Expositores começam a se preparar para a feira Serigrafia Sign 2017

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/03/2017
Projeções de retomada da economia animam empresários para o segundo semestre, quando ocorre o evento

Projeções de retomada da economia animam empresários para o segundo semestre, quando ocorre o evento

No ano de 2017, mesmo timidamente, tanto a economia do país quanto os negócios do mercado de sinalização e impressão digital têm se recuperado e voltado a crescer. E o Brasil tem reunido as condições necessárias para isso. Essa é a conclusão de um estudo divulgado recentemente pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e pelo The Conference Board (TCB). O material diz que o país registrou entre dezembro e janeiro alta de 2,8% no Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace), índice desenvolvido pelas entidades e que tenta prever o comportamento da economia.

Nesse contexto, empresários dos mercados de impressão e comunicação visual veem com otimismo as projeções positivas e enxergam boas oportunidades de negócios na Serigrafia Sign, feira que será realizada entre os dias 12 e 15 de julho, no Expo Center Norte.

Evelin Wanke, gerente de vendas da Epson, declarou: “A Serigrafia Sign tem bastante sinergia com o propósito da Epson de atuar em diversos mercados, porque consegue trazer públicos diferenciados. Temos as maiores expectativas de resultado para 2017, e estamos muitos otimistas, principalmente a partir do segundo semestre, em que a economia promete se recuperar”.

Anderson Clayton, diretor de desenvolvimento de negócios da Roland DG, tem visão parecida: “A exposição nos traz um público diferenciado, difícil de encontrar em outros eventos. Para 2017, temos ótimas expectativas, porque acreditamos que será um ano melhor. Estamos trabalhando para superar esse cenário, nos reestruturando e buscando novas oportunidades. Trabalhamos em conjunto com a Informa Exibitions e outros parceiros do mercado pensando em como trazer as melhores ideias para os nossos clientes”.

Fonte: Informa Exibitions



Case: impressão digital como ferramenta de estilista renomado

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/12/2015
Ronaldo Fraga emprega tecnologias da Metalnox para desenvolver coleção surpreendente

Ronaldo Fraga emprega tecnologias da Metalnox para desenvolver coleção surpreendente

Na edição 2015 do São Paulo Fashion Week, o estilista Ronaldo Fraga surpreendeu ao exibir a coleção “E por falar em amor”, que revelou ao público camisolas, saias e casacos unissex criados com tecidos naturais (algodão e seda) e sintéticos (poliéster).

As estampas da coleção também foram uma inovação no mercado da moda. Isso porque todas foram desenvolvidas a partir de tecnologia de estamparia digital, mais especificamente da impressora Evox MTX 8, da Metalnox Digital. O equipamento permite estampar tecidos com composição mínima de 50% algodão, além de estampar sobre bolsos, costuras e outras superfícies irregulares, o que possibilita criações de coleções exclusivas.

Outro processo utilizado por Ronaldo foi a sublimação. O estilista contou com a ePrint MTX Strong, impressora sublimática capaz de produzir na velocidade de 150m2/h. Com ela, é possível estampar tecidos sintéticos com leveza, toque suave e alta qualidade de cores e efeitos.

O casamento entre a criatividade de Ronaldo Fraga e a tecnologia da Metalnox foi capaz de criar novos conceitos e descomplicar o processo produtivo. Isso mostra como é possível falar de sentimentos e traduzi-los, como comentou Ronaldo: “O que tem como efeito o mais importante: imprimir a leveza de uma pluma ao peso da existência”.

Fonte: Metalnox



Durst lança impressora Gamma XD

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/09/2014

Gamma XD será apresentada na feira Tecnargilla 2014

Gamma XD será apresentada na feira Tecnargilla 2014

A Durst, fabricante de impressoras digitais, anunciou o lançamento da Gamma XD, série de equipamentos inkjet para o segmento cerâmico. A linha será apresentada durante a Tecnargilla 2014, feira que ocorre de 22 a 26 de setembro, em Rimini, Itália. A impressora está disponível em dois modelos: Gamma 98 XD e 148 XD, com larguras de 956mm e 1403mm, respectivamente.

Segundo a empresa, o equipamento pode ter até oito cores e incorpora a Adaptive Dot Placement, tecnologia que otimiza a aplicação dos pontos impressos e elimina os "steps" que prejudicam a qualidade visual do produto. Além disso, a máquina trabalha na resolução de 300 x 1000dpi.

O design da impressora facilita a troca das cabeças de impressão, diminuindo o tempo de parada do equipamento. As cabeças contam com sistema contínuo e automático de limpeza, para evitar entupimentos e permitir produção ininterrupta.

A Gamma XD também possui sistema de leitura e escaneamento da espessura da mídia, evitando erros e paradas, além de contar com sistema de gerenciamento e correção de cores.

Fonte: Durst