Bordeaux lança bulk ink para impressoras Epson SureColor S

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/09/2013

A Bordeaux Printink Digital, fabricante de insumos digitais, vai lançar uma solução de alimentação contínua de tinta (bulk ink) para impressoras Epson SureColor S. A novidade será apresentada na feira SGIA, que vai de 23 a 25 de outubro, nos EUA.

Fabricado pela InkonDemand.com e vendido pela Bordeaux, o dispositivo utiliza tinta Fuze Eco SC e inclui um sistema que pode substituir os chips originais da Epson. Além disso, permite monitorar o nível de tinta e emitir alertas para substituição dos refis — o que pode aumentar a produtividade da impressão e reduzir o desperdício de tinta.

Indicada para aplicações indoor e outdoor, a tinta Fuze Eco SC opera exclusivamente nos equipamentos da série Epson SureColor S e, segundo a Bordeaux, não apresenta odor e não contém níquel.

Fabricante passa a vender bulk ink para equipamentos da série Epson SureColor S

Fabricante passa a vender bulk ink para equipamentos da série Epson SureColor S

Fonte: Bordeaux



Mimaki apresenta nova tinta UV termo-moldável

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/05/2016
Tinta LUS-350 pode ser utilizada em impressoras Mimaki UJF-7151 e JFX200-2513

Tinta LUS-350 pode ser utilizada em impressoras Mimaki UJF-7151 e JFX200-2513

A Mimaki, fabricante de soluções para impressão digital, anunciou no mercado europeu a LUS-350, tinta UV termo-moldável compatível com os modelos Mimaki UJF-7151plus e JFX200-2513.

Disponível nas versões CMYK, branca e transparente, o insumo conta com uma nova tecnologia que permite que objetos sejam impressos antes de passarem pelo processo termo-moldável.

De acordo com a empresa, a tinta pode esticar até 350% quando aquecida entre 120˚C e 200˚C. Após esfriar à temperatura ambiente, a película de tinta é restaurada à sua rigidez original e adere sem rachar ou descascar. Trata-se do insumo mais elástico da Mimaki, cujo portfólio também contempla tintas UV semiflexíveis e 200% termo-moldável.

Outra sugestão é utilizar a tinta em vinis adesivos que serão aplicados em superfícies com muitas curvas complexas e de alta complexidade.

Fonte: Fespa



Sinalização digital e realidade aumentada contra o racismo

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/11/2018
Instalação foi usada para arrecadar fundos para instituição

Instalação foi usada para arrecadar fundos para instituição

O Centro Norueguês contra o Racismo, sediado em Lillestrom, busca de muitas maneiras combater a discriminação racial na Noruega. Recentemente, a organização fez uma parceria com a JCDecaux Norway e promoveu uma campanha para arrecadar fundos que empregou sinalização digital e realidade aumentada.

A JCDecaux Norway implantou uma instalação ao ar livre que apresentava um vídeo de um grupo de supremacistas brancos marchando em direção aos pedestres. O grupo bradava em norueguês: “Branco e livre! Não dominem o nosso país”. Muitos usavam máscaras para esconder seus rostos. O vídeo mostrava pessoas com bastões em punho, prontos para bater contra a tela.

Um lado da tela apresentava um terminal integrado de pagamento, que pedia aos espectadores uma doação de dinheiro para interromper o vídeo. Quando a doação era realizada, os supremacistas brancos pararam de falar e o display mostrava a mensagem de “Obrigado”.

O objetivo da campanha era arrecadar dinheiro para o Centro Norueguês Contra o Racismo, que perdeu sua principal fonte de financiamento.

Confia abaixo a campanha antirracismo no vídeo: