Mimaki lançará impressora UV mais acessível (JFX200-2513)

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/10/2013

A Mimaki, fabricante japonesa de impressoras digitais, prometeu para dezembro de 2013 o lançamento da JFX200-2513, impressora UV que, segundo a empresa, terá um preço mais acessível. Indicada para birôs e gráficas digitais, a máquina será distribuída para a Europa, Ásia e Américas. O valor da impressora ainda não foi divulgado. A fabricante garante que o equipamento apresenta uma série de qualidades técnicas, como o sistema de cura UV LED, cujas tintas (vendidas em frascos de 1 litro) geram poucos componentes orgânicos voláteis. Isso porque, para curar, elas não precisam de raios UV de curto comprimento de onda, que geram ozônio. Também não requerem ventilação especial. Além disso, o LED tem vida útil muito maior do que as lâmpadas UV.

Mimaki JFX200-2513 equipamento recomendado para quem quer entrar no segmento de impressão UV

Mimaki JFX200-2513: equipamento recomendado para quem quer entrar no segmento de impressão UV

A nova JFX200-2513 possui mesa de impressão de 2,5m x 1,3m e permite a impressão de até 1,22m x 2,44m, em materiais com espessura de até 50mm. Para a preparação e carregamento dos substratos, a impressora conta com um sistema de alinhamento de mídias.

Segundo a Mimaki, outro diferencial da máquina é o design, que foi projetado para que os principais dispositivos (painel, válvulas de vácuo e sistema de abastecimento de tinta) localizem-se na frente do equipamento. Assim, a maioria das operações (alteração de substratos, mudança de vácuo e substituição dos frascos de tinta) pode ser realizada por meio das funções colocadas na parte frontal da máquina.

A impressora vem equipada com a tecnologia MAPS II (Mimaki Advanced Pass System II), que ajuda a reduzir problemas de banding, pois dispersa melhor as gotas de tinta durante as passadas. A JFX200-2513 também poderá fazer impressões com pontos variáveis (três tamanhos diferentes), o que permite a reprodução de imagens com qualidade mais refinada.

Especificações técnicas
Cabeça de impressão Piezoelétrica
Área máxima de impressão 2,5m x 1,3m
Velocidade de impressão Número de cores 4 (CMYK) 4 (CMYK) + branco
Modo: alta velocidade 25m2/h 12,5m2/h
Modo: padrão 15m2/h 6m2/h
Modo: alta qualidade 7m2/h 2m2/h
Tinta Sistema de alimentação Frasco de 1 litro
Circulação de tinta MCT (Mimaki Circulation Technology, Tecnologia de Circulação da Mimaki); usada apenas para a tinta branca
Mídia Tamanho 2,5m x 1,3m

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Mimaki



Cobertura Fespa Brasil 2013 – Parte 4: visitação, congresso e campeonato de envelopamento

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 25/03/2013

13.184 visitantes únicos estiveram na Fespa Brasil 2013

13.184 visitantes únicos estiveram na Fespa Brasil 2013

Entre os dias 13 e 16 de março, ocorreu em São Paulo a Fespa Brasil 2013. Durante este período, foram apresentados lançamentos e produtos de fabricantes e fornecedores especializados em comunicação visual e impressão digital.

Estreando no país, o evento obteve números surpreendentes. Ao todo, a feira contou com 13.184 visitantes únicos (pessoas diferentes) que puderam conferir 231 marcas em 112 estandes. Estima-se que nos quatro dias de evento, as marcas tenham fechado negócios que, somados, chegam aos 120 milhões de reais.

Leia também as demais partes dessa cobertura:
1ª: impressoras (grande formato)
2ª: routers, máquinas a laser e mesas de corte
3ª: sublimação, tintas, substratos e softwares
 

Sucesso no Brasil

Realizada pela primeira vez em solo brasileiro, a Fespa foi além das expectativas dos expositores, que se impressionaram com os resultados do evento. Com isso, muitos já aguardam ansiosos pela próxima feira, prevista para março de 2015.

"A edição brasileira foi um dos mais impressionantes lançamentos que a Fespa já realizou. Estou muito animado com o futuro do evento", declarou Neil Felton, diretor de feiras da Fespa internacional.

Corredores e estandes estiverem sempre cheios durante os quatro dias de evento

Corredores e estandes estiveram sempre cheios durante os quatro dias de evento

Wrap Cup: campeonato de envelopamento de carros

Durante a feira, também ocorreu o Wrap Cup, campeonato de envelopamento que teve como vencedor o aplicador Jefferson Pimenta. Com o feito, ele ganhou o direito de disputar a competição mundial, na Fespa de Londres, que será em junho. Da competição, participaram envelopadores de várias partes do país, além de um competidor da Suíça.

O Wrap Cup teve início na quarta-feira (13) e foi encerrado na sexta-feira (15), nomeando os três finalistas: Jefferson Pimenta, Eduardo Satbel e Wagner Saragoz, nesta ordem.

Disputa acirrada: envelopadores competiram por uma vaga em campeonato internacional

Disputa acirrada: envelopadores competiram por uma vaga na edição londrina do Wrap Cup

"Estava muito ansioso, pensando se fiz um bom trabalho", comentou Pimenta ao saber do resultado. Seu foco agora é a competição internacional. "Vou treinar, pesquisar como é a aplicação lá fora e os materiais utilizados. Vou mostrar meu trabalho para ter a honra e o prazer de trazer o título para o Brasil", comentou.

Adriano Medeiros, organizador e um dos juízes da competição, também comemorou o sucesso do evento: "Para mim, foi fundamental a internacionalização dos nossos profissionais. A Fespa contribui muito pra isso, marcando presença no Brasil. Destaco também as regras e juízes do evento, que fizeram com que tivéssemos um show seguro, introduzindo o uso de EPIs".

Tendo a 3M, a Fotolia, a Imidia e a PixelDots como patrocinadoras, foi a primeira edição realizada no Brasil.

Jefferson Pimenta (de camiseta vermelha) foi o primeiro vencedor do Wrap Cup no Brasil

Jefferson Pimenta (de camiseta vermelha) foi o primeiro vencedor do Wrap Cup no Brasil

Congresso Internacional

Outra grande atração da feira, o congresso, realizado durante os quatro dias do evento, reuniu profissionais renomados de diversas áreas do setor.

No auditório, os participantes puderam conferir uma série de dicas e ensinamentos sobre Photoshop, fotografia, manipulação de imagens, produtividade, lucratividade, empreendedorismo, qualidade de imagens, estamparia digital, economia de substratos, impressão UV, entre outros temas.

Congresso gratuito teve programação bem diversificada

Congresso gratuito teve programação bem diversificada

"Durante a palestra, foi possível perceber que a Fespa Brasil reuniu um público muito direcionado, tomador de decisão. Essa qualidade de público é fundamental", pontuou Ricardo Pi Martin Vieira, gerente comercial da Océ que ministrou a palestra "Desafios da Era UV".

Fonte: Fespa Brasil



Australiano vence competição Wrap Like a King 2017

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/11/2017
O trabalho Lei’d Low, inscrito por Nick Caminiti, foi o campeão do Wrap Like a King 2017

O trabalho Lei’d Low, inscrito por Nick Caminiti, foi o campeão do Wrap Like a King 2017

A Avery Dennison anunciou o campeão do Wrap Like a King 2017, competição internacional de envelopamento de carros. O vencedor é o australiano Nick Caminiti, responsável pela inscrição do trabalho Lei’d Low, realizado no Exotic Graphix, birô que também venceu o campeonato em 2016.

Caminiti, que competiu com 159 profissionais de 19 países, declarou: “Ganhar pelo segundo ano consecutivo é um sentimento incrível, e estamos verdadeiramente honrados pelo título de King of the Wrap World. Sabíamos que chamaríamos a atenção do mercado depois do nosso sucesso no ano passado, por isso nos esforçamos mais ainda para fazer um trabalho competente em 2017”.

Para o envelopamento do Lei’d Low, foram empregados vinis MPI 1105 e Supreme Wrapping Diamond Silver e o filme para laminação DOL 6460. O automóvel é um Volkswagen Beetle personalizado com temas de surfe havaiano e efeitos tridimensionais de madeira em relevo. Além do volante envelopado, o carro também tem viseira holográfica e rodas customizadas.

Nick Caminiti foi premiado na feira Sema 2017

Fonte: Wrap Like a King