Drytac lança filme de laminação PET

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/12/2017
Protac Anti-Scratch Gloss oferece resistência especial a riscos

Protac Anti-Scratch Gloss oferece resistência especial a riscos

A Drytac, fabricante de mídias para comunicação visual, anunciou no mercado internacional a Protac Anti-Scratch Gloss, película de PET para laminação com revestimento resistente a riscos e arranhões.

Transparente, com espessura de 100μ e acabamento brilhante, o filme é revestido com adesivo acrílico solvente e liner de PET.

Compatível com laminadores a frio ou a quente, a película vem com adesivo para a laminação de peças impressas em equipamentos solventes, látex e UV.

Desenvolvido para adicionar profundidade e proteção, o filme pode ser laminado em fotografias, publicidades de lojas de departamento, displays de PDV e aplicações de museus e galerias de arte.

Shaun Holdom, gerente da Drytac, declarou: “O filme é muito durável em função de seu revestimento resistente a riscos. O adesivo oferece boa resistência à umidade e, além disso, o liner de poliéster siliconado garante um acabamento mais suave”.

Fonte: Drytac



Case: antena parabólica camuflada com vinil adesivo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/08/2013

Envelopamento de carro, moto e lancha. Personalização de móveis, paredes e ambientes. Adesivação de displays, balcões e estandes. Corriqueiras nos mercados de arquitetura e comunicação visual, essas aplicações têm um elemento em comum: o vinil adesivo — um substrato versátil capaz de se moldar a muitas superfícies diferentes.

Além dos tradicionais trabalhos em veículos e pontos de venda, o Coastline Graphics, birô sediado no Reino Unido, realizou a camuflagem de uma antena parabólica. A excentricidade foi pedida por um cliente que gostaria de ver a sua antena "integrada" à natureza.

Para o trabalho, a Coastline empregou vinis adesivos 3M IJ180, que foram impressos numa Mimaki JV33. A empresa tem uma licença exclusiva da RealTree para imprimir padrões de camuflagem em alta definição. Veja abaixo o resultado desse trabalho camaleônico.

Fonte: Graphic Display World

satelite 1 satelite 2 satelite 3



Brasil recebe a primeira instalação da impressora digital Cretaprint C3

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/01/2013

EFI Cretaprint C3, equipamento de impressão digital

Primeira unidade da impressora EFI Cretaprint C3 foi instalada na Cerâmica Almeida

A EFI, fabricante de impressoras e soluções digitais, instalou o primeiro equipamento da marca Cretaprint no Brasil. A compradora foi a Cerâmica Almeida, fabricante de pisos e revestimentos.

A máquina trabalha com altas temperaturas (até 70ºC). Tem um sistema de sucção e recirculação de tinta, além de possuir um sistema de aquecimento nas barras e cabeças de impressão, o que evita a liberação do vapor durante as impressões. O equipamento opera por meio de um software de gerenciamento integrado, que permite o controle do andamento dos trabalhos.

Com sede em Santa Gertrudes, interior de São Paulo, a Cerâmica Almeida atua há 90 anos com pisos e revestimentos. Foi em dezembro de 2012 que a empresa adquiriu uma unidade da EFI Cretaprint C3.

Quer saber como a máquina funciona? A EFI fez um vídeo sobre o assunto (em inglês):

Fonte: EFI. Edição: InfoSign