Avery Dennison anuncia os juízes da competição Wrap Like a King 2014

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/06/2014

Conheça os sete juízes da competição de envelopamento promovida pela Avery

Conheça os sete juízes da competição de envelopamento promovida pela Avery

A Avery Dennison, fabricante de vinis adesivos, anunciou os sete profissionais que formarão o corpo de jurados do Wrap Like a King 2014, competição internacional de envelopamento de carros. Os seis juízes que participaram da edição de 2013 também avaliarão os trabalhos de 2014. Além deles, juntou-se ao júri o envelopador Justin Pate. Veja breve currículo dos avaliadores:

Ryan Friedlinghaus: fundador e CEO da West Coast Customs. Tem mais de 20 anos de experiência em customização de veículos.

Paul Roba: gerente técnico da filial norte-americana da Avery Dennison. Também gerencia os treinamentos de envelopamento de carros, certificação e programas de garantia da Avery Dennison.

Dan Marx: vice-presidente de mercados e tecnologias da SGIA e diretor da PDAA. Tem 20 anos de experiência no mercado de envelopamento de carros.

Kevin Putnam: designer e gerente de mídias sociais da West Coast Customs.

James "Ruggs" Kochevar: publisher das revistas Sign & Digital Graphics e Wraps.

Justin Pate: especialista e instrutor de envelopamento de veículos. Trabalha com a Avery Dennison em workshops e feiras.

Frank Defeo: diretor de marketing da CroftgateUSA. Esteve com o vencedor da competição promovida pela SEMA.

Para participar, o interessado deve acessar o site da competição. As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de setembro.

Fonte: Avery Dennison



Zünd anuncia novo software de workflow Prep Center

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/02/2016
Software da Zünd está disponível na Europa

Software da Zünd está disponível na Europa

A Zünd, fabricante de equipamentos para corte e acabamento, anunciou na Europa o Prep Center, software de fluxo de trabalho que pode ser integrado ao Zünd Cut Center, para criar arquivos prontos para produção.

Os operadores de mesas de corte Zünd poderão usar o programa para trabalhar com diversos tipos de camadas de impressão e corte em velocidades muito altas. Também será possível estimar o tempo de corte em função da integração com o software Zünd Cut Center.

O Prep Center cria hot folders para novos arquivos, alimentando-os no fluxo de trabalho, enquanto o editor integrado suporta deslocamentos e transformações. Além disso, ajustes podem ser feitos para a impressão final com os editores do painel. O software também possui configurações para sangria, recorte, vetorização, entre outras funções de acabamento.

Com o Prep Center é possível maximizar o uso dos substratos e reduzir o desperdício por meio da ferramenta True Shape Nesting, que permite duplicação inteligente e manuseio de mídia dupla face. Ela é capaz de inserir automaticamente pontos de registro para corte com a opção de adicionar metadados, como QR codes e códigos de barras.

O programa suporta JavaScript e extensões como PDF, EPS, AI, PSD, TIFF, DVI, BMP, PNG, JPEG e GIF. Além disso, cria arquivos PDF, EPS, ZCC, GTK, HPGL, AI e DXF.

Desenvolvido pela Grafitroniks, uma revendedora da Zünd na França, o Prep Center está disponível para Microsoft Windows, Mac OS X e GNU/Linux.

Fonte: Zünd



Estamparia digital têxtil na Mimaki Week

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/08/2015
Mimaki Week contou com palestras sobre o mercado de impressão digital

Mimaki Week contou com palestras sobre o mercado de impressão digital

Entre os dias 3 e 7 de agosto, na filial recifense da Mimaki Brasil, foi realizado o Mimaki Week, evento que reuniu clientes, empresários e técnicos para discutir a impressão digital em tecidos. Na ocasião, Marcelo Ribeiro, da Mimaki, ministrou a palestra “Estamparia Digital”, na qual foram apresentados processos de impressão em poliéster, algodão e poliamida, além de novas tecnologias para o ramo.

Além disso, foram apresentados equipamentos Mimaki (CJV150 e JV300) e atuações da impressão sublimática. Outro ponto frisado durante o evento foi a impressão em banners de tecidos, que estão substituindo banners de lonas.

Segundo Ribeiro, para a preparação da palestra, “foi necessário colocar em pauta dados da indústria têxtil nacional, compilando informações do setor em 2012, 2013 e 2014 e projeções para 2015. Mostramos também os polos têxteis brasileiros e mensuramos a capacidade produtiva de cada um”.

Tecnologias de impressão digital em tecidos

Na palestra apresentada na Mimaki Week, foram discriminadas as tecnologias de estamparia têxtil digital, que podem ser divididas em impressão direta (para bases naturais) e sublimação (normalmente utilizada para poliéster).

As bases naturais são estampadas com pastas (tintas) reativas ou ácidas. Para tanto, são necessários tratamentos prévios e posteriores realizados por meio de equipamentos como rama, lavadora, vaporizador, entre outros. São máquinas consolidadas que se encontram instaladas em muitas empresas do país.

A estamparia em tecidos com base sintética poliamida é realizada com impressão direta e pasta (tinta) ácida. Por reter calor, a poliamida exige processos mais complexos de estamparia. Porém, há empresas que adaptaram a sublimação para obter resultados aceitáveis nesse tipo de substrato.

Para o caso das bases sintéticas (PES), o processo é definitivamente mais simples e demanda impressão em papel e termotransferência (calandra ou prensa térmica). Trata-se de uma solução popular entre as estamparias brasileiras, que contam com uma grande variedade de bases PES, como PV, PA e bases mistas.

Fonte: Mimaki Brasil