Caldera lança calculadora de pegada de carbono

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/01/2015

Com a CostView, é possível calcular a pegada de carbono de birôs e gráficas

Com a CostView, é possível calcular a pegada de carbono de birôs e gráficas

A Caldera, desenvolvedora de softwares, lançou a primeira calculadora de pegada de carbono criada especificamente para a indústria de impressão de grande formato.

A ferramenta faz parte da versão 3.0 do Caldera CostView, aplicativo de custos e orçamentos para impressoras digitais.

Sebastien Hanssens, vice-presidente de marketing da Caldera, declarou: "Como a impressão ecológica tem ganhado importância, pensamos em desenvolver novas ferramentas que calculem o impacto de carbono (pegada de CO2) no meio ambiente".

Calculadora

Indicado para o gerenciamento de custos na impressão digital, o software CostView chegou à versão 3.0, que conta com uma nova ferramenta de análise da pegada de carbono. Com ela, os usuários poderão saber a quantidade de CO2 demandada em todos os elementos que fazem parte da produção: tinta, mídia, energia elétrica, custos adicionais, entre outros.

CostView 3.0

Segundo a Caldera, com a nova atualização do software CostView é possível monitorar todos os custos relativos à impressão. Trata-se de uma ferramenta totalmente integrada à produção, capaz de extrair informações sobre trabalhos diretamente do RIP, o que permite controlar, modificar, estudar e exportar informações sobre custos dos trabalhos.

Com o CostView, qualquer gerente de produção pode monitorar os trabalhos em andamento, verificar as condições das tintas e ficar por dentro dos custos de mídia. A interface (web browser) do aplicativo pode ser acessada e usada com facilidade por qualquer usuário.

Fonte: Large Format Review



Novas impressoras têxteis serão apresentadas pela MTEX

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/08/2015
MTEX 5032HS imprime diretamente em tecidos

MTEX 5032HS imprime diretamente em tecidos

Para setembro de 2015, a MTEX, fabricante europeia de impressoras de grande formato, promete apresentar novos modelos de equipamentos de estamparia digital têxtil. A empresa está preparando um evento em seu show room no Reino Unido, que acontecerá entre os dias 22 e 23 do mês que vem.

Entre as máquinas que serão lançadas está a MTEX 5032HS, impressora de alta produtividade capaz de rodar na velocidade máxima de 120m2/h. A outra novidade será a MTEX Blue, indicada para birôs e gráficas digitais que estão começando no mercado.

Segundo a empresa, todos os equipamentos para impressão direta em tecidos da MTEX incluem uma unidade de fixação térmica de tinta. Comparada aos sistemas de termotransferência, como impressoras sublimáticas, a tecnologia da MTEX consome menos energia e prescinde do uso de papéis específicos para a execução do processo de impressão.

A empresa também afirma que emprega tecnologias e componentes de alta qualidade para confeccionar os equipamentos que vende. Entre os dispositivos que constituem as máquinas MTEX estão os motores Mimaki.

Fonte: Large Format Review



Mimaki Brasil colabora em projeto social

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/02/2016
Fornecedora imprimiu materiais para crianças da Comunidade Madre Tereza de Calcutá

Fornecedora imprimiu materiais para crianças da Comunidade Madre Tereza de Calcutá

A filial brasileira da Mimaki, fabricante de impressoras digitais e plotters de recorte, participou no fim de 2015 do Collab, projeto social de Natal realizado na Comunidade Madre Tereza de Calcutá, na Paróquia Santa Cruz, em São Paulo.

A fornecedora criou e imprimiu diversos kits de desenho e pintura para as crianças da comunidade na véspera do Natal. Todo o material foi estampado numa Mimaki JFX200-2513, equipamento UV LED com sistema plano de alimentação de substratos.

Renata Sato, assistente comercial da Mimaki Brasil e colaboradora do Collab Natal, declarou: “Quando a idealizadora do projeto divulgou a ideia de estender a vida das nossas criações além do mundo digital, e entregá-las impressas a crianças como presente de Natal, na hora pensei na Mimaki e em todas as possibilidades de impressão que as nossas máquinas oferecem. Foi realmente gratificante e espero que possamos seguir por este caminho, levando um pouco do bem que podemos fazer pelos outros”.

Natasha Higa, idealizadora do Collab de Natal, também comentou: “É inspirador ver que ainda temos gente a usar seu trabalho ou paixão de um jeito que seja totalmente direcionado a deixar os outros felizes. Não importa o tamanho do gesto, o que importa é o coração”.

Kits para colorir foram impressos em equipamento UV
Projeto social foi realizado na Comunidade Madre Tereza de Calcutá, São Paulo

Fonte: Mimaki Brasil