Avery anuncia envelopador campeão do Wrap Like a King 2016

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/11/2016
Projeto Toxic Rat, envelopado por Nick Caminiti, levou o prêmio máximo do Wrap Like a King 2016

Projeto Toxic Rat, envelopado por Nick Caminiti, levou o prêmio máximo do Wrap Like a King 2016

A Avery Dennison, fabricante de películas adesivas, anunciou o campeão do Wrap Like a King 2016, concurso internacional de envelopamento automotivo promovido pela empresa. O vencedor foi o Nick Caminiti, instalador da Exotic Graphix, sediada na Austrália.

Caminiti competiu com outros 223 instaladores de 21 países e recebeu uma série de prêmios durante a Sema 2016, exposição dedicada a envelopamento e personalização de veículos. O campeão declarou: “Eu e minha equipe da Exotic Graphix trabalhamos muito duro para desenvolver um trabalho único, criativo e tecnicamente desafiador. É uma honra ser reconhecido por isso. É também a primeira vez que a Austrália ganha um Wrap Like a King”.

O Toxic Rat, projeto inscrito por Caminiti, empregou vinis Avery Supreme Wrapping Diamond Silver e laminados DOL 1460. Inspirado na década de 1960, o design do 1930 Ford Tudor foi inteiro remodelado. A parte traseira foi aerografada e outras áreas do veículo foram cobertas por filmes impressos digitalmente. O interior do carro também foi adesivado para manter a coesão de todo o trabalho.

Na edição de 2016 da competição, um painel de juízes especialistas avaliou 224 inscrições levando em conta os critérios de transformação visual, qualidade e nível de dificuldade da instalação, aparência geral e singularidade do projeto.

Vencedores do Wrap Like a King 2016 no estande da Avery na Sema Show

Fonte: Wrap Like a King



Imprimax reformula linha de vinis Gold Madeiras

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/05/2017
Vinis estão com maior resistência a solventes e produtos de limpeza

Vinis estão com maior resistência a solventes e produtos de limpeza

A Imprimax, fabricante nacional de mídias para comunicação visual, anunciou a reformulação da série Gold Madeiras, composta por películas texturizadas em alto e baixo-relevo.

Vendidos em bobinas de 1,22m × 25m, os vinis são indicados para revestimento de chapas, paredes, móveis, sinalizações (externas e internas), personalização interna automotiva, recorte eletrônico, entre outras aplicações.

Segundo a empresa, as películas estão com maior resistência a solventes e produtos de limpeza, que, depois de aplicados, não agridem a impressão.

As mídias possuem frontal de PVC polimérico com 140 micra de espessura e cola permanente. Além disso, a opção branco do material pode durar até sete anos, conforme especificações técnicas de aplicação do produto.

As mídias da série Gold Madeiras podem receber impressão digital (ecossolvente, solvente, UV e látex), serigráfica (UV e solvente), flexográfica (UV e offset UV).

Fonte: Imprimax



Tilia Labs lança versão 2.0 do software Griffin

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/10/2018
Entre as principais ferramentas do aplicativo estão o Dynamic Tiling e o Image Tracing

Entre as principais ferramentas do aplicativo estão o Dynamic Tiling e o Image Tracing

A Tilia Labs, desenvolvedora de softwares de planejamento, imposição e automação para artes gráficas, anunciou o Griffin 2.0, aplicativo dedicado à produção de impressão de grandes formatos.

Uma das novas ferramentas do aplicativo é a Dynamic Tiling, que oferece o controle total da panelização, tanto na direção horizontal quanto na vertical, para otimizar a produção de painéis. Além disso, dá opções para especificar sobreposições, lacunas e áreas de colagem e gerenciar como a arte será dividida.

A versão 2.0 também apresenta o recurso de Advanced Image Tracing, que permite a geração automática de linhas precisas de corte. Ele opera com trabalhos em formatos PDF ou AI. Múltiplas configurações garantem um controle refinado de contornos.

O lançamento do Griffin 2.0 também introduz novos formatos de exportação para uma gama mais ampla de soluções, como o ZCC Export, que faz integração imediata com o fluxo de trabalho do Zünd Cut Center. Já o formato DXF Export permite um fluxo contínuo com uma gama ainda maior de dispositivos pós-impressão.

O Griffin 2.0 está disponível como aplicativo autônomo ou como o Griffin Pro, na Switch App Store da Enfocus. Quando implantados em fluxos de trabalho do Switch, os arquivos podem ser preparados automaticamente para impressão, otimizados e enfileirados para produção em praticamente qualquer impressora de grande formato.

Fonte: Tilia Labs