O que você precisa saber para comprar uma impressora de grande formato

Por Evelin Wanke em 08/11/2013

Está pensando em adquirir uma impressora digital de grande formato? Pois saiba que essa é uma decisão que tem várias implicações técnicas e financeiras. A seguir, conheça algumas delas, que certamente serão de grande valia antes, durante e depois de você ter comprado um equipamento inkjet.

Cliente

Qual é o perfil dos clientes que você deseja atingir? Responder a essa questão é fundamental para definir a categoria da impressora a ser escolhida, considerando as características de produtividade e de qualidade de impressão.

Custos

Leve em consideração o preço do equipamento e dos consumíveis (tinta, cabeça e insumos). Porém, tome o cuidado de também analisar o custo total de impressão. Geralmente, os interessados em impressoras fazem apenas o levantamento do custo da tinta ou do metro quadrado da mídia impressa.

Importante: considere o custo total de impressão

Importante: considere o custo total de impressão

Consumo real de tinta por metro quadrado

Antes de adquirir a impressora, visite o showroom do fornecedor e meça o consumo de tinta – usando o software do equipamento. A diferença de consumo entre diferentes equipamentos é facilmente notada. Além disso, verifique o tipo de cabeça de impessão usada na máquina. Existem tecnologias mais avançadas que otimizam o formato e o volume (picolitro) das gotas disparadas, também definem o local certo no qual elas serão posicionadas.

Cabeça de impressão

É necessário trocar as cabeças de impressão periodicamente, e dois fatores influenciam sua durabilidade: tecnologia e tipo de tinta. Para saber o custo delas para que você acrescente ao custo de impressão, pergunte ao fornecedor o preço de uma cabeça nova e quantos metros ela é capaz de imprimir. Divida um valor pelo outro e multiplique o resultado pelo número de cabeças do equipamento.

Consumo de energia

Veja quanto o equipamento consome em operação e em modo stand-by. Existem impressoras que consomem 650W, ao passo que há máquinas que gastam sete vezes mais. Analise também a manutenção de seu equipamento. Ele precisa ficar ligado nos momentos de descanso (finais de semana, feriados, férias)? Lembre-se de que nesse modo, a impressora consome energia.

Itens opcionais

Não se deixe enganar pelo preço de uma proposta. Questione se estão inclusos itens como instalação, nobreak e rebobinador. Muitos fornecedores costumam apresentar orçamentos básicos para chamar a atenção dos clientes, que depois descobrem que precisam comprar uma série de itens opcionais para ter uma impressora completa.

Compre o equipamento de um fornecedor sólido e idôneo

Compre o equipamento de um fornecedor sólido e idôneo

Sistema de tintas

Se considerar as tintas à base de solvente livres de metais pesados, é possível eliminar o investimento em sistemas de exaustão. Porém, tome cuidado com o termo "eco", que pode significar "econômico", em vez de "ecológico".

Suporte técnico

Avalie o suporte técnico do fornecedor no Brasil. É importante pesquisar a qualidade e a localização dos centros técnicos. Compre produtos com garantia. Muitas empresas tiveram experiências negativas com equipamentos importados, porque não analisaram o posterior fornecimento de peças.

Dica: procure um empresário que já use o equipamento que você quer comprar e pergunte-lhe sobre o atendimento pós-venda do fabricante.

Muitas vezes, vale a pena gastar um pouco mais no equipamento com mais tecnologia, pois o investimento pode ser recuperado em pouco tempo. Além disso, a economia do processo pode ajudar a aumentar a rentabilidade e possibilitar futuros investimentos em outras máquinas.

Evelin Wanke é especialista de produtos Epson para a linha de Grandes Formatos.  



Mimaki lançará impressora sublimática com largura de 3,2m

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/01/2016
TS500P-3200 é indicada para empresas de média a alta produtividade

TS500P-3200 é indicada para empresas de média a alta produtividade

A Mimaki, fabricante de equipamentos para impressão e recorte, anunciou que lançará em fevereiro a TS500P-3200, impressora sublimática indicada para estampar tecidos usados em decoração e sinalização indoor.

O equipamento tem 3,2m de largura e emprega 12 cabeças de impressão dispostas em três linhas escalonadas para ejetar gotas de tinta em alta velocidade, padronizar o ângulo de disparo e assegurar a precisão do endereçamento de ponto. Segundo a empresa, isso garante resultados de alta qualidade em papéis transfer de baixo custo.

A impressora pode trabalhar na velocidade máxima de 180m2/h e emprega software RIP TxLink3 Lite, que permite aos usuários especificar o volume de tinta por cor e reproduzir padrões sem emenda de uma única imagem (como repetições e padrões espelhados).

A impressão ininterrupta é possível graças à NCU (Nozzle Check Unit), que detecta e limpa automaticamente os nozzles entupidos, enquanto o NRS (Nozzle Recovery System) faz compensações quando não é mais possível desobstruir os nozzles por meio da limpeza. Ademais, a máquina conta com grandes recipientes de tinta para manter a impressão contínua.

Além de suportar rolos de 130kg, o sistema de alimentação de mídias da TS500P-3200 conta com o AMF (Auto Media Feeder), que estabiliza a passagem dos papéis transfer pela máquina.

A impressora também vem com a MAPS4 (Mimaki Advanced Pass System 4), tecnologia que evita o surgimento de bandings pois suaviza a impressão ao reduzir o número de gotas disparadas.

Fonte: Mimaki



Cambea 9 terá nova dinâmica

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/01/2019
Campeonato será realizado dentro da Fespa Brasil 2019

Campeonato será realizado dentro da Fespa Brasil 2019

A nona edição do Cambea (Campeonato Brasileiro de Envelopamento Automotivo) reunirá dentro da Fespa Brasil 2019, entre os dias 20 e 23 de março, em São Paulo, a comunidade de envelopamento para quatro dias de competição e troca de experiências. Nesse ano, a disputa terá duas etapas classificatórias, a semifinal e a final. O vencedor terá a oportunidade de participar do World Wrap Masters Series, que ocorrerá em maio, na Alemanha.

Na etapa classificatória, o competidor terá uma hora e meia para envelopar uma lateral e um capô de um carro. Outra novidade do Cambea 9 é a inserção da semifinal (com seis equipes) no terceiro dia (sexta-feira). Apenas três disputarão a grande no dia 23 de março (sábado), com a missão de envelopar todo o carro em cinco horas.

O Cambea também é o momento de reunir profissionais, trocar experiência, aprender e festejar. Por isso, há modalidades como a Cambea Fast, cuja missão é envelopar o capô de um carro no menor tempo possível. O recorde atual pertence a Calebe San Martins, com o tempo de 3min42s.

A Alltak, idealizadora do Cambea, também trará o holandês Joffrey Van Der Jagt, da ProWrap, que estará no evento para transformar carros em obras de arte.

As inscrições para o Cambea Pro (Profissional) estão abertas. Para as demais provas, o participante se inscrições durante o próprio evento.

Fonte: Fespa Brasil