Mimaki lança JFX500-2131, equipamento UV de impressão digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/11/2012

Mais uma impressora UV de cura LED no mercado internacional, a Mimaki JFX-500-2131 conta com seis cabeças (de 1.280 nozzles), que disparam gotas de 4 picolitros, permitindo a produção de imagens mais suaves e tipos de até 2 pontos.

A impressora também possui o Intelligent Microstepping System (Sistema Inteligente de Micropassos), que permite maior exatidão no endereçamento dos pontos no impresso. Outra tecnologia incorporada na máquina é a Mimaki Advanced Pass System (Sistema Avançado de Passada da Mimaki), que promete reduzir bandings, por meio de passadas mais graduais.

Cura LED e tinta branca: diferenciais da nova  Mimaki

A nova máquina de impressão digital opera com as tintas LUS-150 e LH-100. A primeira foi desenvolvida para uma cura (por LEDs) mais rápida. Segundo a Mimaki, a LUS-150 também confere uma sensação táctil menos pegajosa e tem alta flexibilidade (para ser aplicada em substratos elásticos e muito flexíveis). Já a tinta LH-100 tem uma formulação que garante melhor desempenho em superfícies rígidas.

Outra agregada ao equipamento é a Mimaki Circulation Technology (Tecnologia de Circulação da Mimaki). Trata-se de um dispositivo que garante a circulação da tinta branca nos tanques do insumo. Ele evita a sedimentação do pigmento desse insumo. Além disso, a nova JFX vem com o Degassing Module (Módulo de Desgaseificação), responsável por eliminar gases e bolhas da tinta, reduzindo o entupimento das cabeças e aumentando a qualidade dos disparos das gotas.

O equipamento de impressão digital tem área de impressão de 2,1 x 3,1m. Vem como uma mesa equipada com pinos e uma escala, para o posicionamento alinhado dos substratos.

Segundo a empresa, a cura LED tem muitas vantagens (em relação às lâmpadas): maior durabilidade, economia de energia, menos calor gerado e a capacidade de usar substratos mais finos e sensíveis à alta temperatura.

Fonte: Mimaki Europa. Texto: InfoSign



Sensient lança tinta pigmentada para estamparia têxtil digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/02/2018
Xennia Emerald PC é compatível com diversas impressoras de grande formato

Xennia Emerald PC é compatível com diversas impressoras de grande formato

A fabricante Sensient anunciou uma nova tinta digital pigmentada de alto desempenho, a Xennia Emerald PC.

Indicado para impressão direta em tecidos, o insumo é produzido por meio de tecnologia de dispersão.

Desenvolvida e fabricada em Morges, na Suíça, a Xennia Emerald PC é compatível com diversas impressoras que usam cabeças piezoelétricas e estampam aplicações de moda e vestuário.

Segundo a empresa, a Xennia Emerald PC diminuiu a necessidade de pré e pós-processamentos por incluir uma nova tecnologia de aglutinante, que elimina, por exemplo, a necessidade de pós-tratamento de fixação de polímero.

Dr. Ian Whitehead, diretor de inovação da Sensient, declarou: “A chave do desempenho da Emerald PC é o aglutinador que aumenta a força da cor e maximiza o tempo aberto e a latência”.

Fonte: Sensient



Linha de impressoras Mimaki JV150 é lançada no Brasil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/01/2015

JV150 pode disparar gotas de tintas com volume de 4 picolitros

JV150 pode disparar gotas de tintas com volume de 4 picolitros

A Mimaki, fabricante de equipamentos para comunicação visual, anunciou o lançamento no Brasil da série de impressoras JV150, composta pelos modelos JV150-130 (largura de 1,3m) e JV150-160 (largura de 1,6m).

Rolo a rolo, os equipamentos da série trabalham na resolução máxima de 1400dpi, com tinta ecossolvente ou sublimática e paleta com quatro ou oito cores.

Tecnologia de impressão

Para que os pontos sejam corretamente posicionados no substrato, a Mimaki desenvolveu uma tecnologia que permite às cabeças de impressão disparar gotas de tinta em ângulos de jato adequados. Além disso, o volume das gotas pode variar, de 4 a 35 picolitros.

Unidade de verificação de nozzle

As impressoras JV150 possuem sensores que monitoram as gotas de tintas e detectam o entupimento dos nozzles. Quando isso acontece, eles são expurgados automaticamente, o que reduz desperdícios e mantém a qualidade da impressão.

Aquecedores de mídia

Para garantir a adesão e o formato adequado dos pontos, a mídia deve estar em temperatura ideal durante a impressão. Os modelos da série JV150 vêm equipados com três aquecedores de substratos (de pré-impressão, intermediário e de pós-impressão), os quais mantêm a correta temperatura das mídias durante o processo.

Fonte: Mimaki