Pontos de ônibus interativos na Coreia do Sul

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/04/2015

Solução touch-screen integra a sinalização digital instalada em pontos de ônibus

Solução touchs-creen integra a sinalização digital instalada em pontos de ônibus

A Zytronic, desenvolvedora europeia de soluções touch-screen, foi recentemente contratada para fornecer 300 displays de 46 polegadas para serem usados em abrigos de ônibus em Seul, capital da Coreia do Sul.

A sinalização digital não interativa que já existia foi substituída pelas novas soluções da Zytronic, que passaram a oferecer aos passageiros de Seul informações em tempo real sobre tráfego, rotas de trânsito e notícias locais.

Resistentes a arranhões, chuva, gelo, sujeira e poeira, os displays contam com controladores Zytronic ZXY100, montados na parte de trás dos sensores e compostos por um vidro de proteção de 8mm, projetado para oferecer resposta táctil mesmo em ambientes quentes, úmidos e muito gelados.

Ian Crosby, diretor de marketing da Zytronic, declarou: "Foi uma ação que possibilitou inserir nossa tecnologia touch-screen no espaço público na capital de uma das economias mais dinâmicas do mundo. O público espera níveis cada vez maiores de interatividade nos monitores que fazem parte da vida cotidiana. Esse foi um exemplo perfeito de como a Zytronic permite que isso aconteça".

Fonte: Digital Signage Today



Graphics One apresentará novos sistemas para estamparia digital têxtil na SGIA 2015

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/10/2015
GoTx 1900 possui unidade integrada de fixação

GoTx 1900 possui unidade integrada de fixação

A Graphics One, fornecedora de equipamentos para comunicação visual, estará na SGIA, feira que ocorre entre os dias 4 e 6 de novembro, nos EUA. Durante o evento, a empresa exibirá a nova GoTx 1900, sistema integrado para impressão digital em tecidos.

Com 1,8m de largura, a solução é capaz de estampar praticamente em qualquer tecido, pois emprega uma combinação de um motor industrial de impressão e um sistema de fixação recém-desenvolvido.

O equipamento, que pode trabalhar com tintas dispersas ou pigmentadas, imprime na resolução máxima de 1.440dpi e pode trabalhar com 4, 6 ou 8 cores. A unidade de fixação de tinta vem integrada e não requer muito espaço para instalação.

Em maio, a Graphics One anunciou na Fespa europeia o lançamento da GoTx 2600, solução de estamparia têxtil com maior largura e capacidade produtiva. Ao passar a comercializar o sistema, a empresa percebeu que havia demanda para equipamentos menores. A partir daí, desenvolveu a GoTx 1900.

Dan Barefoot, presidente da Graphics One, declarou: “Tanto a GoTx 1900 quanto a GoTx 2600 podem oferecer uma produção totalmente integrada de impressão têxtil digital. Certamente, elas atenderão as necessidades da maioria de birôs e indústrias de tecidos”.

A GoTx 1900 será comercializada para a América do Sul por meio da Graphics One.

Fonte: Graphics One



Epson apresenta papel transfer UltraPrint 90 para sublimação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/02/2014

A Epson Brasil apresentou o papel transfer UltraPrint 90, que possui resina especialmente desenvolvida para receber a Epson UltraPrint DS, tinta sublimática original da empresa.

Criado para trabalhar em conjunto com as soluções da fabricante japonesa, o UltraPrint 90 influi diretamente na impressão e no consumo de tinta. Evelin Wanke, especialista de produtos Epson, declarou: "É possível notar a melhor relação custo-benefício do UltraPrint 90 quando comparado a outras soluções do mercado, como papéis offset e monolúcido de outras marcas".

Papéis transfer originais poupam tinta e aumentam a qualidade de impressão

Papéis transfer originais poupam tinta e aumentam a qualidade de impressão

A importância de utilizar o papel transfer correto

O papel transfer interfere em todo o processo de sublimação. Atualmente, há muitas ofertas no mercado, e grande parte das empresas, especialmente as menos experientes, escolhe o papel em função do preço (custo do metro quadrado). Todavia, essa não é a forma correta de adquirir o material.

Considere que, para cada mililitro de tinta absorvido e não transferido, deve ser acrescentado de R$0,20 a R$0,35 ao custo final do metro quadrado impresso.

Para conhecer o desempenho do material, a recomendação é realizar testes para avaliar a quantidade de tinta que o papel absorve. Evelin Wanke, especialista de produtos Epson, ressalta: "Ao utilizar um papel que custa R$0,60/m2 e absorve 4ml de tinta, haverá desperdício de R$0,80 a R$1,40 de tinta por metro quadrado".

Testes e custos

Para mostrar a economia de tinta gerada ao utilizar o papel UltraPrint 90, a Epson realizou testes comparativos.

Na primeira etapa do procedimento, foi impressa uma imagem em um papel monolúcido que custa R$0,70/m². Para obter o resultado de impressão desejado, o papel utilizou 8ml de tinta (R$2,64). O custo total dessa produção, considerando tinta e papel, foi de R$3,34/m2.

O outro teste foi realizado com papel UltraPrint 90, que custa R$1,10/m². Para a impressão da mesma imagem da etapa anterior, foram gastos 4ml de tinta (R$1,32). O custo total, considerando tinta e papel, foi de R$2,42/m2.

No teste, o papel monolúcido apresentou um custo de impressão 38% maior do que a solução da Epson.

Além do papel UltraPrint 90, a fabricante oferece o programa de fidelidade Epson Rewards. A cada rolo de papel transfer utilizado, o cliente acumula pontos. Depois de um ano, pode-se trocá-los por garantia estendida ou descontos em novos equipamentos.

Tipos de papéis usados na transferência térmica

Confira abaixo uma relação dos materiais mais utilizados no mercado de impressão por sublimação:

Sulfite ou offset: não foi desenvolvido para a transferência de tinta sublimática. As empresas utilizam-no por ser uma opção barata. Porém, ele absorve volume muito grande de tinta. Isso aumenta o custo final de impressão, pois é alta a quantidade desperdiçada do insumo.

Monolúcido ou calandrado: muito utilizado no processo de sublimação. Possui superfície menos porosa que o offset. Em função da calandragem, o papel torna-se mais liso, o que diminui a absorção de tinta e aumenta a transferência do insumo para o substrato a ser sublimado. O desperdício de tinta nesse tipo de papel é grande, pois ele não possui uma cobertura para bloquear a absorção de tinta.

Papel tratado: possui tratamento para evitar a absorção de tinta. Ele contém uma resina adequada para o processo de sublimação. O papel tratado é mais caro, porém, utiliza quantidade menor de tinta. Na maioria das vezes, diminui o custo final do metro quadrado impresso.

Fonte: Epson