Checklist e manual para conservar o envelopamento de carro

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/10/2015
Documentos são voltados tanto para o envelopador quanto para o cliente

Documentos são voltados tanto para o envelopador quanto para o cliente

A Alltak, fabricante nacional de mídias para comunicação visual, criou um checklist especial para profissionais de envelopamento de veículos. O documento, que pode ser baixado gratuitamente, deve ser usado na etapa inicial de verificação das condições do carro, antes da limpeza e aplicação dos vinis adesivos. Com o checklist, o profissional poderá se isentar de problemas, prevendo retrabalho e possíveis prejuízos.

Outro documento criado pela Alltak é o manual com regras básicas de conservação e manutenção do envelopamento. Também grátis, o guia tem o objetivo de orientar o cliente que investiu na adesivação veicular.

Fonte: Alltak



Aplicação de vinil adesivo: a seco ou úmida

Por Eduardo Yamashita em 27/06/2015

Conheça prós e contras de cada um dos métodos de aplicação

Conheça prós e contras de cada método

Na hora de adesivar vinis, em uma parede ou ao fazer o envelopamento de carros, os profissionais de instalação e aplicação deparam-se com uma dúvida elementar: usar método úmido ou a seco?

A diferença entre eles é a presença (ou não) de água, elemento cujo objetivo é criar uma "película" entre o adesivo (cola) e a superfície. A água diminui a aderência (tack) inicial do adesivo. Isso facilita a aplicação, pois o adesivo fica com menos área de contato com a superfície.

Na aplicação úmida, é possível reposicionar o vinil até que o aplicador encontre a posição correta da película. No método a seco, como a aderência é total, não é possível fazer o reposicionamento do vinil.

Cada método tem prós e contras, resumidos a seguir:

  Vantagens    Desvantagens
Aplicação úmida
- Baixa adesão do adesivo (cola) à superfície;
- Reposicionamento total do vinil;
- Facilidade nos encaixes entre vinis.
- Adesão inicial mais demorada;
- Elevado tempo de instalação (em função da secagem da água);
- Necessário ambiente adequado para trabalhos com água;
- Limitado a superfícies planas ou curvas simples.
Aplicação a seco
- Não precisa de tempo adicional antes do acabamento;
- Poder ser usado em qualquer superfície.
- Necessário uso de fitas de posicionamento da imagem;
- Alta aderência do adesivo (cola) à superfície;
- Difícil reposionamento.

 

A seco ou úmida

Uma pergunta bastante frequente é: Qual método devo utilizar? Para obter a resposta, você vai precisar saber o tipo de superfície sobre a qual será aplicado o vinil adesivo.

O método a seco é indicado para qualquer tipo de superfície. Já o úmido é indicado apenas para superfícies planas ou com curvaturas simples.

A diferença entre ambas é a aplicação de água

A diferença entre ambas é a aplicação de água

A pergunta seguinte é: Por quê? Porque, ao aplicar o método úmido em superfícies complexas (com curvaturas compostas e baixos relevos), não é possível remover toda a água utilizada no processo. Ou seja, o trabalho deixa resíduos entre o adesivo e a superfície, formando microbolhas de água — imperceptíveis após a aplicação.

Quando o vinil aplicado é submetido ao calor (do sol), as microbolhas levantam o vinil, que resseca com o tempo e acaba rompendo-se, causando estragos irrecuperáveis à imagem. Portanto, ao facilitar a aplicação, corre-se o risco de prejudicar todo o trabalho.

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

 

Texto originalmente publicado com exclusividade no InfoSign, no dia 27 de junho de 2013. Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis, envelopamentos de carro e comunicação visual.



Roland promove evento grátis sobre impressão digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 19/07/2014

Participe do evento gratuito promovido pela Roland DG Brasil

Participe do evento gratuito promovido pela Roland DG Brasil

A filial brasileira da Roland DG, fabricante de impressoras digitais, promoverá, de agosto a novembro de 2014, o Roland Experience Day, evento que pretende reunir clientes, parceiros, especialistas e executivos para apresentar as principais soluções de impressão para pequenas e médias empresas de comunicação visual, tecidos, brindes e personalização.

No evento, a Roland DG apresentará lançamentos e mostrará como aumentar a produtividade e a qualidade da produção, além de reduzir custos, aumentar a eficiência operacional e possibilitar a geração de novos negócios.

Os participantes do evento poderão testar impressoras (UV, sublimática, ecossolvente e com recorte integrado) e conferir equipamentos e softwares da Roland DG.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas por telefone (11 3500-2649), e-mail (contato@rolanddg.com.br) ou pelo site. As vagas são limitadas.

Confira a agenda do evento:

  • 5 e 6 de agosto: Belo Horizonte;
  • 9 e 10 de setembro: Bauru;
  • 23 e 24 de setembro: Rio de Janeiro;
  • 14 e 15 de outubro: Espírito Santo;
  • 11 e 12 de novembro: São José do Rio Preto.

Alguns das impressoras presentes no evento são a VersaEXPRESS RF-640, a VersaCAMM VSi e a VersaUV LEJ (híbrida, a máquina pode imprimir com tinta branca e verniz sobre diversos substratos de até 13mm de espessura).

Fonte: Roland DG