Drytac lança filme de laminação PET

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/12/2017
Protac Anti-Scratch Gloss oferece resistência especial a riscos

Protac Anti-Scratch Gloss oferece resistência especial a riscos

A Drytac, fabricante de mídias para comunicação visual, anunciou no mercado internacional a Protac Anti-Scratch Gloss, película de PET para laminação com revestimento resistente a riscos e arranhões.

Transparente, com espessura de 100μ e acabamento brilhante, o filme é revestido com adesivo acrílico solvente e liner de PET.

Compatível com laminadores a frio ou a quente, a película vem com adesivo para a laminação de peças impressas em equipamentos solventes, látex e UV.

Desenvolvido para adicionar profundidade e proteção, o filme pode ser laminado em fotografias, publicidades de lojas de departamento, displays de PDV e aplicações de museus e galerias de arte.

Shaun Holdom, gerente da Drytac, declarou: “O filme é muito durável em função de seu revestimento resistente a riscos. O adesivo oferece boa resistência à umidade e, além disso, o liner de poliéster siliconado garante um acabamento mais suave”.

Fonte: Drytac



swissQprint vendeu mil impressoras UV no mundo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/05/2018
A milésima impressora foi enviada para um cliente na França

A milésima impressora foi enviada para um cliente na França

A swissQprint, fabricante europeia, anunciou ter vendido e instalado a milésima impressora UV no mundo. Trata-se de outro marco para a empresa, que comemorou seu décimo aniversário no ano passado.

A milésima impressora vendida pela empresa foi uma Nyala, que deixou a fábrica na Suíça, em 11 de maio de 2018, para ser enviada a um birô no norte da França.

O portfólio da empresa é composto basicamente pelos equipamentos Impala (com área de impressão de 2,5m x 2m), Oryx (2,5m x 2m) e Nyala (3,2m x 2m). O último tem sido o modelo de impressora mais vendido da Europa em sua categoria nos últimos três anos.

Os três engenheiros que fundaram a swissQprint em 2007 ainda estão ativos nas operações de negócios. Em sua sede suíça, a empresa emprega atualmente 86 pessoas, responsáveis por produção, administração, desenvolvimento e marketing. Mais 34 pessoas trabalham em subsidiárias nos EUA, Japão e Alemanha. Outros 30 parceiros fazem parte de uma rede de distribuição que abrange 40 países.

Além de informar sobre a milésima venda, a swissQprint anunciou a terceira geração de suas impressoras UV.

Fonte: swissQprint



EFI adquire fabricante de equipamentos têxteis Reggiani Macchine

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/07/2015

Além da Matan, EFI anunciou a compra de fabricante italiana de impressoras para estamparia têxtil

Além da Matan, EFI anunciou a compra de fabricante italiana de impressoras para estamparia têxtil

A EFI, fabricante de soluções para impressão, anunciou a aquisição da Reggiani Macchine, fabricante italiana de equipamentos para estamparia digital têxtil.

O portfólio inkjet da Reggiani, que passará a se chamar EFI Reggiani, abrange impressoras digitais que empregam tintas corantes, dispersas, ácidas, pigmentadas e reativas. Com mais de 60 anos, a empresa italiana possui clientes em mais de 120 países, servidos por uma ampla rede de distribuição e representantes em mais de 40 regiões. A força de trabalho da Reggiani tem aproximadamente 190 funcionários e será agregada à EFI.

Para adquirir todas as ações restantes da Reggiani, a EFI saldará a dívida da empresa (que soma cerca de 20,1 milhões de euros), pagará ex-acionistas (cerca de 27,4 milhões euros) e distribuirá entre os acionistas da fabricante italiana cerca de 27,4 milhões euros em ações da EFI, além de pagar até 50 milhões euros pelos próximos 30 meses, conforme as conquistas de receita e rentabilidade dos negócios da EFI Reggiani.

Guy Gecht, CEO da EFI, declarou: “Essa aquisição proporciona à EFI uma posição de liderança imediata em uma das maiores indústrias no mundo, que está passando pela transformação de impressão analógica para digital. O mercado de impressão têxtil está no começo das transições, o que permitirá aos fabricantes optarem pela fabricação sob demanda, e isso atende ao aumento nas produções de tiragens curtas e customizações”.

Ambrogio Caccia Dominioni, ex-acionista da Reggiani e futuro diretor geral da EFI Reggiani, declarou: “Os clientes da Reggiani reconhecem que a tecnologia inkjet é a mais importante para o futuro da indústria têxtil. Eu gostaria que nossa empresa fizesse parte da EFI não somente para nos unirmos à empresa líder mundial em tecnologia de jato de tinta industrial, mas também porque a EFI é líder em soluções de fluxo de trabalho para a indústria de impressão, além de ter uma plataforma de vendas e marketing muito maior em todo o mundo”.

Fonte: EFI