Projeto do banco Lloyds usa jogo e sinalização digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/12/2012

sinalização digital

Pagar as dívida ficou menos chato com a mídia digital preparada pelo Banco Llloyds

Ir ao banco nem sempre é uma atividade muito agradável, ainda mais se for para conferir uma conta no vermelho ou pagar dívidas. Talvez pensando nisso, o banco Lloyds TSB, na Inglaterra, resolveu inovar — e passou a oferecer um serviço (multiplataforma) no qual os clientes brincam, jogam e interagem antes de começar os seus chatos afazeres bancários.

Chamada "Sidecar Grand Prix", a novidade é um joguinho no qual o usuário comanda um veículo por meio de recursos touchscreen. Durante o trajeto, vai recolhendo ícones relacionados aos serviços oferecidos pelo banco. Depois de coletar os itens, ao final do game, o jogador é convidado a uma visita ao caixa mais próximo ou para o site da instituição.

Acessível também pelo smartphone, a campanha foi parar em algumas mídias out of home (de sinalização digital): telas de LCD localizadas em pontos específicos. "Atualmente, experiências interativas também podem ser exploradas fora de casa, aproveitando recursos da tecnologia digital", afirmou Dan Dawson, diretor da Grand Visual, empresa que executou o projeto. "Sabemos, por experiência própria, o quanto isso pode ser divertido. Por isso, queremos oferecer uma experiência marcante e mais acessível", concluiu Dawson.

sinalização digital

Gamer controla o motorista usando tela touchscreen

Fontes: Grand Visual e Output Mag. Texto: InfoSign



Epson anuncia investimento em novas linhas de cabeças de impressão

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/06/2013

Epson faz investimento para ampliar a fabricação de cabeças de impressão

Epson faz investimento para ampliar a fabricação de cabeças de impressão

No Japão, a Seiko Epson Corporation investiu aproximadamente 16 bilhões de ienes (algo em torno de 164 milhões de dólares) em duas novas linhas de cabeças de impressão. As novidades devem chegar ao mercado no próximo semestre.

De acordo com a marca, os investimentos feitos nos últimos três anos resultaram em uma série de tecnologias capazes de atender às novas exigências de produção.

As novas cabeças possuem um design aperfeiçoado, que auxilia a automatização dos processos nas linhas de montagem.

"Nossa visão corporativa apela para a expansão do negócio de impressoras a jato de tinta, e as novas linhas de produção representam um elemento essencial nesses planos", disse Motonori Okumura, diretor executivo e gerente administrativo.

"Daqui para frente, a Epson vai aumentar a sua competitividade, expandindo o uso das novas cabeças de impressão", concluiu Okumura.

Fonte: Epson



Anajet lança camisetas pretas pré-tratadas para impressão direta

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/11/2014

Peças escuras com pré-tratamento garantem um processo com melhores resultados

Peças escuras com pré-tratamento garantem um processo com melhores resultados

A AnaJet, fabricante de equipamentos para impressão direta em camisetas, anunciou o lançamento de camisetas pretas com pré-tratamento. Segundo a empresa, ao comprar as peças, é possível economizar tempo e obter resultados consistentes na produção.

A AnaJet já oferecia o kit de pré-tratamento de camisetas a fim de prepará-las para a impressão direta. O processo, que envolve uma série de químicos e equipamentos de spray, ainda continua em alta entre os clientes da empresa. Porém, segundo a fabricante, muitos deles começaram a pedir soluções mais fáceis de lidar. Baseada nessa demanda, a Anajet passou a vender camisetas pré-tratadas.

A empresa também lançou a Spectrum, tinta mais barata e compatível com impressoras mPower. O material possui as mesmas propriedades da tinta antecessora, a PowerBright.

Além disso, a empresa anunciou a versão 3.0 do AnaRIP, software que inclui novas funcionalidades de rede e criação de perfis ICC, que melhoram a saturação de tinta e reproduzem gradientes mais suaves.

Fonte: My Print Resource