Avery lança vinis perfurados e películas para laminação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/09/2014

Filmes MPI 3529 e MPI 3729 são as novidades da Avery

Filmes MPI 3529 e MPI 3729 são as novidades da Avery

A Avery Dennison, fabricante de películas, lançou dois vinis perfurados (MPI 3529 e MPI 3729) e três películas para laminação (DOL 6460, DOL 6560 e DOL 6960).

O vinil perfurado MPI 3529 pode receber impressão digital solvente, ecossolvente, UV e látex, e oferece durabilidade de dois anos (sem impressão) ou um ano (com impressão). Apresenta acabamento fosco, adesivo removível e padrão de perfuração 50/50, indicado para aplicações em veículos, como ônibus e carros de frota.

O MPI 3729 também pode ser impresso por diversas tecnologias, inclusive a látex. O filme é indicado para PDV, estandes de feiras, entre outras aplicações em vidros. Apresenta padrão de perfuração 60/40 e mantém boa visibilidade em janelas.

Uma das novas películas para laminação da Avery é a DOL 6560, que oferece resistência a risco, aumenta a durabilidade do impresso e é recomendada para aplicações de curto prazo.

Já o DOL 6460 é um filme brilhante e oferece até dois anos de durabilidade para impressos em aplicações horizontais. A mídia é compatível com a série de mídias MPI da Avery.

Por fim, o filme para laminação DOL 6960 fornece uma proteção mais robusta e é ideal para aplicações que requerem alta resistência a arranhões e químicos.

Fonte: My Print Resource



Aslan apresenta novo filme para laminação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/04/2018
EcoSoftTouch SL 109 é filme de PP fosco

EcoSoftTouch SL 109 é filme de PP fosco

A Aslan, fabricante alemã de filmes autoadesivos para aplicações especiais, passou a oferecer a EcoSoftTouch SL 109, nova película de PP para laminação disponível nas larguras de 0,90m ou 1,02m.

Indicada para dar acabamento a impressões digitais e outras superfícies lisas, a mídia, que foi desenvolvida para sistemas roll-up e pop-up, confere alto brilho, toque aveludado e resistência a arranhões.

Com espessura de 50μm, adesivo acrílico permanente e liner de filme siliconizado, a película é recomendada para peças de aplicações internas.

Fonte: Aslan



Gênesis passa a vender plotters e impressoras digitais da DGI

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/04/2014

A Gênesis, fabricante nacional de tintas, selou uma nova parceria internacional com a DGI (Digital Graphics Incorporation), fabricante sul-coreana de impressoras digitais. A partir de agora, a empresa brasileira distribuíra no país equipamentos das linhas abaixo:

Omega

Linha de plotters de recorte com novas tecnologias, composta pelos seguintes modelos:

OM-60P

  • Largura: 589mm;
  • Velocidade máxima de corte: 1,131mm/s (diagonal).

OM-130P

  • Largura: 1,220mm;
  • Velocidade máxima de corte: 1,131mm/s (diagonal).

OM-150P

  • Largura: 1,530mm;
  • Velocidade máxima de corte: 1,131mm/s (diagonal).
Plotters da série DGI Omega passam a ser vendidas pela Gênesis

Plotters da série DGI Omega passam a ser vendidas pela Gênesis

Fabrijet

Linha de equipamentos de grandes formatos para impressão direta e indireta em tecidos. Composta pelos seguintes modelos:

FTII-1804S (Impressão Indireta – Transfer)

  • Largura: 1,80m;
  • Cabeça de Impressão: 4 cabeças Konica Minolta (CMYK);
  • Velocidade máxima: 50m²/h.

FTII-3204D (Impressão Indireta – Transfer)

  • Largura: 3,20m;
  • Cabeça de Impressão: 8 cabeças Konica Minolta (CMYK);
  • Velocidade máxima: 120m²/h.

FTII-PRO II (Impressão Direta)

  • Largura: 1,90m;
  • Cabeça de Impressão: 9 cabeças Konica Minolta (CMYK);
  • Velocidade máxima: 120m²/h.

FD-1904 (Impressão Direta)

  • Largura: 1,90m;
  • Cabeça de Impressão: 4 cabeças Kyocera (2 X CMYK);
  • Velocidade máxima: 140m²/h.

 FG-3206 (Impressão Direta)

  • Largura: 3,20m;
  • Cabeça de Impressão: 6 cabeças Konica Minolta (CMYKcLmL);
  • Velocidade máxima: 120m²/h.
Impressora de tecido DGI FTII-1804S

Impressora de tecido DGI FTII-1804S

Impressão direta e indireta de tecidos

A impressão indireta é conhecida como transfer sublimático. Com ela, é possível imprimir sobre um papel especial e, posteriormente, transferir a tinta para um tecido de poliéster. O equipamento DGI de entrada para impressão indireta é o Fabrijet FTII-1804S (para sublimação), com tecnologia Konica Minolta, 1,80m de largura, quatro cores e velocidade máxima de 50 m²/h (720 x 360dpi).

Já a impressão direta é feita sobre o tecido, e isso requer bom desempenho do equipamento para "puxar" e imprimir corretamente o tecido. Para impressão direta no tecido, há diversos equipamentos DGI com diversas larguras, velocidades, cabeças (Konica e Kyocera) e tintas (ácida, reativa e sublimática direta).

Fonte: Gênesis