Nova impressora 3D para comunicação visual da Massivit

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/03/2018
Massivit 1500 produz peças de sinalização com até 1,45m de altura

Massivit 1500 produz peças de sinalização com até 1,45m de altura

A Massivit, fabricante de impressoras 3D de grandes formatos, anunciou no mercado internacional o Massivit 1500, novo equipamento para composição de peças tridimensionais, leves e ocas de até 1,45m de altura.

Com a exclusiva tecnologia Gel Dispensing Printing, a Massivit 1500 é indicada para empresas que produzem comunicação visual para os segmentos de varejo, publicidade, sinalização, entretenimento, eventos e decoração de interiores, que demandam cada vez mais serviços customizados.

A impressora também pode ser empregada para a composição de letras-caixas e outras estruturas complexas produzidas em processos e maquinários mais tradicionais.

Fonte: Massivit



Caldera e Lüscher-Tschudi criam solução para impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/07/2016
T-REX 320 roda com versão especial de RIP Caldera

T-REX 320 roda com versão especial de RIP Caldera

A Caldera, desenvolvedora francesa, e a Lüscher-Tschudi, fabricante suíça de impressoras digitais, uniram-se para criar uma solução conjunta de estamparia têxtil digital. Trata-se da impressora T-REX 320, que inclui uma versão OEM do software GrandRIP+.

Com 3,2m de largura, o equipamento, que pode trabalhar na velocidade máxima de 230m2/h, é indicado para estampar tecidos para sinalização, decoração, moda e aplicações industriais. A máquina emprega até 16 cabeças Konica Minolta 1024i e conjunto de até 8 cores, além de poder empregar tintas com corante disperso ou reativo.

A T-REX 320 inclui secador e fixador e pode ter uma unidade de termofixação opcional, disponível nas larguras de 2,6m ou 3,2m. Segundo a empresa, o dispositivo trabalha com extração de calor, corte térmico, velocidades variáveis e estabilidade térmica.

No mercado de impressão têxtil desde 1999, a Lüscher-Tschudi também oferece consultorias grátis para empresas que buscam ingressar no segmento de estamparia em tecidos.

Já a Caldera, que celebra 25 anos em 2016, tem como carro-chefe o GrandRIP+, que oferece ferramentas de gerenciamento de cores e otimização de tintas e mídias.

Joseph Mergui, CEO da Caldera, declarou: “Nossas parcerias na indústria têxtil estão nos ajudando a melhorar nossas soluções de produção têxtil. Ao criar pontes entre os processos que antes não falavam a mesma língua, estamos provendo benefícios para empresas em todo o mundo”.

Fonte: Caldera



Como limpar veículos envelopados

Por Eduardo Yamashita em 23/06/2014

A melhor maneira de limpar um veículo envelopado é à moda antiga: com a mão, água e detergente neutro.

Uma alternativa aceitável é a lavagem automática com spray. Mas jamais lave o carro com escovas giratórias. Elas podem raspar e levantar as bordas do vinil autoadesivo e criar pontos de falhas. Além disso, podem arranhar a imagem impressa.

O primeiro passo de uma limpeza ideal é a lavagem do veículo, com água limpa, para não riscar a imagem. Em seguida, esfregue suavemente um pano macio ou uma esponja natural ou sintética molhada numa mistura de detergente e água.

O detergente deve estar livre de solventes fortes, alcoóis e componentes abrasivos (de pH entre 3 e 11).

Veja nessa artigo técnico como realizar a limpeza correta de veículos envelopados

Veja neste artigo técnico como realizar a limpeza correta de veículos envelopados

Comece a limpeza pelo teto do veículo e trabalhe para baixo. Evite qualquer abrasão na superfície do vinil. Depois de limpar o veículo por inteiro, é importante repassar a imagem cuidadosamente, com água limpa. Deixe a água secar naturalmente ou seque com flanela ou pano macio e não abrasivo. Tome cuidado para não levantar as bordas da película.

Se necessário, use uma lavadora de pressão e certifique-se de seguir as orientações abaixo:

  • mantenha a pressão de água abaixo de 1200psi;
  • mantenha a temperatura da água abaixo de 80ºC;
  • mantenha o bico pelo menos 12cm distante das bordas;
  • mantenha o bico perpendicular à imagem (para evitar o levantamento das bordas da imagem);
  • use bico com amplo padrão de pulverização de ângulo de 40º;
  • a pressão excessiva ou pulverização no ângulo errado com a lavadora de alta pressão pode causar danos e criar pontos de falha na imagem.
Água limpa e detergente devem ser aplicados na limpeza

Água limpa e detergente devem ser aplicados na limpeza

Não utilize lavagens a seco, pois os químicos podem afetar a imagem e o vinil.

Para remover contaminantes difíceis, como excrementos de pássaros e seiva de árvores, tente amaciá-los ao mantê-los de molho por alguns minutos, com água quente e sabão. Em seguida, enxágue abundantemente. Se necessário, use um produto químico mais severo, mas não se esqueça de testá-lo antes da aplicação, fazendo isso numa área escondida. E evite o uso de ferramentas abrasivas que podem riscar a imagem.

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

 

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual