Caldera apresenta software de gerenciamento de produção

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/02/2015

Nexio foi desenvolvido especificamente para empresas que utilizam tecnologia de impressão digital de grande formato

Nexio foi desenvolvido especificamente para empresas que utilizam tecnologia de impressão digital de grande formato

A Caldera, desenvolvedora de aplicativos, anunciou a Nexio, nova solução capaz de integrar vários softwares de uma empresa de impressão digital, como RIP e programas de MIS, contabilidade, e-commerce, entre outros.

Segundo a empresa, o Nexio automatiza processos para economizar tempo, dinheiro e recursos. Trata-se de uma ferramenta que identifica arquivos digitais antes de serem enviados para o fluxo de trabalho, entregando-os a uma impressora com parâmetros já determinados de produção, resolução e tipo de mídia.

Isso evita a intervenção manual e a necessidade de criar vários folders para cada processo, o que reduz tempo de operação e riscos de erro humano.

O software permite a elaboração de relatórios para análise de desempenho de produção, para tornar os birôs de grande formato mais enxutos, rentáveis e ambientalmente conscientes.

Fonte: Caldera



Ampla Digital renova showroom da Bahia

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/04/2013

Novos equipamentos chegaram ao showroom da filial da Ampla em Lauro de Freitas, na Bahia. Renovado, o centro conta agora com as impressoras Rio 8000, Rio 8100s e Targa XT.

Os clientes que quiserem conferir as máquinas em funcionamento podem agendar uma demonstração com os representantes da empresa: (71) 3369 2131.

A Ampla, recentemente, inaugurou uma outra unidade na região Nordeste, em Recife (PE).

Show room da Ampla ganhou novas impressoras

Show room da Ampla ganhou novas impressoras

Fonte: Ampla



Fujifilm inaugura fábrica de tintas digitais

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/01/2013

A planta tem 1800 metros quadrados

A planta tem 1800 metros quadrados

Tradicional fabricante de insumos para impressão digital, a Fujifilm acaba de anunciar a inauguração de uma nova planta em Broadstairs, no Reino Unido. Segundo a empresa, foram gastos mais de quatro milhões de euros para o planejamento e desenvolvimento da construção, além de um adicional de dois milhões e meio de euros para a atualização do departamento de pesquisa e desenvolvimento da fábrica. Ao todo, foram dois anos para a implementação do projeto.

O novo edifício tem 1800m2 e foi construído para aumentar em 56% a produção anual de tintas da empresa, para atender às novas demandas do mercado, que está migrando cada vez mais dos sistemas analógicos (serigrafia, por exemplo) para os digitais.

A fábrica tem a capacidade de produzir seis mil toneladas anuais de tinta, que depois é embalada e vendida em frascos, bolsas ou cartuchos, dependendo do modelo de impressora no qual ela será utilizada.

Mais de 340 empregados trabalham na planta e 80% deles estão envolvidos com pesquisa e desenvolvimento de tintas digitais.

Mais de 340 empregados trabalham na nova fábrica da Fujifilm

Mais de 340 empregados trabalham na nova fábrica da Fujifilm

Colin Boughton, diretor de operações da Fujifilm, comentou: "Nós planejamos tudo meticulosamente, levando em conta a nossa liderança na tecnologia de tintas digitais. Precisávamos ter equipamentos de ponta para garantir uma produção de alto nível, além de ter de aumentar o nosso volume".

Segundo a empresa, todo o projeto faz uso de métodos e processos produtivos que reduzem impactos ambientais. A fábrica emprega, por exemplo, uma caldera que consome 40% a menos de combustíveis fósseis que os sistemas mais convencionais de aquecimento.

Além disso, apenas 7% dos refugos gerados pela fábrica vão para aterros; 23% do lixo retorna como combustível. O restante, 70%, é reciclado. Isso significa que 93% do lixo é reusado de alguma forma.

A fábrica é certificada nas normas ISO 14001 e ISO 9001. E no meio de 2013, a empresa promete a certificação OHSAS 18001, voltada para saúde e segurança no trabalho.

Fonte: Fujifilm. Texto: InfoSgin