Kornit e ColorGate fecham parceria

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/08/2017
Fabricantes estão desenvolvendo uma solução conjunta de hardware e software para impressão têxtil

Fabricantes estão desenvolvendo uma solução conjunta de hardware e software para impressão têxtil

A Kornit, fabricante de impressoras têxteis, e a ColorGate, fornecedora de softwares RIP, fecharam uma parceria para desenvolver um sistema de impressão em tecidos. A solução estará disponível a partir do quarto trimestre de 2017.

A ColorGate tem uma sólida reputação na impressão comercial e estava buscando expandir seus negócios para o segmento têxtil. Já a Kornit estava procurando uma parceria técnica para otimizar suas soluções.

Segundo as empresas, o software ColorGate Textile Productionserver (TPS) será adaptado aos equipamentos da Kornit. A ideia é aprimorar o fluxo de trabalho das impressoras têxteis para tornar a produção mais rápida e eficiente.

Aos clientes que adquirirem a solução, o suporte técnico e o treinamento serão dados pela Kornit, que contará com o lastro da ColorGate.

Thomas Kirschner, proprietário da ColorGate, declarou: “A Kornit domina a tecnologia direct-to-garment e nós temos o know-how para desenvolver RIPs. A combinação dos nossos pontos fortes proporcionará aos clientes soluções de impressão têxtil que eles tanto desejavam”.

Fonte: Kornit



Orafol anuncia duas novas opções de vinis da linha Oracal 970 Premium

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/07/2017
Cast, os vinis são indicados para o trabalho de envelopamento de carros

Cast, os vinis são indicados para o trabalho de envelopamento de carros

A fabricante Orafol anunciou no mercado internacional que mais duas opções de cores foram acrescentadas à linha Oracal 970 Premium Special Effect Cast. Trata-se de uma série de vinis adesivos cast indicados para envelopamento de carros.

Disponíveis nas versões e RapidAir, as novas mídias são a “Mandarim” (laranja vívido) e a “Azul Intergaláctico” (tonalidade azul profundo). Ambas apresentam acabamento brilhante.

Vendidos em rolos de 25m ou 50m, os vinis da linha Oracal 970 Premium Special Effect Cast são compostas por película de PVC de 110 micra e adesivo de poliacrilato de solvente, reposicionável, permanente e transparente.

Fonte: Oracol



Entrevista com Ricardo Augusto Lie, sócio-diretor da Ampla

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/04/2016
Ricardo Augusto Lie, sócio-diretor da Ampla Digital

Ricardo Augusto Lie, sócio-diretor da Ampla Digital

Há mais de uma década, a Ampla Digital marca presença no mercado nacional entre as grandes fornecedoras de comercialização e fabricação de impressoras digitais de grande formato. Para manter e ampliar sua posição, a fabricante sofistica anualmente seu portfólio de equipamentos, para dar conta da constante demanda por tecnologias mais robustas, produtivas e versáteis. Recentemente, além de atender a birôs e gráficas nacionais, a empresa tem investido em uma nova rede de distribuição internacional, para expandir seus negócios a outros países, sobretudo da América Latina. Para falar mais sobre esses e outros assuntos, o InfoSign entrevistou o sócio-diretor da Ampla Digital Ricardo Augusto Lie, que também tratou de perspectivas de negócios, projetos e lançamentos.

InfoSign: A Ampla planeja fazer lançamentos em 2016?

Ricardo Lie: Sim, vamos apresentar em primeira mão na feira Serigrafia Sign 2016 a Ampla Elite 3204, impressora com 3,2m de largura que pode trabalhar na velocidade de até 80m²/h. Ela é indicada para o empresário de pequeno ou médio porte que planeja investir em um segundo equipamento. Esperamos visitantes e clientes em nosso estande para conhecer de perto a máquina.

Como a Ampla tem enfrentado a atual retração do mercado brasileiro?

Fazendo os ajustes necessários – como todas as empresas. Porém, estamos mantendo o foco no novo posicionamento mercadológico definido pela nova diretoria da empresa.

Qual a expectativa de negócios para os próximos meses?

Nossas expectativas são positivas. Consideramos tanto o potencial de nossa linha de produtos (incluindo o lançamento da Elite 3204) quanto uma definição do nosso cenário político-econômico, com uma consequente retomada da confiança dos empresários.

Como funciona o modelo de negócios da Ampla, considerando os representantes do mercado brasileiro?

Estamos desenvolvendo uma qualificada rede de distribuidores em todo o país, cujo trabalho será complementado pelas vendas diretas da empresa. Os distribuidores nos tornam mais próximos dos clientes e também agilizam o feedback e o trabalho de pós-venda.

Quais as perspectivas para o mercado externo?

Também temos perspectivas muito otimistas para o mercado externo, considerando que, além do Brasil em sua totalidade, a Ampla possui distribuidores nos seguintes mercados e países: América Central, Argentina, Bélgica, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, Egito, Equador, Índia, México, Peru, Reino Unido, Rússia e Uruguai. 

Como tem funcionado o esquema de comercialização e instalação de máquinas em países estrangeiros?

O projeto é todo desenvolvido em conjunto com o cliente pela equipe técnica da Ampla com o apoio dos distribuidores internacionais.

O Programa Portas Abertas contempla quais benefícios e ações de apoio ao cliente?

Aumentar a proximidade com o cliente e criar uma oportunidade confortável de ele expor suas necessidades, além de conhecer e indagar sobre a Ampla, seus produtos e serviços.

Além da comunicação visual, a Ampla pretende atuar em outros mercados?

Comunicação visual ainda é o nosso maior negócio, mas hoje os pilares de atuação da Ampla se focam também nos mercados de estamparia digital para a indústria têxtil (favorecida pela evolução dos tecidos em poliéster, que aumenta o valor agregado pela personalização das peças) e de impressão digital industrial em segmentos como o coureiro, calçadista, moveleiro, de decoração e de embalagens.

Isso é parte da filosofia da nova diretoria?

Este é um movimento natural de crescimento e qualificação do mercado que a nova diretoria da Ampla considera de importância estratégica vital não apenas seguir, mas, se possível, antecipar.