Roland DG lança impressoras para sublimação e brindes

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2016
Impressora sublimática Texart será apresentada em primeira não na Fespa Brasil 2016

Impressora sublimática Texart será apresentada em primeira não na Fespa Brasil 2016

A Roland DG, fabricante de equipamentos, esteve presente na Fespa Brasil 2016, feira que ocorreu entre os dias 6 e 9 de abril, em São Paulo. No evento, a empresa lançou a linha de impressoras Texart e a nova geração da série VersaUV LEF.

A Texart conta com dois modelos, o RT-640 e o XT-640. O primeiro foi desenvolvido exclusivamente para aplicações em tecidos e pode trabalhar na velocidade de 48m²/h, em 4 cores. É indicado para estampar vestuário, peças de sinalização, banners, decoração para interiores e artigos originais. Segundo a empresa, a impressora reproduz cores fortes e vibrantes, pretos mais profundos, gradações sutis e um leque maior de tons por empregar tintas laranja e violeta.

Já a XT-640 foi elaborada para a impressão por sublimação com alta produtividade e pode trabalhar na velocidade de impressão de até 102m²/h, em 4 cores. A máquina é indicada para estampar trajes esportivos, itens de moda, sinalização, decoração de interiores, entre outros. Conta com cabeça dupla e sistema de tinta que permite impressão sem monitoramento.

VersaUV LEF-300 é indicada para impressão de brindes diversos

Para mercado de brindes a Roland DG apresenta na Fespa Brasil 2016 a nova VersaUV LEF-300, desenvolvida para atender grandes volumes. A máquina tem área de impressão ampliada para 770mm x 330mm, capacidade de acomodar itens de até 100mm de altura e a possibilidade de imprimir em uma grande variedade de substratos, como PET, ABS, policarbonato, TPU e couro e itens tridimensionais, como canetas, capas para smartphone, placas capas para laptop, entre outros. A impressora emprega quatro cabeças e duas lâmpadas UV LED. Outra novidade é a impressão rascunho, que melhora a eficiência geral para os usuários que precisam de velocidade em impressões de protótipos.

Fonte: Roland DG Brasil



Sihl lança substratos para impressoras HP Latex

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/10/2013

Mídias para aplicações indoor e outdoor podem ser utilizadas por quem tem impressoras látex

Mídias para aplicações indoor e outdoor podem ser utilizadas por quem tem impressoras látex

A Sihl, fabricantes de mídias, anunciou que a linha de substrato TriSolv pode ser empregada em impressoras HP Latex, como as L26500, L28500, LX 600 e LX 800.

Ian Turnbull, diretor de operações da Sihl no Reino Unido, comenta: "Fizemos muitas pesquisas e provas. Tenham certeza de que testamos a TriSolv nas impressoras HP Latex e estamos seguros da qualidade do material".

De acordo com a fabricante, a TriSolv possui resistência à água e garante impressões de alta qualidade, para produções de cartazes e aplicações outdoor.

O substrato tem revestimento superficial que confere resistência a intempéries e também pode receber tinta solvente e UV.

Fonte: Large Format Review



Substratos não tecidos usados para sublimação

Por João Leodonio em 10/04/2018
Com o processo sublimático, é possível estampar dezenas de mídias e objetos

Com o processo sublimático, é possível estampar dezenas de mídias e objetos

Além dos tecidos com poliéster, é possível sublimar muitos outros tipos de substratos, desde que sejam resistentes a temperaturas superiores a 200ºC. Outra característica fundamental dessas mídias é que elas apresentam uma camada superficial de resina à base de poliéster, cuja função é fixar a sublimação. Portanto, o substrato não é sublimado, mas sim a resina aplicada na superfície dele.

Além de substratos planos, o processo sublimático permite estampar materiais e objetos curvos e com formatos diversos, como canecas, copos, porta-retratos, relógios, chaveiros, squeezes, tapetes, placas, descansos de panelas, caixas de presente, quebra-cabeças, entre outros.

A despeito do surgimento contínuo de novos substratos passíveis de receber a sublimação, os materiais mais comumente utilizados no mercado são: cerâmica, metais, madeiras, pedras, EVA, borracha, vidros, cartões, PVC e alguns polímeros.

Cuidados

- Antes de sublimar, limpe os substratos com produtos indicados pelo fabricante. Elimine qualquer tipo de impureza oriunda do manuseio e da aplicação de resina;

- Obedeça o tempo e a temperatura indicados pelos fabricantes. Essa relação varia de acordo com o tipo de substrato;

- Faça uma inspeção visual no ato da compra do produto para detectar possíveis falhas provocadas na aplicação da resina;

- Para sublimar em prensas planas, recomenda-se o uso de um gabarito de altura para cada substrato. Há materiais, como azulejos e vidros, que são muito sensíveis à pressão da prensa. Com os gabaritos, é preciso fazer apenas o ajuste fino, o que evitará perdas desnecessárias;

- Para todos os casos, indica-se o uso de fita adesiva térmica específica para a fixação do papel ao substrato. Não utilizar outros adesivos, pois corre-se o risco de manchar o produto.

Sobre o autor: João Leodonio atua no segmento gráfico há 10 anos, como gerente de produção e consultor. Tecnólogo em produção gráfica, atuou como palestrante pela Imprensa Oficial, de Angola, e como consultor de processos produtivos. É proprietário da Pari Transfer Sublimático