Nova impressora HP Latex 2700

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2022
Equipamento tem 3,4m de largura

Equipamento tem 3,4m de largura

A HP anunciou um novo modelo de impressora látex de grande formato. Trata-se da HP Latex 2700, com 3,2m de largura e cabeças duplas simétricas, capaz de rodar na velocidade de 89m2/h.

Com limpeza automática das cabeças, a impressora estampa aplicações de sinalização e decoração, em filmes finos, vinis e papéis.

A versão “W” da impressora vem com tinta branca e pode rodar na velocidade de até 54m2/h, para aplicações em mídias coloridas e transparentes. O equipamento conta com um sistema de recirculação de tinta que pode ser armazenado em uma câmara rotativa off-line.

A HP Latex 2700 emprega tinta HP Latex de quarta geração, com os selos UL ECOLOGO UL, GREENGUARD GOLD e Toy Safety. Além disso, seus cartuchos são compostos por papelão reciclado.

Os usuários da HP Latex 2700 podem escolher entre dois planos (Basic e Plus) de soluções de software sob medida para as necessidades dos negócios. Entre eles, estão:

  • Print Beat Live Production: oferece uma visão em tempo real de todos os trabalhos das impressoras;
  • Print Beat Jobs API: monita impressoras, automatiza processos e combina com outros dados operacionais para insights de negócios;
  • HP Learn: plataforma de aprendizagem digital com módulos de treinamento gratuitos;
  • Centro de serviços aprimorado: solução de problemas para melhorar o tempo das atividades das impressoras.

Fointe: HP



Como aplicar vinil jateado em vidros

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/05/2021
A seco ou úmida: conheça as técnicas

A seco ou úmida: conheça as técnicas

Os vinis com efeito jateado são extremamente populares em projetos de decoração e comunicação visual em vidros. Embora fáceis de serem colados, é justamente na hora da instalação que os aplicadores padecem da dúvida: “Qual método devo usar: a seco ou molhado?” O instrutor técnico da Imprimax, Wagner Oliveira, responde: “Se a mídia tiver, aproximadamente, 1m de largura, é melhor aplicar a seco, porque assim é possível ter o controle do adesivo. Se a película for maior, tiver 1,2m ou 1,5m, é recomendado fazer molhado”.

Depois de definir o método de aplicação, é preciso limpar o vidro. Para tanto, o instrutor da Imprimax recomenda, primeiro, tatear e sentir a superfície onde a mídia será colada. Nesse caso, aspereza significa sujeira, que deve ser eliminada com uma lixa especial. A etapa seguinte é passar um pano com álcool isopropílico por toda a área do vidro, tanto do lado interno quanto do externo, para eliminar qualquer vestígio de sujeira que possa atrapalhar a instalação.

Outro cuidado é com as rebarbas de silicone que veda o vidro. Elas devem ser retiradas com estilete. Depois, recomenda-se a toda a área seja revestida com um primer especial, para melhorar a aderência do vinil por toda a região.

A seco

O primeiro passo é posicionar a peça. Trave a folha com adesivos e destaque 10cm de vinil. Dobre o liner e então inicie a aplicação, sempre espatulando do centro para as lateriais, empurrando o ar para fora e evitando a criação de bolhas. Não retire o liner de uma só vez. Ele deve ser destacado aos poucos, até a conclusão da instalação.

Dica importante: o feltro que encobre a espátula não pode ter nenhuma imperfeição. Um furo, por exemplo, pode criar canaletas de ar no vinil aplicado.

Úmida

Prepare a composição: use 10 gotas de sabão para 1 litro de água. Faça o teste antes de começar, para verificar se há um equilíbrio entre sabão e água. Então, molhe toda a superfície e posicione a mídia, com o liner virado para o aplicador. Retire o liner e, ao mesmo tempo, pulverize a solução. Espalhe a água (com as mãos) sobre toda a extensão da mídia. É importante que as mãos do aplicador estejam bem limpas. Vire a película, para que a parte do adesivo fique em contato com o vidro. Comece a espatulação de cima para baixo, empurrando a água para as laterais. Um rodo especial, em vez da espátula, pode ser utilizado nesse procedimento.

Dica importante: para o acabamento, recomenda-se o uso de uma régua, o que evita que o corte fique serrilhado. Para finalizar, passe um pano seco e elimine eventuais bolhas e imperfeições.

Prós e contras

Embora os dois métodos, se executados da maneira correta, confiram efeitos excelentes aos vidros cobertos, algumas imperfeições podem surgir. No caso da aplicação a seco, são marcas de espátula que aparecem imediatamente após a aplicação. No entanto, elas somem em poucos dias. Já no método úmido, indesejadas manchas brancas podem aparecer. Elas são causadas pelo contato da água com a cola e demoram um pouco mais para serem dissipadas.

Veja na prática como proceder com os métodos “a seco” e “molhado”:

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante nacional de películas adesivas

 



Fujifilm apresentará nova impressora Inca Onset na Fespa 2014

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/03/2014

Série Q da linha de impressoras Inca Onset será exibida na feira europeia

Série Q da linha de impressoras Inca Onset será exibida na feira europeia

A Fujifilm, fabricante de impressoras digitais, terá estande na Fespa Digital 2014 e exibirá a nova Inca Onset Q, equipamento de grande formato indicado para produções volumosas.

Os visitantes da feira europeia poderão ver a máquina em funcionamento e terão oportunidade de checar a alta produtividade da mais recente adição à linha Inca Onset (que já havia sido apresentada nos EUA).

A fabricante vai aproveitar o evento para lançar mais duas tintas digitais UV: a Uvijet OH (com alta adesão) e a Uvijet OL (de pouco odor e indicada para substratos corrugados, para a composição de displays e embalagens).

A Fujifilm também destacará a impressora industrial Uvistar Pro8, cuja nova versão emprega tinta branca.

Fonte: Image ReportsMag



Clicky