Industrial Inkjet apresenta sistema de controle de tinta inkjet

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/07/2014

Uma das vantagens do controlador é a economia no gasto de tintas inkjet

Uma das vantagens do controlador é a economia no gasto de tintas inkjet

A Industrial Inkjet Ltd (IIJ), especialista em tecnologia digital, criou o MK2, sistema de controle de tinta inkjet para ser empregado em impressoras industriais automatizadas. Conheça algumas das melhorias do MK2, vendido pela divisão inkjet da Konica Minolta:

Menor desperdício de tinta: o sistema realiza purgas para cada cor.

Compatibilidade de tinta: Teflon e aço inoxidável asseguram que o sistema de tinta seja compatível com várias tintas inkjet.

Atualizações: o sistema pode receber upgrades para conter mais cores e cabeças de impressão.

Configuração da cabeça de impressão: o tanque permite alto nível de aceleração, adequado para cabeças scan pass ou única passada.

Aplicações: além das tintas inkjet mais comuns, o sistema suporta vernizes, lacas e tintas especiais (metálica, branca, cerâmica, condutiva e para segurança), o que abre uma série de potencialidade de aplicações de embalagem, vidro, decoração, entre outras.

Interface melhorada: um browser de internet pode controlar o MK2, que também possui controles remotos.

John Corrall, diretor da IIJ, comentou: "O MK2 está sendo desenvolvido há dois anos. Recentemente, foi testado com clientes que demandam alta produção inkjet. Tivemos um feedback muito positivo deles".

Fonte: Large Format Review



Konica Minolta cria projetos de estamparia têxtil na Europa

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/11/2014

Fabricante japonesa tem grande interesse no negócio de impressão inkjet em tecidos

Fabricante japonesa tem grande interesse no negócio de impressão inkjet em tecidos

A Konica Minolta, fabricante japonesa de tecnologia, adquiriu recentemente a Verga, empresa europeia de vendas de impressoras digitais têxteis. Além disso, acaba de anunciar nova parceria com a Kiian, com a qual estabelecerá uma subsidiária na Itália.

Por meio da aquisição da Verga, a Konica Minolta criará seu primeiro negócio na área de impressão inkjet industrial fora do Japão. A empresa afirmou que a ideia é aumentar as vendas e os serviços da organização nos mercados têxteis da Europa.

A subsidiária europeia da Konica Minolta ficará em Bregnano, na região de Como, um dos mais poderosos polos têxteis do mundo. Além de identificar a Itália como região importante para o mercado de tecidos, a Konica Minolta também tem interesse na Turquia.

Fonte: Fespa



Xaar comemora 25 anos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/07/2015
Em 2015, fabricante de cabeças de impressão completa 25 anos

Em 2015, fabricante de cabeças de impressão completa 25 anos

A Xaar, fabricante de cabeças de impressão inkjet, comemora 25 anos em 2015. Para a ocasião, a empresa está promovendo uma série de eventos beneficentes em Cambridge, Inglaterra, com o objetivo de arrecadar fundos para instituições locais de caridade. Trata-se de uma forma de retribuir à região o suporte dado para que a empresa pudesse se desenvolver ao longo de décadas.

Richard Barham, diretor da Xaar, declarou: “Estamos imensamente orgulhosos do que alcançamos nesses últimos 25 anos, mas sabemos que isso só foi possível pelas vantagens oferecidas pela cidade de Cambridge, não só em termos de recursos humanos, mas também em infraestrutura de alta tecnologia”.

A Xaar começou em 1990 com apenas quatro pessoas em um pequeno escritório em Cambridge. O objetivo da empresa era desenvolver e comercializar tecnologias de impressão a jato de tinta.

Atualmente, a Xaar emprega mais de 600 pessoas em todo o mundo e possui plantas fabris localizadas em diversos países, como Suécia, Hong Kong, Índia e EUA.

A empresa destaca que ao longo dos últimos 25 anos, a cabeça Xaar 128 foi fundamental para transformar a indústria de impressão de grande formato. Em 2007, foi lançada a Xaar 1001, que tem contribuído com o segmento de decoração industrial de cerâmica. Recentemente, a Xaar expandiu seu leque de atuação para setores como embalagens e impressão 3D e nanográfica.

Fonte: Xaar