Contex lança scanner desktop de grande formato

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/02/2015

SD One está disponível em versões de 24 e 36 polegadas

SD One está disponível em versões de 24 e 36 polegadas

A Contex, fornecedora de soluções para escaneamento, anunciou o SD One, scanner desktop de grande formato indicado a empresas e escritórios de documentos e mapas usados em engenharia e construção.

Disponível em 24 e 36 polegadas, o SD One vem com os softwares Nextimage Free e Nextimage Twain, que podem salvar arquivos em diversas extensões, como JPG, TIF, PDF e PDF/A.

Com conexão em nuvem, o equipamento permite que o usuário faça scans e salve-os no Google Drive, Dropbox, Box.com ou Microsoft OneDrive.

Morten Nielsen, diretor da Contex, declarou: "Desenvolvemos o scanner para ser instalado sobre mesas. O SD One é uma ferramenta conveniente que permite aos usuários capturar instantaneamente documentos diversos".

Fonte: Large Format Review



Fujifilm lança solução de impressão em papelão ondulado para aplicações em PDV

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/05/2013

Solução conta com braço automatizado que faz o carregamento de mídias

Solução conta com braço automatizado que faz o carregamento de mídias

A Fujifilm, fabricante de equipamentos e insumos gráficos, anuncia o lançamento de um dispositivo criado sob medida para o mercado de displays de PDV feitos em papeão ondulado. Trata-se de uma combinação da impressora Inca Onset S40i, das tintas Uvijet OC e de um novo sistema de alimentação de substratos.

O dispositivo de alimentação de mídias emprega um braço robótico e um sistema de câmara. Eles fazem a separação e o carregamento das folhas de papelão, a fim de transferi-las para a mesa de impressão (com vácuo). Esse processo é realizado sem amassar os substratos, o que poderia deixar marcas nas bordas deles.

Equipamento foi desenvolvido para impressão de chapas de papelão ondulado, usadas na confecção de displays de PDV

Equipamento foi desenvolvido para impressão de chapas de papelão ondulado, usadas na confecção de displays de PDV

Depois da impressão, um segundo dispositivo automatizado — que também utiliza vácuo — pega a folha impressa e a deixa na pilha de materiais impressos. Segundo a Fujifilm, esse sistema de alimentação de substrato pode trabalhar numa velocidade acima de 500m2/h.

A empresa afirma também ter desenvolvido uma linha de tintas, a Uvijet OC, que oferece acabamentos que vão do baixo brilho acetinado ao brilho de alto impacto.

"Essa combinação de impressora, tinta e sistema de alimentação de substrato permite às empresas que trabalham com displays de papelão ondulado ter a certeza de que elas podem imprimir com alta qualidade e produtividade", comenta Tudor Morgan, gerente de marketing da Fujifilm.

Fonte: AD Comms



Caldera lançará versão 11 de software homônimo na SGIA 2016

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/09/2016
Lançamento do Caldera V11 faz parte das comemorações de 25 anos da empresa

Lançamento do Caldera V11 faz parte das comemorações de 25 anos da empresa

A Caldera estará na SGIA 2016, feira de impressão digital que ocorre entre os dias 14 e 16 de setembro, em Las Vegas, EUA. Durante o evento, a empresa promete lançar a versão 11 do software RIP homônimo. Um dos diferenciais da nova edição do aplicativo é a incorporação do Adobe PDF Print Engine (APPE 4), tecnologia de processamento que melhora o desempenho de impressoras de grande formato por meio de avanços no gerenciamento de cache, memória e configurações técnicas. Além de incluir o gerenciamento de 127 cores especiais simultaneamente, o APPE é capaz de processar padrões e máscaras com maior precisão.

Compatível com macOS Sierra, o Caldera V11 vem com novas ferramentas, como a True Bleed, com a qual pode-se clonar pixels em torno das bordas das imagens para criar acabamentos melhores. A ferramenta também pode ser combinada com opções de nesting disponíveis em pacotes como o GrandRIP+, VisualRIP+, TextilePRO e várias outras soluções OEM.

Outra ferramenta é a Sync & Deploy, que possibilita rodar as mesmas configurações de um mesmo RIP em diferentes impressoras e ambientes. Isso reduz o tempo de instalação de software, e os dados mais críticos, como perfis ICC e predefinições de cores, podem ser compartilhados de maneira mais amigável. Quando o Caldera V11 for lançado, a desenvolvedora também fornecerá um aplicativo que calcula os recursos de hardware necessários para o ambiente de produção.

O Caldera V11 também emprega o OpenCL (Open Computing Language), que aumenta o poder de processamento por meio de implantação automática na CPU e na GPU, o que maximiza a interação da arquitetura da Caldera com os componentes centrais das máquinas.

Segundo a empresa, as ferramentas do Caldera V11 poderão ser usadas para criar ambientes de produção baseados em um único modelo de impressora. Por exemplo, para determinada empresa pode ser mais interessante adquirir algumas unidades de um mesmo tipo de equipamento com largura de 1,6m em vez de investir em uma máquina maior, com 3,2m.

Fonte: Caldera