Dicas para comprar o vinil adesivo correto para trabalhos de sinalização e comunicação visual

Por Eduardo Yamashita em 11/05/2015

O vinil adesivo oferece muitas vantagens. Na decoração ou no envelopamento de veículos, por exemplo, a película dá a oportunidade de sinalizar e comunicar sem danificar a superfície do carro ou da parede. Além disso, pode-se trocar essa comunicação em pouco tempo, prescindindo de materiais permanentes, como as tintas. Portanto, trata-se de uma estratégia acessível e de ótimo custo-benefício.

Saiba o que você precisa saber para escolher o vinil adequado para as suas produções

Veja o que você precisa saber para escolher o vinil adequado para as suas produções

Tipos de vinis adesivos

Em primeiro lugar, saiba que há vários tipos de películas adesivas. Elas podem ser classificadas conforme o PVC, adesivo ou liner:

PVC:

- Fabricação: cast, calandrado monomérico ou calandrado polimérico;
- Propriedade óptica: opaco, translúcido, transparente ou cristal;
- Acabamento: brilhante, fosco, semibrilhante ou semifosco.

Adesivo:

- Borracha;
- Acrílico: à base de solvente ou à base d’água (permanente, removível, reposicionável).

Liner:

- Sintético;
- Papel sem tratamento;
- Papel com tratamento sintético.

Essas características técnicas determinam o desempenho dos vinis:

- Calandrado x cast: espessura, aplicação e durabilidade;
- Monomérico x polimérico: durabilidade;
- Opaco x transparente x translúcido x cristal: passagem de luz;
- Brilhante x fosco x semifosco x semibrilhante: acabamento superficial;
- Adesivo de borracha x adesivo acrílico: durabilidade;
- Adesivo à base d’água x adesivo à base de solvente: durabilidade;
- Permenente x reposicionável x removível: adesão inicial e final;
- Liner: estabilidade.

Vinil cast e vinil calandrado

Aplicação: o cast pode ser aplicado em todos os tipos de superfícies (planas, curvas simples, curvas compostas, corrugadas, sem ou com rebites). Já o calandrado é limitado a superfícies planas e curvas simples.

Produção: o calandrado é produzido em calandras. O cast é confeccionado em equipamentos parecidos com os que fazem cobrimentos de materiais líquidos. Veja detalhes da produção de ambos os processos nesse outro artigo.

Custos de fabricação: as tecnologias e matérias-primas empregadas na fabricação do cast aumentam o custo do vinil. Portanto o cast é mais caro que o calandrado.

Características:

- Espessura: o cast é mais fino, ao passo que o calandrado é mais espesso;

- Flexibilidade: o cast é mais flexível, enquanto que o calandrado é mais rígido;

- Memória elástica: o calandrado tem mais memória;

- Durabilidade: as matérias-primas utilizadas nos filmes calandrados não proporcionam performances tão boas quanto às dos cast. Os filmes cast têm excelente durabilidade.

Saiba quando escolher entre o vinil cast e o calandrado

Saiba quando escolher entre o vinil cast e o calandrado

Na hora de escolher

Em primeiro lugar, você precisa entender o que o seu cliente precisa e deseja. Pergunte-se: qual é a durabilidade do projeto? Em qual superfície de aplicação ele será instalado? Qual é o processo de imagem que será utilizado? A escolha do vinil adesivo vai depender das respostas a essas questões.

Por exemplo, em superfícies de curvas simples ou planas, você pode utilizar qualquer filme. Mas as curvas complexas pedem vinis cast. Conhecer a durabilidade do projeto também é muito importante, pois os vinis calandrados têm menor desempenho que os cast.

No processamento da imagem, verifique a tecnologia utilizada: recorte eletrônico, impressão digital ou serigrafia. No caso da impressão solvente, a recomendação é que, depois de impresso, o material deve ser evaporado totalmente e, de preferência, muito rápido, para que a qualidade da película não se altere.

Assim, em trabalhos promocionais, deve-se usar vinis promocionais. Já trabalhos que exigem alta durabilidade, vão exigir películas de alta performance. Para aplicações em curvas complexas, use películas cast. Os backlits requerem películas translúcidas.

Na hora de comprar o vinil, atente-se aos seguintes itens:

- Procedência (fabricante);

- Validade (shelf life do produto);

- Boletim técnico (informações técnicas do produto);

- Garantia do produto;

- Suporte comercial e técnico.

 

***

Texto originalmente publicado com exclusividade no InfoSign, no dia 11 de maio de 2013.

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis, envelopamentos de carro e comunicação visual.



Curso de envelopamento de carro

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/01/2013
Imprimax promove novo curso de envelopamento de carro

Imprimax promove novo curso de envelopamento de carro

A Imprimax, fabricante nacional de películas adesivas, realizará um treinamento de aplicação de vinil adesivo e Power Revest (envelopamento líquido), nos dias 3 e 4 de junho, das 9h às 18h. O objetivo do curso é capacitar profissionais a trabalhar com envelopamento de carros. Nas aulas, tanto práticas quanto teóricas, serão apresentadas técnicas de aplicação e uso de materiais como vinis e Power Revest. O participante receberá:

certificado de participação do curso;

uma bobina de 25m x 1,22m de Gold Tuning;

¼ de Power Revest (lata);

maleta “kit adesivador”.

O curso ocorre na sede da Imprimax: Rua Karan Simão Racy, 49 - Km 11 da Via Anchieta - São Paulo. As vagas são limitadas e as inscrições vão até o dia 30 de maio. Para se inscrever, entre em contato com Vanessa Vitorino pelo e-mail: vanessa.vitorino@imprimax.com.br.



EFI sela parceria com Serilon

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/07/2015

Serilon passa a vender impressoras da linha Inkjet da EFI

Serilon passa a vender impressoras da linha Inkjet da EFI

A EFI, fabricante de soluções para impressão digital, fechou uma parceria com a Serilon, distribuidora do mercado de comunicação visual, que passará a comercializar equipamentos da linha Inkjet da EFI.

Carlos Henrique de Paula Leão, gerente de vendas da linha EFI Inkjet para Brasil e região Conesul, declarou: “A qualidade do atendimento aos clientes brasileiros é uma busca constante da EFI. Estamos otimistas com essa parceria, que ampliará as oportunidades para a linha Inkjet no Brasil e a divulgação dos equipamentos Vutek, já consolidados no portfólio da EFI há 10 anos”.

Com sede em Londrina, no Paraná, a Serilon tem 32 unidades de negócios no país, que garantem atendimento em todo território nacional. A distribuidora possui um portfólio extenso de substratos e equipamentos para segmentos diversos, da sublimação ao artesanato.

Flávio Mazaro, diretor corporativo do Grupo Serilon, declarou: “Além da capilaridade nacional e força de vendas especializadas, a Serilon trabalha para oferecer produtos de alto valor agregado aos seus clientes. Com certeza, a EFI veio para somar ao nosso portfólio, com a fabricação de impressoras de alta tecnologia que oferecem versatilidade, qualidade e velocidade às impressões digitais”.

Fonte: EFI