatório também cobre uma série de tópicos importantes, como:

- Perspectivas econômicas mundiais: a demanda por sinalização impressa promocional será afetada pelo desempenho econômico global e local. Quando os consumidores se sentem mais confiantes, eles gastam mais em produtos e serviços, o que aumenta a demanda por sinalização. Além disso, à medida que as economias crescem, o investimento governamental e privado em infraestrutura também cresce, o que aumenta a demanda por sinalização ambiental.

- Sinalização em varejo: mudanças na estrutura e nas estratégias do setor de varejo terão um efeito direto sobre as demandas por sinalização impressa. Com o aumento da concorrência provocado pelas lojas on-line, as lojas físicas são forçadas a inovar e criar ambientes mais estimulantes ao consumo.

- Avanços tecnológicos: todos os aspectos das tecnologias de impressão digital, sobretudo a tecnologia inkjet, estão em contínua evolução, o que tem gerado economia de custos nas produções de sinalização.

- Plataformas web-to-print: estão mudando a maneira como as gráficas processam seus pedidos e permitem que os clientes façam pedidos por meio da internet, os quais fluem diretamente para a produção.

Fonte: Smithers Pira



swissQprint instala a milésima impressora da marca

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2018
Milésima unidade foi instalada em birô francês

Milésima unidade foi instalada em birô francês

A fabricante swissQprint anunciou ter instalado mil impressoras da marca no mundo. O JPC Labo, birô francês, foi o cliente que recebeu, em maio, a milésima unidade vendida pela fornecedora suíça. Trata-se de um equipamento do modelo Nyala LED.

Franck Dallefrate, proprietário e CEO do JPC Labo, declarou: “A Nyala LED precisa de apenas um dia para executar um trabalho que a nossa impressora anterior costumava levar uma semana inteira para fazer. Agora temos os recursos para gerar e processar o volume que uma impressora desse tipo pode manipular”.

O JPC Labo começou como fornecedor de serviços fotográficos. Porém, a empresa expandiu seus serviços e atualmente apenas 30% de seus negócios tem a ver com desenvolvimento de fotos. No portfólio do birô estão trabalhos para decoração de tetos, paredes e pavimentos em hotéis e lojas, além de estandes de feiras, artigos para PDV e sinalização comercial.

Fonte: swissQprint