Colorific lança solução de conversão de tinta solvente para UV

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 19/06/2013

Lightbar: solução de conversão

Lightbar: solução de conversão

A Colorific anunciou, para a Fespa Londres 2013, o lançamento da Colorific Lightbar UV, uma solução capaz de transformar uma impressora solvente em um equipamento UV.

Compatível com máquinas que usam cabeças Epson DX4 ou DX5, o sistema é composto por um kit de lâmpadas, que fica preso à parte frontal da impressora. No processo, o pigmento é fixado a uma camada especial na superfície da mídia e, em seguida, a tinta cura por meio do sistema da Colorific.

"Estamos muito animados com a Fespa 2013, pois o evento nos dá a oportunidade de lançar oficialmente a nossa solução para um público internacional", declarou Shaun Holdom, diretor da Colorific.

De acordo com a marca, o Colorific Lightbar UV reduz em até 30% o gasto com tintas.

Fonte: What They Think



Como escolher a resolução para a sua impressora digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/12/2012

resolução impressão

A escolha da resolução depende de fatores como a distância de visualização

Em dúvida sobre qual resolução usar na sua impressora? Então faça o seguinte: pergunte ao seu cliente onde o impresso será instalado e por quem e como ele será visualizado.

Se o impresso for visualizado a grandes distâncias, use resoluções menores. Isso porque, quanto mais o observador se afasta, mais dificuldade ele tem de enxergar os pequenos pontos que compõem a imagem. Ocorre uma ilusão óptica.

Já quando o impresso for visualizado a distâncias pequenas, use resoluções maiores, porque os observadores conseguem enxergar os detalhes da imagem.

Portanto, há uma relação inversamente proporcional: maior distância, menor resolução. Menor distância, maior resolução.

Sabendo disso, fica fácil aplicar a seguinte tabela:

Distância de visualização (metros) Resolução (dpi)
Mais de 15 75
Entre 3 a 15 Entre 150 e 300
Entre 1,5 a 3 Entre 360 e 720
Entre 0,5 a 1,5 Entre 720 a 1440
Menos que 0,5 Mais de 1440

Observação: ao escolher a resolução da sua impressora, também leve em consideração o gasto de tempo e de tinta. Existe uma relação diretamente proporcional: quando você opta por usar resoluções maiores, mais tempo e tinta você gastará para imprimir — o que vai encarecer o seu trabalho.

Por exemplo: um dada impressora trabalha na velocidade de 35m2/h, na resolução de 360 dpi, gastando 3ml/m2 de tinta. Se ela operar com 720dpi, gastará 5ml/m2 e vai imprimir na velocidade de 7,5m2/h (frisa-se que esse é apenas uma exemplo para fins didáticos).

O que é resolução de impressão

Segundo o "Guia Xaar para inkjet industrial", a resolução está relacionada com a precisão ou apuro visual de uma imagem. Ou seja, a habilidade de separar visualmente os objetos contidos numa imagem (e os seus limites). Para uma pessoa com acuidade visual média, isso significa distinguir uma par de objetos que compreendem um ângulo visual de 1 arco-minuto (1/60 de grau).

A resolução de impressoras digitais é medida em dpi (dots per inch — pontos por polegada). Se a resolução máxima de uma impressora é de 600dpi, isso quer dizer que ela imprime até 600 pontos (lado a lado) em uma polegada linear. Uma polegada equivale a 2,5cm.

Observação importante: não confundir resolução de impressão (medida em dpi) com resolução de dispositivos de visualização (como monitores), medida em ppi (pixel per inch — pixel por polegada).

Esse artigo é de autoria do InfoSign. Pulicado originalmente no dia 15 de dezembro de 2012.



POD Iberia lançará impressoras para estamparia têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/05/2013

Durante a Fespa 2013, em Londres, a POD Iberia, fabricante de impressoras digitais, planeja lançar equipamentos para estamparia têxtil. No evento, a marca deve mostrar sua nova solução sublimática com fixação integrada, a MTEX 1800.

Com uma velocidade máxima de 65m²/h e resolução de até 1440dpi, a MTEX 1800 promete uma considerável economia de tempo, uma vez que a novidade dispensa a impressão prévia no papel transfer. Confira mais características da máquina:

  • Largura de impressão de 1,8m;
  • Sistema contínuo de tinta (bulk ink) de dois litros;
  • Sistema de alimentação de rolo sincronizado;
  • Sistema de dispositivo eletropneumático;
  • Compatível com tintas de sublimação;
  • Duas cabeças de impressão Epson DX6.
MTEX 1800: impressora sublimática com sistema integrado de fixação

MTEX 1800: impressora sublimática com sistema integrado de fixação

A impressora MTEX 500 também será demonstrada na ocasião. Criada para o mercado da moda e indústria de vestuário, a máquina vem com uma cinta adesiva (no sistema de alimentação de substratos) para trabalhar com malhas e tecidos típicos destes setores. Ela opera a 80m²/h, com qualidade de 600dpi, podendo chegar a 120m²/h em sua velocidade máxima, a uma largura de impressão de 1,8m e sistema de secagem infravermelho. Apresentada em duas versões (MTEX 500P e MTEX 500C), a impressora se mostra bastante versátil:

  • MTEX 500P: adaptada para trabalhar com poliamidas, lycras e tecidos esticados, contém um sistema de alimentação único e um secador horizontal integrado;
  • MTEX 500C: para tecidos não esticados, é compatível com uma série de materiais como algodão, poliamida, seda e nylon.

Fonte: Large Format Review