Influência da temperatura na instalação de vinis adesivos

Por Eduardo Yamashita em 28/07/2015
Artigo técnico aborda a influência da temperatura na aplicação de vinis adesivos

Artigo técnico aborda a influência da temperatura na aplicação de vinis adesivos

Todo vinil adesivo sofre influência de temperatura. O frio extremo pode afetar o desempenho do filme de PVC e dificultar a instalação. Por outro lado, o calor extremo pode tornar o adesivo muito agressivo. Portanto, ao instalar imagens de vinil no Pará ou Rio Grande do Sul, em janeiro ou junho, é preciso enfrentar alguns desafios ambientais. Quais são os riscos? E como saber quando está muito frio para a instalação planejada?

Em ambientes muito frios

A baixa temperatura do ambiente ou da superfície reduz a plasticidade do filme de PVC, o que pode roubar sua capacidade de se conformar a uma superfície curva ou ligeiramente texturizada. No entanto, não haverá problema se a superfície de aplicação for lisa e plana. Em outras palavras, a elongação do filme de PVC diminui, deixando-o mais quebradiço.

Mas conformação é apenas parte do problema. O vinil mais conformável do mundo só vai ficar parado (adesivado) se o adesivo trabalhar. Em temperaturas abaixo da mínima, o adesivo torna-se tão frágil que não se molda à superfície. Se estiver perto da temperatura mínima da superfície, o filme pode aderir, mas não vai se relacionar bem o suficiente para tornar-se permanente. Isso poderia causar falha adesiva após a entrega ao cliente.

Qual a temperatura ideal para evitar o fracasso das aplicações? Depende. Cada vinil é diferente, mas em geral a temperatura mínima varia entre 4ºC e 7ºC para vinis cast e entre 8ºC e 10ºC para calandrados. Para ter certeza dos valores ideais, consulte sempre os dados publicados pelos fabricantes.

Falhas de aplicação podem acontecer caso não seja levada em consideração a temperatura como fator de influência durante a instalação de vinis adesivos
Falhas de aplicação podem acontecer caso não seja levada em consideração a temperatura como fator de influência durante a instalação de vinis adesivos

Intemperismo e armazenamento

Ao armazenar vinis em local separado do espaço de trabalho, é preciso adaptá-los à temperatura do ambiente antes da aplicação. Se estiver 22ºC em sua mesa e 3ºC na área de armazenamento, o vinil pode não estar pronto para o trabalho. Logo, será necessário aquecer a mídia para que fique entre 20ºC e 25ºC. Esse procedimento também é válido para fitas adesivas, filmes de laminação e outros materiais autoadesivos.

Entretanto, se o seu vinil está quente e será instalado em um veículo em uma garagem com a temperatura mais baixa, será necessário aquecer a superfície antes da instalação. A temperatura da superfície é tão importante quanto a do próprio vinil.

Lembre-se que, geralmente, leva alguns dias para o adesivo curar na superfície. Então, se você tem de instalar vinis em clima frio, faça-o em local climatizado. Além disso, tente organizar o ambiente para manter a superfície recém-decorada ou o veículo por alguns dias (mínimo de dois dias) descansando antes de liberá-lo para o cliente.

Agora você sabe que “depende” é a resposta para a questão “é quente o suficiente para instalar o vinil?”.

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos
Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos



Fespa Brasil cresce em espaço e público

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/11/2014

Fespa Brasil 2015 ocorre entre os dias 18 e 21 de março

Fespa Brasil 2015 ocorre entre os dias 18 e 21 de março

Oportunidade única para fazer negócios e se atualizar, a Fespa Brasil 2015 já possui 80% de seu espaço de exposição comercializado. Isso significa que um número bem expressivo de expositores está garantido na feira, que acontecerá entre os dias 18 e 21 de março, no Pavilhão Branco do Expo Center Norte, São Paulo.

A APS, organizadora do evento, também informou que o número de pré-inscrições é 45% maior que as realizadas no mesmo período em 2012, ano que antecedeu a primeira edição da Fespa Brasil. Ainda de acordo com a organização, os números positivos são fruto de um trabalho intenso de promoção e divulgação tanto da feira quanto dos expositores.

Além da exposição, ocorrerão diversos eventos paralelos, como a segunda edição da Wrap Cup, campeonato de envelopamento de veículos, e O Congresso Internacional de Comunicação Visual e Impressão Digital (saiba como foram as edições anteriores destes eventos).

Fonte: Fespa Brasil



Alphaprint fecha parceria com Kornit Digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/01/2017
Acordo visa expandir linha de impressão digital têxtil da Alphaprint

Acordo visa expandir linha de impressão digital têxtil da Alphaprint

Desde janeiro, a Alphaprint, fornecedora nacional de insumos e impressoras digitais, passou a distribuir equipamentos da Kornit, fabricante de máquinas para estamparia têxtil.

Segundo a empresa, as máquinas da Kornit imprimem diretamente nos mídias e são capazes de estampar em qualquer tipo de tecido sem precisar trocar o tipo de tinta, o que pode reduzir custos. Os equipamentos são indicados como ferramentas de produção em escala industrial e possuem interface amigável e de fácil operação.

Entre os clientes da Kornit estão empresas como Nike, Billabong, Gucci, Quicksilver, Adidas, Colcci, Disney, Dolce & Gabanna, Gap, Carolina Herrera, Zara e Versace.

Cássio Rodrigues, gerente de produtos da linha têxtil da Alphaprint, declarou: “Estamos entrando em um novo segmento, que agora ganhou um departamento focado em impressão têxtil. Além da qualidade dos equipamentos, há o know-how da Alphaprint para promover a expansão desse mercado, que continua a crescer mesmo na crise econômica atual”.

Fonte: Alphaprint