Aplicação de vinil adesivo: a seco ou úmida

Por Eduardo Yamashita em 27/06/2015

Conheça prós e contras de cada um dos métodos de aplicação

Conheça prós e contras de cada método

Na hora de adesivar vinis, em uma parede ou ao fazer o envelopamento de carros, os profissionais de instalação e aplicação deparam-se com uma dúvida elementar: usar método úmido ou a seco?

A diferença entre eles é a presença (ou não) de água, elemento cujo objetivo é criar uma "película" entre o adesivo (cola) e a superfície. A água diminui a aderência (tack) inicial do adesivo. Isso facilita a aplicação, pois o adesivo fica com menos área de contato com a superfície.

Na aplicação úmida, é possível reposicionar o vinil até que o aplicador encontre a posição correta da película. No método a seco, como a aderência é total, não é possível fazer o reposicionamento do vinil.

Cada método tem prós e contras, resumidos a seguir:

  Vantagens    Desvantagens
Aplicação úmida
- Baixa adesão do adesivo (cola) à superfície;
- Reposicionamento total do vinil;
- Facilidade nos encaixes entre vinis.
- Adesão inicial mais demorada;
- Elevado tempo de instalação (em função da secagem da água);
- Necessário ambiente adequado para trabalhos com água;
- Limitado a superfícies planas ou curvas simples.
Aplicação a seco
- Não precisa de tempo adicional antes do acabamento;
- Poder ser usado em qualquer superfície.
- Necessário uso de fitas de posicionamento da imagem;
- Alta aderência do adesivo (cola) à superfície;
- Difícil reposionamento.

 

A seco ou úmida

Uma pergunta bastante frequente é: Qual método devo utilizar? Para obter a resposta, você vai precisar saber o tipo de superfície sobre a qual será aplicado o vinil adesivo.

O método a seco é indicado para qualquer tipo de superfície. Já o úmido é indicado apenas para superfícies planas ou com curvaturas simples.

A diferença entre ambas é a aplicação de água

A diferença entre ambas é a aplicação de água

A pergunta seguinte é: Por quê? Porque, ao aplicar o método úmido em superfícies complexas (com curvaturas compostas e baixos relevos), não é possível remover toda a água utilizada no processo. Ou seja, o trabalho deixa resíduos entre o adesivo e a superfície, formando microbolhas de água — imperceptíveis após a aplicação.

Quando o vinil aplicado é submetido ao calor (do sol), as microbolhas levantam o vinil, que resseca com o tempo e acaba rompendo-se, causando estragos irrecuperáveis à imagem. Portanto, ao facilitar a aplicação, corre-se o risco de prejudicar todo o trabalho.

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

 

Texto originalmente publicado com exclusividade no InfoSign, no dia 27 de junho de 2013. Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis, envelopamentos de carro e comunicação visual.



SAi apresenta ferramentas web na Fespa 2013

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/06/2013

SAi tem aplicativo para gerenciamento remoto de produção

SAi tem aplicativo para gerenciamento remoto de produção

Durante a Fespa 2013, em Londres, a SA International (SAi), desenvolvedora de softwares gráficos, pretende apresentar, pela primeira vez em uma feira deste porte, soluções como a Cloud Web Window, que tem ferramentas como:

  • Relatórios de trabalho: fornece resumo do trabalho e análise;
  • Armazenamento em nuvem: para upload e arquivamento de trabalhos (para backup);
  • FlexiQuote: banco de dados, usado para criação de orçamentos.

A SAi também vai disponibilizar um aplicativo para smartphone, o SAi Cloud mobile app, que dá acesso remoto às informações de produção. O aplicativo é compatível com Android e iPhone.

Entre as demais soluções da SAi, destacam-se:

  • PixelBlaster: acompanha todas as fases da produção, como verificação de arquivos, gerenciamento de cores, impressão e acabamento;
  • SAi FlexiFAMILY: solução para qualquer tipo de birô, trabalha desde a concepção do arquivo digital ao acabamento, contando com um gerenciamento de tarefas;
  • RIP SAi PhotoPRINT: mais específico, para trabalhos com recorte eletrônico e impressão de grande formato.

Fonte: Graphic Display World



ColorJet destaca nova impressora UV em feira chinesa

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/03/2018
Verve Hybrid é impressora UV LED com sistema plano

Verve Hybrid é impressora UV LED com sistema plano

A ColorJet, fabricante indiana de impressoras digitais, participará da APPPEXPO, feira chinesa que ocorre entre os dias 28 e 31 de março. Entre as novidades que a empresa promete para o evento está a Verve Hybrid, impressora UV plana com sistema rolo a rolo incluso.

Com mesa de 3m × 1,8m, o equipamento pode trabalhar com mídias rígidas ou em rolos com largura de 3m.

Além de lançar a Verve Hybrid, a ColorJet apresentará a Vulcan, impressora UV rolo a rolo com 3,2m de largura, e o SoftJet Grand, equipamento que estampa diretamente em tecidos e emprega tintas dispersas à base d’água.

Smarth Bansal, gerente de produto da ColorJet, declarou: “Temos uma participação de 40% no mercado de impressão digital da Índia. Essa marca serve para dar mais confiança aos nossos compradores em vários outros países”.

Fonte: ColorJet