Sinalização digital: BMW monta janela para o futuro

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 19/12/2012

Entre a Rua 42 e a Sexta Avenida, em frente ao Bryant Park, na cidade de Nova York (EUA), a BMW montou uma janela inteligente, que "refletia" o futuro dos carros que passavam em frente a ela.

A "BMW i Window Into The Near Future" (algo como "A janela BMW do Futuro Próximo") transformava digitalmente os veículos que passavam pela rua em carros-conceito BMW i3 (elétrico) e BMW i8 (híbrido).

Chamando a atenção até mesmo dos incautos, a sinalização digital usou películas adesivas e vários dispositivos de alta tecnologia: três câmeras, um aplicativo de rastreamento de carros, aparelhos para detecção de movimento e projeções de 80.000 lumens.

A janela também contava e mostrava a quantidade de carros que passavam. Em uma semana, 248.368 veículos foram transformados digitalmente.

O objetivo da ação foi apresentar a visão da fabricante alemã sobre o futuro sustentável da mobilidade. No vídeo da campanha (ver abaixo), a BMW mostra que, se todos os carros que passaram pela janela fossem realmente os veículos-modelo  (e elétricos), seriam economizados 493.507.216 dólares de gasolina, e haveria a redução de 1.324.919 toneladas de CO2 por ano.

Fonte: Digital Signage Today. Texto: InfoSign



Epson lança solução de impressão de grande formato frente e verso

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/05/2016
DJet 10000 será apresentada na Drupa 2016

DJet 10000 será apresentada na Drupa 2016

A Epson, desenvolvedora de tecnologias, estará presenta na Drupa 2016, feira que ocorre na Alemanha entre os dias 31 de maio e 10 de junho. No evento, a empresa promete lançar o DJet 10000, sistema de impressão frente e verso desenvolvido pela Digital Information, da Suíça.

Com 44 polegadas de largura e composto por duas impressoras Epson SureColor SC-P10000, o DJet 10000 foi desenvolvido para a produção rápida de displays e pequenas peças de comunicação, além de provas gráficas nos formatos B2 e B1, livros personalizados, folhetos e brochuras.

O DJet 10000 conecta duas impressoras SC-P10000 em sequência, de modo que cada uma imprime um lado do rolo de mídia. O sistema também inclui um circuito tampão entre as duas máquinas. Além disso, um software de controle personalizado adiciona códigos de identificação e posicionamento para cada trabalho. Eles são lidos pelas câmeras de vídeo e processados pelo software, que confirma o alinhamento do rolo impresso. O sistema corrige continuamente a posição da mídia, o que garante a alta precisão do registro. O software da DJet 10000 também suporta bitmap e formatos de arquivo diversos de uma variedade de fluxos de trabalho.

A impressora Epson SC-P10000, usada na DJet 10000, também será um lançamento da Drupa 2016. A máquina incorpora cabeças PrecisionCore MicroTFP e emprega o novo conjunto tintas UltraChrome Pro, composta por dez cores, entre elas Photo Black e Matte Black (de alta densidade), que são combinadas para proporcionar ampla variedade tonal.

Marc Boehmer, da Epson Europe, declarou: “O DJet 10000 é um sistema inteligente e versátil, que une qualidade e desempenho a um novo controle de imposição. Ele dá aos usuários a flexibilidade para produzir impressão frente e verso com precisão, para produzir provas de cor e outros produtos impressos de qualidade”.

Fonte: Epson



Fogra comprova que impressoras UV LED da EFI consomem menos energia

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/06/2014

Vutek GS3250LX foi a impressora da EFI testada pela Fogra

Vutek GS3250LX foi a impressora da EFI testada pela Fogra

A Fogra, associação alemã de tecnologia gráfica, realizou avaliações de consumo de energia em impressoras UV LED da EFI Vutek. Os teste mostraram que os equipamentos empregam 82% menos energia que máquinas de lâmpadas com arco de mercúrio (para cura de tinta).

Os testes da entidade concluíram que o modelo Vutek GS3250LX Pro consome 0,22 kW/m2, ao passo que uma impressora similar que usa lâmpadas convencionais consome 1,18 kW/m2.

No comparativo, os cálculos da Fogra, realizados por meio do método Energy Efficiency Project (Projeto de Uso Eficiente de Energia), demonstram que é possível economizar cerca de 16 mil euros por ano.

Scott Schinlever, gerente geral de soluções inkjet da EFI, comentou: "Embora tenhamos avaliado o consumo de energia durante o processo de desenvolvimento das nossas impressoras, os resultados da Fogra confirmam com imparcialidade essa característica dos equipamentos".

Fonte: EFI