Durst Brasil fecha 2018 com crescimento de 32%

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/02/2019
Foi o melhor ano da empresa no país

Foi o melhor ano da empresa no país

A filial brasileira da Durst, fabricante de impressoras digitais, anunciou um crescimento de 32% em seu faturamento em 2018 (em relação ao ano-base de 2017). Trata-se do melhor ano da empresa no país, e mais de 30 milhões de reais em máquinas comercializadas no período.

Em função do bom desempenho de 2018, a Durst Brasil está planejando fazer novos investimentos e lançar equipamentos em 2019. O primeiro anúncio é a chegada da P5, linha de impressoras digitais inkjet UV para comunicação visual. As máquinas vêm com sistema de impressão capaz de disparar gotas de tinta de 5 picolitros.

Ricardo Pi, diretor geral da Durst Brasil, declarou: “A Durst vem investindo fortemente em serviços. Teremos à disposição do cliente brasileiro o DPS, Durst Professional Services, que opera como uma nova empresa dentro do grupo e está focada em treinamentos e softwares. Gostaria de acrescentar, ainda, que o Repair Center continuará a receber investimentos. Trata-se do único centro de reparos de cabeças de impressão fora da sede da Durst na Itália. Hoje, ele permite a manutenção das cabeças das linhas Gamma e Rho. Em 2019”.

Fonte: Durst Brasil

Tags: Durst Brasil,


Como aplicar vinis adesivos em pisos

Por Eduardo Yamashita em 01/09/2015
Confira dicas para aplicar vinis adesivos em pisos

Confira dicas para aplicar vinis adesivos em pisos

A decoração de pisos é uma atividade em potencial para qualquer birô ou gráfica digital. Então por que não começar a oferecer esse tipo de serviço? A experiência em instalação de vinis e envelopamento de veículos certamente ajudará na execução de trabalho em pisos, que, no entanto, reserva algumas particularidades.

Por exemplo, se as bordas da película começam a levantar antes do término da vida útil do produto (que não é superior a seis meses), o trabalho deverá ser refeito. E por que as bordas levantam? Porque o piso não foi devidamente preparado antes da aplicação do vinil adesivo.

Assim, é melhor gastar alguns minutos para preparar a superfície do que ter de refazer o trabalho. Portanto, é importante saber como posicionar a imagem, como preparar a superfície e como instalar a imagem.

Onde posicionar a imagem

Antes da instalação, é preciso ter certeza de que o vinil vai aderir ao revestimento do piso, que pode ter superfície encerada, de concreto selado, mármore, azulejos de cerâmica ou madeira selada. Mas essa não é a única condição. A superfície do piso deve estar presa e em boas condições. Não adesive sobre peças soltas e irregulares. Além disso, a superfície deve estar protegida, sem reboco (rejunte) solto e livre de rachaduras e lascas. Também deve estar isenta de silicone, pois ele inibe a adesão do adesivo.

Certifique-se de que o piso está bem fixado. Isso porque revestimentos de assoalho colados irregularmente podem se soltar, o que resulta no levantamento prematuro da imagem. Além disso, o revestimento do assoalho pode sair com o vinil durante a retirada do material.

1
Por razões de segurança e para manter a integridade da imagem, é importante colocá-la numa área de trânsito moderado, longe das portas principais

É importante também ressaltar que a imagem fica escorregadia quando molhada. Portanto, é melhor escolher um local onde não chova.

Ao instalar a imagem em um armazém, as empilhadeiras e os motores de reboque podem comprometer a integridade da imagem por derramar óleo e sujeira de rastreamento sobre a película adesivada.

Antes da instalação, pergunte-se: Qual é o volume de tráfego de pés e quanto tempo a imagem deve durar? Imagens em piso de um estádio durarão e permanecerão vibrantes e sem levantar as bordas?

Isso depende de quantas pessoas caminharão sobre a imagem. Esse é o lado negativo. O lado positivo é que há muitos pisos e superfícies para adesivar com anúncios.

Preparação da superfície

Depois de determinar o local apropriado para a imagem, é necessário preparar a superfície para a aplicação do vinil autoadesivo. Caso contrário, a durabilidade da imagem poderá ser comprometida. Em suma, a superfície de aplicação deve estar limpa, lisa e seca.

Limpeza do piso

Em primeiro lugar, pulverize a área onde a imagem será aplicada. Use uma solução com 20 gotas de detergente por litro de água. Não use sabonetes ou detergentes enzimáticos. Limpe a área e, em seguida, limpe uma área 20cm maior do que a imagem total.

Depois, limpe novamente. Com o chão limpo, seque-o com um papel toalha que não solte fiapos. Certifique-se de remover toda a poeira sem deixar sujeira em seu rastro.

Para obter o resultado desejado, é imprescindível limpar corretamente o piso antes da adesivação

Remoção de óleo e graxa

É preciso enfatizar: é necessário limpar o chão com uma toalha de papel sem fiapos umedecida e álcool que não contenha loções ou aromas. O álcool isopropílico é o melhor - não utilize álcool em gel.

Para evitar deixar resíduos, limpe a superfície completamente seca com uma toalha de papel sem fiapos antes de evaporar o álcool.

A superfície brilhante é melhor, mas nem sempre será possível trabalhar com esse tipo de superfície.

Antes de trabalhar com pisos pintados, realize um teste para ter certeza de que a tinta do chão não será removida caso o vinil seja reposicionado ou retirado. Considere o seguinte: a maioria das imagens de piso tem adesivo permanente, que é extremamente agressivo.

Armado com essas informações, você muito provavelmente obterá uma instalação bem-sucedida. Uma dica final: sempre preste muita atenção às orientações específicas dos fabricantes dos vinis. Alguns requisitos adicionais podem fazer grande diferença na aplicação final.

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual
Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

 



Drytac lança mídia indoor ReTac 75

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/10/2014

ReTac 75 é compatível com impressão látex, solvente e UV

ReTac 75 é compatível com impressão látex, solvente e UV

A filial europeia da Drytac, fabricante de mídias para impressão digital, anunciou o ReTac 75, substrato para aplicações indoor. O material é composto por filme de PVC polimérico branco revestido, adesivo reposicionável com baixo tack e liner de papel kraft.

Disponível em rolos de 1370mm x 50m, a mídia adere a praticamente qualquer superfície, sem danificá-la. Pode ser reposicionada várias vezes sem perder adesão e não deixa resíduos ao ser removida.

O filme é compatível com impressão látex, solvente, ecossolvente e UV. Depois de impresso, pode ser instalado, reposicionado e removido de superfícies como concreto, muros, paredes rebocadas, vidros, superfícies pintadas, revestimentos de PVC, telhas cerâmicas, entre outras.

Steve Broad, diretor comercial da Drytac Europe, comentou: "O ReTac 75 é uma excelente adição ao nosso portfólio de produtos. Ao contrário dos adesivos removíveis, o Retac 75 tem uma nova tecnologia de adesivo que não muda de padrão de resistência ao longo do tempo".

Fonte: Drytac