Sinalização digital: BMW monta janela para o futuro

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 19/12/2012

Entre a Rua 42 e a Sexta Avenida, em frente ao Bryant Park, na cidade de Nova York (EUA), a BMW montou uma janela inteligente, que "refletia" o futuro dos carros que passavam em frente a ela.

A "BMW i Window Into The Near Future" (algo como "A janela BMW do Futuro Próximo") transformava digitalmente os veículos que passavam pela rua em carros-conceito BMW i3 (elétrico) e BMW i8 (híbrido).

Chamando a atenção até mesmo dos incautos, a sinalização digital usou películas adesivas e vários dispositivos de alta tecnologia: três câmeras, um aplicativo de rastreamento de carros, aparelhos para detecção de movimento e projeções de 80.000 lumens.

A janela também contava e mostrava a quantidade de carros que passavam. Em uma semana, 248.368 veículos foram transformados digitalmente.

O objetivo da ação foi apresentar a visão da fabricante alemã sobre o futuro sustentável da mobilidade. No vídeo da campanha (ver abaixo), a BMW mostra que, se todos os carros que passaram pela janela fossem realmente os veículos-modelo  (e elétricos), seriam economizados 493.507.216 dólares de gasolina, e haveria a redução de 1.324.919 toneladas de CO2 por ano.

Fonte: Digital Signage Today. Texto: InfoSign



Vinil adesivo: como realizar instalações bem-sucedidas

Por Eduardo Yamashita em 28/04/2014

Para garantir a aplicação correta do vinil adesivo em carros, vans, caminhões e em qualquer superfície lisa não porosa, a recomendação é seguir os procedimentos descritos abaixo. Por meio deles, é possível obter a instalação profissional de imagens diversas, como nomes, logos e letras.

Etapa 1 – Limpeza da superfície

A melhor maneira de garantir a aplicação da imagem é preparar a superfície, deixando-a limpa. Esse procedimento é uma obrigação. Portanto, certifique-se de que a superfície está limpa e livre de graxa, óleo, insetos e piche. Observe também se ela está enferrujada ou lascada.

Verifique se o veículo foi pintado recentemente. Em caso positivo, antes de prosseguir com a instalação, confirme a recomendação do fabricante sobre o tempo de cura da tinta.

Para a limpeza da superfície, na maioria dos casos, é necessário atacá-la com um líquido de limpeza ou solvente apropriado. No mercado, há uma série de soluções de solventes projetadas para remover gordura e cera.

O segundo passo na limpeza da superfície é remover óleos e umidade restantes (inclusive a umidade escondida em emendas e rebites), que podem gerar falhas e prejudicar a instalação futuramente. Por fim, antes de começar a instalação, execute a limpeza da superfície com álcool isopropílico.

Um dos pontos vitais para a instalação perfeita de vinil é a limpeza correta da superfície

Um dos pontos fundamentais para a instalação perfeita de vinil é a limpeza correta da superfície

Etapa 2 – Controle do ambiente de trabalho

Para garantir a aplicação correta, realize a instalação do vinil adesivo em temperatura média (nem muito quente nem muito fria). Segundo especialistas, o ambiente ideal deve ficar entre 18ºC e 25ºC. O vinil até pode ser instalado em locais com temperaturas abaixo de 10ºC ou de até 35ºC. Porém certamente o aplicador terá muito mais dificuldade para trabalhar com as devidas propriedades do vinil.

Temperatura, umidade e luz solar podem afetar a instalação da imagem. A temperatura ideal varia conforme o instalador e o tipo (fabricante) de vinil. Enquanto alguns preferem 20ºC, outros preferem temperaturas mais baixas. Se estiver muito quente, o vinil pode aderir à superfície rápido demais, diminuindo o tempo para reposicionar a imagem.

A umidade muito alta pode amolecer o vinil e umedecer o suporte de papel (liner), o que torna a sua remoção mais difícil. A falta de umidade, no entanto, provoca a formação de bolhas, pois o vinil fica mais rígido, isso dificulta a espatulação.

Empregar aplicação úmida é uma das maneiras mais eficazes de lidar com o calor e a umidade. Ela resfria a superfície e permite ao instalador reposicionar o vinil antes que ele seja aplicado. Instaladores experientes preferem usar a técnica a seco, pois a úmida tende a ser mais demorada por exigir a remoção da água.

O controle das variáveis ambientais melhora as condições da aplicação do vinil adesivo

O controle das variáveis ambientais melhora as condições da aplicação do vinil adesivo

CUIDADO: O uso demasiado de sabão impedirá a adesão do vinil à superfície. Ele deve ser o suficiente para "quebrar" e suavizar a superfície da água. Lembre-se também que, quanto mais água você usar, mais água você terá de remover após a aplicação.

Evite empregar a técnica de instalação úmida nas seguintes condições:

  • Aplicação em rebites e emendas: levará muito tempo para que a água saia dessas áreas. A umidade por trás do vinil faz ele levantar com o tempo;
  • No inverno e em temperaturas mais frias: o tempo mais fresco retarda a evaporação da água.

A instalação de imagens impressas em vinil adesivo pode parecer difícil, mas com prática e paciência, vale a pena. O vinil é um meio barato de publicidade e oferece a capacidade de fazer alterações facilmente.

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

 



HP lança no Brasil impressoras látex das séries 500 e 1500

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/11/2016
Modelos de impressoras látex têm 1,6m ou 3,2m de largura

Modelos de impressoras látex têm 1,6m ou 3,2m de largura

A partir de novembro de 2016, a HP passa a vender no Brasil as impressoras látex das séries 500 e 1500. Indicadas para provedoras de serviços de impressão digital de grande formato, as máquinas haviam sido apresentadas ao mercado internacional em meados deste ano.

Renato Barbieri, diretor geral para as áreas de Artes Gráficas da HP Inc. para o Brasil, declarou: “Muitos clientes estão buscando soluções que possam suportar maiores volumes de produção e possibilitar o acesso a aplicações lucrativas. As impressoras HP Latex 500 e 1500 definem novos limiares de desempenho com um investimento inicial menor, ajudando os clientes a manter a produção interna e com os mesmos níveis de qualidade, inclusive durante os picos na demanda”.

Confira as principais características técnicas e produtivas dos novos equipamentos:

HP Latex 560 e 570

Com 1,6m de largura, as impressoras incluem um novo sistema de carregamento articulado e ajuste de inclinação automático, além de conter manuseio de rolos para uso intenso de até 55kg e sinalizador luminoso de status, para monitorar a produção em tempo real a distância.

Ambos os equipamentos podem trabalhar na velocidade de até 23m2/h (no modo de ambiente interno) e imprimir com alta saturação (em modos de impressão realista). Além disso, contam com um novo acessório de rolo limpador, para resultados de alta qualidade em banners e vinis adesivos de baixo custo.

As impressoras podem ser monitoradas por meio do HP Látex Mobile, que permite gerenciar os trabalhos remotamente, o que estimula a produção autônoma e fora do horário comercial.

HP Latex 1500

Baseada na HP Latex 3000, a HP Latex 1500 tem 3,2m de largura oferece uma solução mais robusta para empresas que produzem instalações de comunicação visual em ambientes internos e externos.

A impressora, que pode trabalhar na velocidade de até 74m2/h, emprega cabeças de impressão HP Thermal Inkjet de 1.200dpi e inclui espectrofotômetro e sensor de avanço de mídia óptico. Além disso, emprega cartuchos de tinta HP de 5 litros, servidor de impressão interno e sinalizador luminoso de status, que permite monitorar a produção de maneira rápida.

Para a HP Latex 1500, a fabricante oferece opcionais, como kit de dois rolos, facas em linha, kit de rolo para queda livre, kit dia e noite para frente e verso e kit coletor de tinta para substratos porosos.

Confira vídeo promocional sobre as impressoras:

Fonte: HP Brasil