Avião ganha envelopamento especial para divulgar filme O Hobbit

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 30/11/2012

envelopamento avião

Hobbits pegam carona no Boeing da Air New Zealand

Um dos aviões da companhia aérea Air New Zealand recebeu uma imensa adesivação para celebrar o lançamento do filme "The Hobbit: Unexpected Journey" — o primeiro de uma trilogia assinada por Peter Jackson.

A produção, gravada na Nova Zelândia, está contando com uma enorme publicidade mundo afora — e o Boeing 777-300ER faz parte desse projeto. "É maravilhoso ver uma imagem tão deslumbrante celebrando nosso filme em um dos aviões da companhia", exultou Jackson.

O "outdoor voador" deu tão certo que a empresa já planeja fazer um envelopamento similar para divulgar o segundo filme da série: "The Hobbit: The Desolation of Smau" (ainda sem tradução para o português).

envelopamento de avião

"Outdoor voador" divulga filme baseado na obra de Tolkien

Como foi o envelopamento

O birô neozelandês Admark, que já havia decorado aeronaves para a divulgação da trilogia "O Senhor dos Anéis", foi o responsável por imprimir e aplicar 830mde vinil no avião da Air New Zealand (com 73 metros de comprimento).

Laurie Pilling, diretora de marketing da Admark, disse que o projeto empregou 400 horas, 126 quilos de vinil adesivo e 28 pessoas, incluindo designers, impressores e adesivadores. O trabalho todo se resumiu em dividir a imagem gigantesca em várias partes, imprimi-las em películas e juntá-las na aplicação, realizada na cidade de Auckland.

O vinil usado no envelopamento foi especialmente desenvolvido pela 3M, testado pela Força Aérea dos Estados Unidos e aprovado pela Autoridade Federal de Aviação desse mesmo país. O material tem capacidade de resistir a alta pressurização e velocidades acima de 1.000 quilômetros por hora. A película da 3M também suporta enormes variações de temperatura: de -60ºC (a 35.000 pés de altura) a 60ºC (nos tórridos verões de países como os EUA).

Interessado em mais informações? Assista ao vídeo dos "Hobbits voadores":

.
Fonte: Admark. Texto: InfoSign
.



Mimaki lança impressoras têxtil e 3D

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/03/2017
Equipamentos serão apresentados em primeira mão na Fespa 2017

Equipamentos serão apresentados em primeira mão na Fespa 2017

A filial europeia da Mimaki estará presente na Fespa 2017, feira que ocorre entre os dias 8 e 12 de maio, na Alemanha. Em dois estandes que somam 534 metros quadrados, a fabricante apresentará seu vasto portfólio de soluções e lançará equipamentos para estamparia têxtil digital e impressão 3D.

Para os empresários do segmento de tecidos, a Mimaki destacará o Tx300P-1800, equipamento para impressão direta que trabalha tanto com tinta pigmentada quanto com sublimática. Isso significa que a mesma impressora estampa substratos têxteis diversos e sem a necessidade de mudar o sistema de alimentação de tinta.

O lançamento da fabricante para a indústria de tecidos será a Tiger-1800B, desenvolvida pela italiana La Meccanica, recém-adquirida pela Mimaki. Indicada para produção de altos volumes, a impressora pode trabalhar na velocidade máxima de 390m2/h.

Os visitantes do estande da Mimaki poderão ver de perto o protótipo do mais recente investimento da empresa no segmento de impressão 3D. Trata-se de um equipamento UV capaz de estampar mais de 10 milhões de combinações de cores e imagens com padrões de linhas muito detalhadas e finas. A impressora também emprega verniz que pode ser combinado com as tintas de processo (CMYK), para criar modelos semitransparentes.

A Mimaki também informou que durante a Fespa 2017 revelará mais detalhes sobre a JFX200-2531, impressora plana com mesa em formato maior do que os padrões do mercado.

Fonte: Mimaki Europe



Adesivação: o que acontece quando o clima está muito frio ou quente

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/12/2012

Quando o tempo esfria, os envelopadores devem tomar alguns cuidados para que a adesivação saia como esperado. É sempre muito importante que o veículo esteja limpo. Antes de chegar ao local de adesivação, ele deve ser lavado (apenas com detergente) e desengraxado. Depois, recomenda-se esperar para que o carro seque e esquente. Além disso, procure fazer a instalação em locais fechados onde as temperaturas são mais elevadas.

Veja o que pode acontecer se o vinil for aplicado em locais com temperatura (muito) baixa:

  • A película pode não alongar, já que, logo após aquecê-la, ela vai esfriar;
  • O tack inicial do adesivo pode ser insuficiente para garantir a adesão da película;
  • A umidade pode condensar-se na superfície do veículo, complicando a adesivação;
  • A película pode ficar dura e frágil, e não vai aderir. Se isso acontecer, o adesivador vai, naturalmente, forçar a espátula, para promover a adesão do filme, e isso pode causar danos ao vinil;
  • Em condições muito úmidas, pode ser difícil manter o substrato seco.

Promover um pós-aquecimento também é fundamental para reduzir a tensão do vinil, manter a sua memória e mantê-lo no lugar correto.

ferramenta para adesivação

Para moldar a película, use ferramentas

Dicas para a adesivação em climas quentes

Atente-se quando o clima esquentar demais. Com o calor, o vinil fica mais maleável, o que dificulta o seu reposicionamento. Além disso, ele tende a distorcer e criar rugas.

A temperatura da superfície jamais deve exceder os 40ºC. Verifique as informações sobre temperaturas mínima e máxima dadas nos manuais dos produtos (se o veículo de cor escura estiver submetido a um calor de 32ºC, então a sua superfície pode estar acima dos 70ºC — tome cuidado).

Se a aplicação tiver de ser feita em ambiente externo, tente começar o trabalho o mais cedo possível. Faça o que puder para não deixar o carro sob o sol.

Em um clima quente e úmido, ocorre a condensação pela manhã. A aplicação nessa condição também deve ser evitada.

Artigo técnico originalmente publicado pela 3M dos EUA. Tradução e adaptação: InfoSign