Nova impressora 3D de grande formato para comunicação visual

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/09/2015
Massivit 1800 pode imprimir objeto com até 1,8m de altura

Massivit 1800 pode imprimir objeto com até 1,8m de altura

A Massivit 3D Printing Technologies, fabricante de máquinas, anunciou a primeira instalação no mundo da Massivit 1800, impressora 3D de grande formato voltada para aplicações de comunicação visual. O equipamento permite a criação de objetos para uma variedade de aplicações em publicidade, eventos, decoração e sinalização.

Eyal Shemesh, CEO da E.S. Digital (de Israel), primeira empresa a adquirir a tecnologia, declarou: “Estamos muito satisfeitos e animados com a Massivit 1800. Temos grandes planos, e muitos clientes esperam que essa solução permita criar mídias exclusivas e de todos os tipos de formatos. Com a Massivit 1800, agora podemos oferecer novos produtos para campanhas atraentes e divertidas”.

Segundo a fabricante, a Massivit 1800 é uma das máquinas mais rápidas de sua categoria, sendo capaz de imprimir objetos de 1,5m x 1,2m x 1,8m, em modo de produção de 35cm/1ft por hora. O equipamento pode, por exemplo, imprimir em cinco horas uma escultura de um ser humano em tamanho real – e em paralelo possibilita a formatação de outro objeto, pois apresenta a tecnologia de duplo processo.

O grande diferencial da Massivit 1800 é a tecnologia GDP (Gel Dispensing Printing), que emprega um gel especial sensível a uma onda específica de radiação UV. Ele é o material básico para impressão, solidificação e cura dos objetos conformados pela máquina.

Gershon Miller, um dos fundadores da Massivit, declarou: “Ao desenvolver a Massivit 1800, reinventamos a impressão 3D. Tivemos de criar uma tecnologia totalmente nova, a GDP. O resultado é uma impressora 3D com desempenho notável, design impressionante e alguns dos algoritmos de impressão 3D mais avançados do mercado, o que permite impressões rápidas e econômicas”.

Fonte: Large Format Review



Gênesis realiza workshop sobre sublimação com a Tupi Screen

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/10/2014

Workshop tem data marcada: dia 23 outubro (quinta-feira)

Workshop tem data marcada: dia 23 outubro (quinta-feira)

A Gênesis, fabricante de tintas, em parceria com a loja Tupi Screen de Cascavel (PR), realizará um workshop sobre sublimação e serigrafia no dia 23 de outubro (quinta-feira), das 15h às 19h. No evento, serão apresentados novos produtos, efeitos, técnicas e tecnologias. Além disso, os participantes poderão tirar dúvidas e abordar assuntos como impressão digital e policromias indexadas e simuladas. Os temas do evento são:

  • Novidades no mercado serigráfico;
  • Policromias indexadas e simuladas;
  • Oportunidades na sublimação digital.

Para mais informações, entre em contato pelo telefone (45) 3224-5976 ou (45) 3218-5976 ou pelo e-mail tupiscreen@tupiscreen.com.br.

A Tupi Screen fica na rua Barão do Cerro Azul, 688 – Centro, Cascavel (PR). O investimento para participar do evento é de 20 reais.

Fonte: Gênesis Tintas



Novas impressoras Océ Arizona 480 chegam ao mercado internacional

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2012

Arizona 480 GT: impressora UV plana da Océ

A Océ, fabricante de impressoras digitais, aproveitou as recentes feiras internacionais para lançar dois equipamentos planos (flatbed) da linha Arizona®: o 480 GT (mesa de 1,25 x 2,5m) e o 480 XT (2,5 x 3,05m). Além das características típicas da família, como a tecnologia Océ VariaDot® (pontos de dimensões variadas), as impressoras incluem uma série de novidades técnicas:

Oito canais independentes de tinta

Os quatro primeiros canais são dedicados às cores do padrão CMYK. Porém os canais "5" e "6" podem ser configurados de duas maneiras:

  • Verniz e tinta branca: combinados, esses dois insumos podem criar aplicações únicas. A tinta branca, por exemplo, pode ser usada para fazer impressões em substratos coloridos, incluindo backlits. Já o verniz serve para dar acabamento superficial (reserva ou total);
  • Duas vezes tinta branca: nesse caso, dois canais ("5" e "6") são usados para o branco, proporcionando o dobro da opacidade na impressão.

Os demais canais, "7" e "8", podem ser usados para aumentar a produtividade, ao acrescentar mais tintas cyan e magenta. Esse esquema é chamado de CM2 e oferece modos de operação de alta qualidade, mas de velocidades maiores (quase 25% mais rápido do que o modo de produção normal, sem os canais adicionais de tintas).

Impressora Océ Arizona 480 XT possui oito canais de tintas

Compensação de pixel

As impressoras Océ Arizona 480 usam uma nova tecnologia que, segundo a fabricante, otimiza a nitidez, densidade e uniformidade das imagens impressas, tanto em substratos em bobina quanto naqueles fixados na mesa. Para tanto, os equipamentos têm a capacidade de fazer compensações de pixels nas imagens, deixando-as mais equilibradas.

Sistema de vácuo (na mesa da impressora)

Há seis zonas de vácuo na Océ Arizona 480 GT. Já na Océ Arizona 480 XT, são sete áreas. Estas zonas foram projetadas para trabalhar com os formatos de mídias mais usados no mercado, para reduzir o manuseio de substratos feito pelos operadores.

Modo "Batch"

Com essa nova função, o operador pode imprimir um conjunto de mídias (por exemplo: 50 itens de 90 x 120cm e 30 itens de 122 x 243cm) numa mesma produção.

Mais características técnicas

As duas novas impressoras da Océ podem imprimir em mídias rígidas de até 50,8mm de espessura. Trabalham em velocidade de impressão de 25,3m2/h, para estampar diversos materiais rígidos e flexíveis. A empresa vende como opcional o sistema de alimentação de substrato do tipo rolo a rolo, que suporta bobinas com 2,2m de largura.

Veja mais: conheça um pouco da fabricação das impressoras Arizona:

Fonte: Océ. Texto: InfoSign