Transfer em camiseta: como aplicá-lo com filme PVC (plotter de recorte)

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/01/2013

Aprenda a fazer transfer com filme de PVC

Aprenda a fazer transfer com filme de PVC

Está pensando em começar seu próprio negócio? Ou mesmo complementar o seu portfólio? Uma boa pedida para ambos os casos é o transfer realizado com filme de PVC. Para trabalhar com ele, basta que você tenha um computador (para a criação e edição das artes e arquivos), uma plotter (para o recorte das películas) e uma prensa térmica (que faz a transferência dos filmes).

Veja na galeria abaixo como fazer a transferência com filme de PVC (indicado para tecidos de algodão). O material utilizado para o procedimento foi o Colorfilm, da Imprimax, que tem aparência fosca ou brilhante, e sem textura. O frontal é de PVC calandrado monomérico (com 180 micra de espessura). Já o liner (papel protetor) é de poliéster (com 75 micra).

Fonte: Imprimax. Edição: InfoSign



Alphaprint passa a distribuir equipamentos X-Rite

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/06/2014

Solução de gerenaciamento de cores eXact é vendida pela Alphaprint

Solução de gerenciamento de cores eXact é vendida pela Alphaprint

A Alphaprint, fornecedora de materiais gráficos, firmou recentemente uma parceria com a X-Rite, fabricante de soluções de gerenciamento de cores, a fim de distribuir no país equipamentos como o X-Rite eXact e o i1 Publish PRO. Veja as principais características técnicas desses dispositivos medidores de cores:

X-Rite eXact

Solução portátil para várias aplicações, contém espectrofotômetro, faz leitura Bluetooth e emprega o NetProfiler 3 e o InkFormulation. O equipamento suporta especificações de impressão como JPMA, G7 e PSO.

X-Rite i1 Publish PRO

Ideal para profissionais de pré-impressão e de imagens digitais, a solução permite o gerenciamento de tarefas nos sistemas RGB, CMYK e CMYK+N, com recursos para criação de perfil ICC por meio do espectrofotômetro i1Pro. Emprega os seguintes aplicativos: i1Profiler, ColorChecker, Pantone Color Manager, ColorChecker Classic e Color Checker Proof.

Fonte: Alphaprint



WS Adesivações vence oitava edição do Cambea

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2018
Envelopadores campeões são de Fortaleza e também venceram o Cambea Nordeste

Envelopadores campeões são de Fortaleza e também venceram o Cambea Nordeste

Depois de cinco dias de disputa entre os melhores envelopadores automotivos do país, a dupla da WS Adesivações (Wellington e Rafael) sagrou-se a campeã do Cambea 8, competição que ocorreu durante a ExpoPrint Latin America 2018, entre os dias 20 e 24 de março no Expo Center Norte, na cidade de São Paulo. De Fortaleza (CE), os vendedores dividiram o pódio com envelopadores da Gênesis, de Rio Grande (RS) e da Prime, de Santa Maria (RS).

Nos três primeiros dias do campeonato, 16 equipes disputaram as baterias classificatórias. Em seguida, veio a semifinal, em que, além da adesivação de partes do carro, cada dupla teve de envelopar uma guitarra. Os três melhores times (citados acima) passaram para a final, prova em que foi necessário envelopar um carro completo em, no máximo, quatro horas. Nesse mesmo dia, houve também entre os eliminados das fases anteriores uma disputa de envelopamento de guitarras.

Wellington, da dupla campeã, declarou: “A primeira oportunidade surgiu no Cambea Nordeste. Se a gente não tem um sonho e não pensar em realizar, nosso trabalho é em vão. Estamos muito felizes. É bom que as pessoas acreditem que no Ceará há muitos bons profissionais, e é preciso valorizar esses talentos. Gostamos muito do que fazemos todos os dias”.

Marcelo Souss, diretor da Alltak e idealizador do Cambea, também deu sua impressão sobre o evento: “O Cambea 8 foi um sucesso, na ExpoPrint. A feira toda foi um sucesso, com público de qualidade. Estamos felizes em expor o nosso mercado, ainda muito novo. Este ano, tivemos algo surpreendente, com uma final com o pessoal de Fortaleza, que havia ganhado o Cambea Nordeste. A Gênesis ficou em terceiro no ano passado. E o campeão 2017 ficou em terceiro. Isso mostra o alto nível dos participantes”.

Em outra modalidade, a Cambea Fast, houve um recorde batido, além de uma competição inusitada de envelopamento de guitarra. A organização também divulgou que o Cambea Lab trouxe muitas técnicas novas ao público que acompanhou as competições.

Fonte: Expoprint