Depreciação de impressoras de grandes formatos

Por José Pires de Araújo Jr. em 21/06/2018
Saiba como prever a depreciação de uma impressora digital

Saiba como prever a depreciação de uma impressora digital

A depreciação de equipamentos é um assunto recorrente nas conversas entre empresários do setor. Trata-se de uma despesa, não reembolsável, que tem como fato gerador a utilização de um equipamento ou sua obsolescência. No entanto, a empresa não precisa usar dinheiro do caixa para pagar tal despesa. Porém, é necessário realizar a devida contabilização para a recuperação do investimento.

O Brasil, segundo a lei 11638/2007, segue a tabela de depreciação abaixo:

Item Taxa de depreciação anual Anos
Edifício 4% 25
Máquinas e equipamentos 10% 10
Instalações 10% 10
Móveis e utensílios 10% 10
Veículos 20% 05
Computadores e periféricos 20% 05

 

Conforme a tabela, os computadores e seus periféricos depreciam-se em até 5 anos, com taxa de 20% ao ano. A lei referida (11638/2007) deve guiar a contabilidade. Não foi levada em consideração a “Lei de Moore”, que deve ser considerada nas ações gerenciais com foco na obsolescência de processadores (o “coração” dos computadores e seus periféricos). Em 1965, Gordon Moore publicou na revista Eletronic Magazine um artigo sobre o ciclo de vida dos processadores. Ele afirmou que a cada período de 18 meses, a capacidade dos processadores aumenta exponencialmente. Com base nisso, pode-se utilizar a “Lei de Moore” para a formação de custos no RKW, mas saiba que quanto menor o tempo de depreciação, maior é o valor a ser destacado.

As impressoras de grandes formatos, em última análise, são equipamentos eletrônicos com memória e utilizam programas para decodificação de dados, para estampar lonas, vinis, tecidos, entre outros substratos. São máquinas de alta tecnologia que necessitam de processadores cada vez mais potentes para suportar uma eletrônica que evolui a todo momento.

Essas impressoras provam que a “Lei de Moore” é uma realidade. O aumento da velocidade dos processadores e a evolução dos softwares estão permitindo que a impressão de grandes formatos atinja mercados diversos, como os de arte e arquitetura. Além disso, a tecnologia também tem possibilitado a impressão em substratos rígidos, como madeira e cerâmica, que podem ser utilizados em decoração.

Por causa dessa constante evolução, a depreciação gerencial de uma impressora de grande formato pode não ser 5 anos. Para conhecer a exata depreciação, recomenda-se levar em consideração a obsolescência causada pelos desenvolvimentos do segmento, embora a aceleração tecnológica segundo a “Lei de Moore” venha caindo. De acordo com especialistas do Vale do Silício, as tecnologias digitais são atualizadas anualmente.

Autor: José Pires de Araújo Jr.

 



MCT apresenta solução de corte a laser

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/11/2014

Versa-Tech é máquina a laser usada para corte e gravação

Versa-Tech é máquina a laser usada para corte e gravação

A MCT, fornecedora norte-americana de equipamentos para corte e gravação, anunciou o lançamento internacional da Versa-Tech, máquina a laser que trabalha com substratos como tecidos e plásticos.

Disponível em larguras de 1,6m a 3,2m e comprimentos de 3,2m a 6,4m, o equipamento emprega faca de corte tangencial, laser de 140 watts e transportador especial de alumínio para cortes a laser de tecidos.

Nikolai Mikkelsen, presidente da MCT, declarou: "O equipamento da linha Versa-Tech dura 10 anos ou mais, e os clientes conseguem obter o retorno do investimento dentro de um ano. Além disso, a máquina tem precisão e reduz desperdícios".

A MCT foi fundada em 1999. O primeiro produto a ser comercializado pela empresa foi o software i-cut vision, dedicado a corte e gravação.

Fonte: My Print Resource



Imprimax inaugura instalações dedicadas a adesivação e envelopamento

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/05/2014

Área de aplicação é uma das novas instalações da Imprimax

Área de aplicação é uma das novas instalações da Imprimax

Entre os dias 6 e 8 de maio de 2014, a Imprimax, fabricante nacional de películas adesivas, promoveu um evento para inaugurar e apresentar suas novas instalações.

Os dois novos ambientes (showroom e área de aplicação automotiva) foram projetados e desenvolvidos a fim de apresentar novas soluções para projetos e necessidades diversas.

Na ocasião, a Imprimax homenageou seus colaboradores e celebrou 21 anos de trajetória. Para tanto, compôs o painel "Família Imprimax. Uma equipe 100% Nacional", alusivo à Copa do Mundo (foto abaixo).

O evento contou ainda com palestras e visitas supervisionadas à fábrica. Além disso, representantes da empresa mostraram inúmeras possibilidades e aplicações feitas com materiais da Imprimax.

Confira fotos do evento, bem como das novas instalações:

Showroom contém inúmeras amostras de projetos feitos com películas adesivas da Imprimax

Showroom contém inúmeras amostras de projetos feitos com películas adesivas da Imprimax

Painel instalado no showroom homenageia equipe da Imprimax

Painel instalado no showroom homenageia equipe da Imprimax

Foto panorâmica do novo showroom

Foto panorâmica do novo showroom

Clientes prestigiaram a inauguração

Clientes prestigiaram a inauguração

Auditório lotado no evento de inauguração

Auditório lotado no evento de inauguração

Nova área de aplicação onde aplicações poderão aprimorar técnicas de envelopamento

Nova área de aplicação onde aplicadores poderão aprimorar técnicas de envelopamento