Gênesis lança tinta solvente (linha XA – DE.1000)

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/11/2012

Desde julho de 2012, a Gênesis, fabricante nacional, tem vendido insumos para impressão digital (grande formato). Uma das novidades da empresa é a XA – DE.1000, tinta solvente para máquinas que usam dispositivos Xaar 126/128 entre outras cabeças de impressão de 42 picolitros (pL).

Essa tinta solvente é indicada para impressão em lonas de PVC, vinil autoadesivo, papéis para outdoors, entre outros substratos tratados. Porém, a tinta é imprópria para trabalho em filmes de poliéster, polietineno (PE), polipropileno (PP), acrílico, malhas, tecidos e demais substratos sem tratamento para impressão com tinta à base de solvente.

Entre os componentes da nova tinta da Gênesis, estão os solventes glicóis, aditivos, pigmentos orgânicos e resinas termoplásticas

Segundo a empresa, a linha XA – DE.1000 possui baixa viscosidade, granulometria nanométrica (200nm), odor moderado, secatividade moderada e boa resistência à abrasão. Além disso, o insumo tem estabilidade de impressão (evitando purges ou limpeza de cabeças).

Nova tinta solvente da Gênesis para o mercado de impressoras digitais

Nova tinta solvente da Gênesis para o mercado de impressoras digitais

Fonte: Gênesis Tintas. Texto: InfoSign

bannergif_299x303_Sublitop



Novajet 1602S pode vir com uma ou duas cabeças de impressão

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/07/2015
Novajet 1602S pode vir com uma ou duas cabeças de impressão

Novajet 1602S pode vir com uma ou duas cabeças de impressão

A Akad, fornecedora nacional de materiais e equipamentos para comunicação visual, anunciou o lançamento da Novajet 1602S, impressora de grande formato que pode trabalhar com tinta sublimática ou ecossolvente.

Com largura de 1,50m, a máquina imprime com resolução de até 1400dpi e pode empregar uma ou duas cabeças Epson DX7. Quando adquirida com duas peças, o equipamento produz em velocidade de até 62m²/h (no modo 360 x 1080dpi, com três passadas). Quando adquirida com uma cabeça de impressão, imprime com velocidade máxima de 31m²/h (no modo 360 x 1080dpi com três passadas).

A Novajet 1602S possui sistema de alimentação rolo a rolo, rebobinador de mídia (take-up) e sistema automático de limpeza das cabeças de impressão.

Com tinta sublimática, o equipamento pode estampar tecidos de poliéster, para aplicações como moda praia, cortinas, painéis, roupas esportivas, estofados e decoração de ambientes. Já com insumo ecossolvente, a máquina pode imprimir em banners, faixas, adesivos, painéis, vinis para envelopamento de carros, rótulos, entre outros substratos.

Fonte: Akad



Três cores em alta no design de interiores

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/08/2021
Tons terrosos, como marrom e areia, são usados para criar uma atmosfera aconchegante

Tons terrosos, como marrom e areia, são usados para criar uma atmosfera aconchegante

As cores atuam fortemente nas percepções humanas. Quando aplicadas em projetos de arquitetura e design de interiores podem ampliar ou diminuir visualmente os espaços, além de suscitar diferentes sensações. O uso do preto, por exemplo, está relacionado ao luto nas culturas ocidentais. Na China, é um símbolo de confiança e alta qualidade.

Os tons terrosos vêm ganhando destaque no design de interiores. Um dos principais motivos para isso é que as tonalidades beges e marrons desempenham um papel de “coringa” nos mais variados ambientes.

Os terrosos são muito utilizados quando se busca criar uma atmosfera aconchegante. A paleta de cores mostarda, marrons e beges cria uma atmosfera acolhedora, que pode transitar entre o rústico e o contemporâneo. Se a intenção for substituir a madeira, terrosos são perfeitos para imprimir calor nos ambientes.

As cores derivadas do bege e do areia, mesmo quando exibem uma pitada de rosa ou dourado são o suporte perfeito para combinações contemporâneas e ilimitadas.

Pensando nisso, a Imprimax, fabricante de películas adesivas para decoração, sugere três opções de cores atuais e versáteis, aplicáveis nos mais diferentes tipos de projetos.

Marrom

Associada à natureza, terra, conforto e simplicidade, esta cor provoca efeitos de sobriedade, maturidade, responsabilidade e segurança. Durante muito tempo o marrom foi considerado um clássico neutro e atualmente tornou-se uma excelente companhia para tons de rosa e cinza. Se a combinação “marrom e preto” revela elegância e propriedade, a dupla “marrom e verde” sugere uma natureza forte, exuberante e acolhedora. No Feng Shui, o marrom é a cor da prosperidade e estabilidade material.

 

Terracota

Transmite uma sensação de familiaridade: o barro, o tijolo e a cerâmica fazem parte do repertório cultural brasileiro. Essa variação de marrom em tom avermelhado, típica dos tijolos, garante ambientações alegres e despojadas. Quando combinado a uma textura, a terracota fica ainda mais expressiva.

 

Areia

É uma tonalidade neutra e democrática. Além de natural, combina muito bem com as cores mais intensas. Uma receita infalível para quem deseja uma ambientação minimalista é combinar “areia e branco” e explorar texturas. Além disso, o tom areia remete a um clima levemente romântico e traz a sensação de proteção, combinando perfeitamente com diversos tons de madeira, com preto e marrons.