Sinalização digital: BMW monta janela para o futuro

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 19/12/2012

Entre a Rua 42 e a Sexta Avenida, em frente ao Bryant Park, na cidade de Nova York (EUA), a BMW montou uma janela inteligente, que "refletia" o futuro dos carros que passavam em frente a ela.

A "BMW i Window Into The Near Future" (algo como "A janela BMW do Futuro Próximo") transformava digitalmente os veículos que passavam pela rua em carros-conceito BMW i3 (elétrico) e BMW i8 (híbrido).

Chamando a atenção até mesmo dos incautos, a sinalização digital usou películas adesivas e vários dispositivos de alta tecnologia: três câmeras, um aplicativo de rastreamento de carros, aparelhos para detecção de movimento e projeções de 80.000 lumens.

A janela também contava e mostrava a quantidade de carros que passavam. Em uma semana, 248.368 veículos foram transformados digitalmente.

O objetivo da ação foi apresentar a visão da fabricante alemã sobre o futuro sustentável da mobilidade. No vídeo da campanha (ver abaixo), a BMW mostra que, se todos os carros que passaram pela janela fossem realmente os veículos-modelo  (e elétricos), seriam economizados 493.507.216 dólares de gasolina, e haveria a redução de 1.324.919 toneladas de CO2 por ano.

Fonte: Digital Signage Today. Texto: InfoSign



Anajet lança camisetas pretas pré-tratadas para impressão direta

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/11/2014

Peças escuras com pré-tratamento garantem um processo com melhores resultados

Peças escuras com pré-tratamento garantem um processo com melhores resultados

A AnaJet, fabricante de equipamentos para impressão direta em camisetas, anunciou o lançamento de camisetas pretas com pré-tratamento. Segundo a empresa, ao comprar as peças, é possível economizar tempo e obter resultados consistentes na produção.

A AnaJet já oferecia o kit de pré-tratamento de camisetas a fim de prepará-las para a impressão direta. O processo, que envolve uma série de químicos e equipamentos de spray, ainda continua em alta entre os clientes da empresa. Porém, segundo a fabricante, muitos deles começaram a pedir soluções mais fáceis de lidar. Baseada nessa demanda, a Anajet passou a vender camisetas pré-tratadas.

A empresa também lançou a Spectrum, tinta mais barata e compatível com impressoras mPower. O material possui as mesmas propriedades da tinta antecessora, a PowerBright.

Além disso, a empresa anunciou a versão 3.0 do AnaRIP, software que inclui novas funcionalidades de rede e criação de perfis ICC, que melhoram a saturação de tinta e reproduzem gradientes mais suaves.

Fonte: My Print Resource



Impressora solvente GPT 190 é fabricada a partir de equipamento Mimaki

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/01/2013

A fornecedora britânica GPT (Graphic Printing Technologies) desenvolveu um equipamento de 1,9m de largura de impressão com base num modelo Mimaki. Trata-se da impressora solvente GPT 190, que trabalha com os seguintes modos de produção:

  • Banner: velocidade de 35m2/h, na resolução de 540 x 720dpi;
  • Velocidade padrão: 24m2/h, 540 x 1080dpi;
  • Alta qualidade: 15m2/h, 720 dpi x 1440dpi.

A impressora da GPT foi criada para oferecer maior velocidade de produção aos usuários, já que ela emprega duas cabeças de impressão. Stuart Cole, gerente geral da GPT, disse: "Muitos clientes solicitavam uma impressora com essas características".

Cole explicou também que o equipamento foi desenvolvido para birôs que gostariam de ter uma impressora solvente com largura de impressão acima de 1,6m.

A máquina tem como base uma impressora têxtil da Mimaki, portanto trabalha com o RIP RasterLink e tintas da fabricante japonesa. Ela também inclui aquecedores para acelerar a secagem da tinta solvente.

Os modelos 190 só podem ser comprados na GPT, que oferece dois anos de garantia. Como opcional, os compradores europeus da máquina podem obter um sistema de bulk ink, para maior economia de tinta.

GPT 190 é impressora moldada a partir de um modelo Mimaki

GPT 190 é impressora moldada a partir de modelo Mimaki

Fonte: PrintWeek. Texto: InfoSign