SGIA 2013 promete nova experiência aos visitantes

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/09/2013

Feira terá divisões técnicas para ajudar na formação dos visitantes

Feira terá divisões técnicas para ajudar na formação dos visitantes

De 23 a 25 de outubro, em Orlando (EUA), vai acontecer a SGIA Expo 2013, cuja organizadora promete criar uma experiência única aos visitantes do ramo de grandes formatos. A feira terá áreas (ver abaixo) nas quais os participantes poderão se aprofundar e obter conhecimento por meio de palestras, consultorias e demonstrações.

Gerenciamento de cores e fluxo de trabalho

Essa área terá apresentações gratuitas sobre ferramentas e técnicas de gerenciamento de cores, tecnologias de RIP, garantia de qualidade, certificação de cor e muito mais. Especialistas estarão disponíveis para tratar dos assuntos supracitados.

Impressão digital têxtil

Área destinada a tratar de requisitos técnicos, fluxos de trabalho, gerenciamento de cores, técnicas de acabamento e melhores práticas na estamparia têxtil. Nessa área, além de tecnologias de impressão digital, o participante poderá conhecer alunos e membros do corpo docente da Escola de Design e Engenharia da Universidade da Filadélfia.

Sinalização digital

O visitante poderá saber mais sobre as tecnologias e ferramentas utilizadas nesse setor em crescimento. A sinalização digital pode transmitir mensagens e informação (variáveis e programadas) e conferir mais dinâmica aos projetos gráficos.

Fonte: My Print Resource



Akad lança impressora Novajet UV M6

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/05/2015

Novajet UV M6 emprega cabeças Ricoh Gen5

Novajet UV M6 emprega cabeças Ricoh Gen5

A Akad, fornecedora brasileira de equipamentos para comunicação visual, lançou a Novajet UV M6, impressora plana indicada para birôs que trabalham com papelão, PVC, MDF, cerâmica, vidro, acrílico, madeira, metal, papel, couro, vinil e outras mídias com tamanho máximo de 2,5m x 1,22m e espessura entre 1mm e 100mm.

A impressora pode empregar de quatro a sete cabeças Ricoh Gen5 e trabalhar na velocidade de 40m²/h (com 600dpi x 600dpi).

Dotada de mesa com revestimento e quatro zonas de vácuo para fixação, a impressora é recomendada para peças de pontos de vendas, decoração de ambientes residenciais e comerciais, sinalizações externas e internas, estandes de vendas, totens promocionais, painéis de informações, além de impressão em objetos (capa para celulares, por exemplo), embalagens, murais decorativos, entre outras aplicações.

Fonte: Akad



InfoTrends lança estudo sobre o mercado de estamparia digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/01/2013

Infotrends faz estudo sobre estamparia digital

A InfoTrends, empresa de consultoria para a indústria de impressão, concluiu um novo estudo voltado ao segmento de estamparia digital. Chamado "Transforming Textile Printing" (Transformando a Impressão Têxtil), a análise explora questões sobre demanda e tendências, além de enfatizar as características das empresas envolvidas na cadeia produtiva desse mercado.

Segundo o estudo, o potencial da impressão digital no mercado têxtil é bastante promissor. Isso se deve à introdução de equipamentos de altíssima velocidade e que também permitem trabalhar com diversos tipos de tintas.

A indústria têxtil global está avaliada em aproximadamente um trilhão de dólares. Desse todo, o InfoTrends estima que a parcela que utilizada a estamparia digital (para vestuário, decoração e produtos industriais) é de 10,3 bilhões (em 2012), ou menos que 1,5% de todo o mercado têxtil.

Apesar do segmento de estamparia digital ainda ser pequeno — se comparado com a indústria têxtil como um todo —, ele vem crescendo expressivamente e, de acordo com o InfoTrends, as receitas de vendas de tintas e equipamentos voltados para esta finalidade deve ter um crescimento anual de cerca de 30%.

Segundo a consultoria, as principais tendências que estão impulsionando este crescimento incluem a tecnologia de impressão de alta qualidade, a disponibilidade de soluções com preços mais baixos (que permite a entrada de novas empresas no mercado) e sistema aberto de cabeças de jato impressão, que permite o uso de tintas de vários fornecedores diferentes.

O estudo cobre os seguintes itens:

  • Fornecedores de sistemas de impressão digital e fabricantes de cabeças de impressão;
  • Fornecedores de tintas digitais e os tipos de tintas;
  • As fibras e os tecidos utilizados na impressão têxtil;
  • Sustentabilidade na impressão digital têxtil.

O estudo é baseado em entrevistas com empresas de toda a cadeia produtiva da estamparia digital. Ao todo, o InfoTrends realizou 67 entrevistas com empresas na China, Índia, Estados Unidos e Itália.

O documento, porém, custa 16,995.00 dólares. O interessado pode acessar mais informações na página especialmente criada para o estudo.

Fonte: InfoTrends. Texto: InfoSign