Gênesis promove curso de sublimação em outubro e novembro

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/09/2015
Público-alvo do curso é formado por profissionais interessados em informações básicas sobre impressão digital sublimática

Público-alvo do curso é formado por profissionais interessados em informações básicas sobre impressão digital sublimática

A Gênesis, fabricante nacional de tintas para impressão, promoverá nos dias 23 de outubro e 20 de novembro um curso específico para interessados em sublimação digital.

Previsto para começar às 9h, o treinamento dura seis horas e ocorre na Escola Gênesis (Rua Luiz Vaz de Camões, 177 - Cumbica, Guarulhos). O investimento por pessoa é de 240 reais e o interessado pode se inscrever por meio do site.

De acordo com a empresa, o curso é indicado a alunos que pretendem adquirir conhecimentos iniciais sobre sublimação digital. Na primeira parte, serão discutidos fundamentos como:

  • Mercado da impressão sublimática digital;
  • Oportunidades de negócios;
  • Cuidados na escolha de tintas, papéis, tecidos e insumos;
  • Como preparar o local de trabalho da impressora;
  • Controles ambientais;
  • Hardwares;
  • Softwares;
  • Insumos;
  • Importância das manutenções preventivas;
  • Importância do workflow de cores;
  • Tecnologias de impressão;
  • Papéis sublimáticos;
  • Transferência térmica (prensa/calandra).

Já a segunda parte do curso aborda os seguintes tópicos:

  • Preparação da arte para a impressora;
  • Impressão na impressora de pequeno formato;
  • Apresentação completa da impressora de grande formato;
  • Painel de controle;
  • Utilização de perfil de cores no software RIP;
  • Impressão na impressora de grande formato;
  • Tipos de tecidos e tratamentos;
  • Transferência;
  • Manutenção de peças e acessórios;
  • Diagnóstico e solução dos problemas e erros mais comuns.

Fonte: Gênesis Tintas



Como aplicar vinis adesivos em pisos

Por Eduardo Yamashita em 01/09/2015
Confira dicas para aplicar vinis adesivos em pisos

Confira dicas para aplicar vinis adesivos em pisos

A decoração de pisos é uma atividade em potencial para qualquer birô ou gráfica digital. Então por que não começar a oferecer esse tipo de serviço? A experiência em instalação de vinis e envelopamento de veículos certamente ajudará na execução de trabalho em pisos, que, no entanto, reserva algumas particularidades.

Por exemplo, se as bordas da película começam a levantar antes do término da vida útil do produto (que não é superior a seis meses), o trabalho deverá ser refeito. E por que as bordas levantam? Porque o piso não foi devidamente preparado antes da aplicação do vinil adesivo.

Assim, é melhor gastar alguns minutos para preparar a superfície do que ter de refazer o trabalho. Portanto, é importante saber como posicionar a imagem, como preparar a superfície e como instalar a imagem.

Onde posicionar a imagem

Antes da instalação, é preciso ter certeza de que o vinil vai aderir ao revestimento do piso, que pode ter superfície encerada, de concreto selado, mármore, azulejos de cerâmica ou madeira selada. Mas essa não é a única condição. A superfície do piso deve estar presa e em boas condições. Não adesive sobre peças soltas e irregulares. Além disso, a superfície deve estar protegida, sem reboco (rejunte) solto e livre de rachaduras e lascas. Também deve estar isenta de silicone, pois ele inibe a adesão do adesivo.

Certifique-se de que o piso está bem fixado. Isso porque revestimentos de assoalho colados irregularmente podem se soltar, o que resulta no levantamento prematuro da imagem. Além disso, o revestimento do assoalho pode sair com o vinil durante a retirada do material.

1
Por razões de segurança e para manter a integridade da imagem, é importante colocá-la numa área de trânsito moderado, longe das portas principais

É importante também ressaltar que a imagem fica escorregadia quando molhada. Portanto, é melhor escolher um local onde não chova.

Ao instalar a imagem em um armazém, as empilhadeiras e os motores de reboque podem comprometer a integridade da imagem por derramar óleo e sujeira de rastreamento sobre a película adesivada.

Antes da instalação, pergunte-se: Qual é o volume de tráfego de pés e quanto tempo a imagem deve durar? Imagens em piso de um estádio durarão e permanecerão vibrantes e sem levantar as bordas?

Isso depende de quantas pessoas caminharão sobre a imagem. Esse é o lado negativo. O lado positivo é que há muitos pisos e superfícies para adesivar com anúncios.

Preparação da superfície

Depois de determinar o local apropriado para a imagem, é necessário preparar a superfície para a aplicação do vinil autoadesivo. Caso contrário, a durabilidade da imagem poderá ser comprometida. Em suma, a superfície de aplicação deve estar limpa, lisa e seca.

Limpeza do piso

Em primeiro lugar, pulverize a área onde a imagem será aplicada. Use uma solução com 20 gotas de detergente por litro de água. Não use sabonetes ou detergentes enzimáticos. Limpe a área e, em seguida, limpe uma área 20cm maior do que a imagem total.

Depois, limpe novamente. Com o chão limpo, seque-o com um papel toalha que não solte fiapos. Certifique-se de remover toda a poeira sem deixar sujeira em seu rastro.

Para obter o resultado desejado, é imprescindível limpar corretamente o piso antes da adesivação

Remoção de óleo e graxa

É preciso enfatizar: é necessário limpar o chão com uma toalha de papel sem fiapos umedecida e álcool que não contenha loções ou aromas. O álcool isopropílico é o melhor - não utilize álcool em gel.

Para evitar deixar resíduos, limpe a superfície completamente seca com uma toalha de papel sem fiapos antes de evaporar o álcool.

A superfície brilhante é melhor, mas nem sempre será possível trabalhar com esse tipo de superfície.

Antes de trabalhar com pisos pintados, realize um teste para ter certeza de que a tinta do chão não será removida caso o vinil seja reposicionado ou retirado. Considere o seguinte: a maioria das imagens de piso tem adesivo permanente, que é extremamente agressivo.

Armado com essas informações, você muito provavelmente obterá uma instalação bem-sucedida. Uma dica final: sempre preste muita atenção às orientações específicas dos fabricantes dos vinis. Alguns requisitos adicionais podem fazer grande diferença na aplicação final.

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual
Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

 



Colacril faz 30 anos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/10/2014

A história da fabricante começou em 1984, com uma pequena linha de produção de adesivos, em Ribeirão Preto, SP

A história da fabricante começou em 1984, com uma pequena linha de produção de adesivos, em Ribeirão Preto, SP

A Colacril, fabricante de películas autoadesivas, comemora 30 anos. Uma das maiores indústrias latino-americanas do ramo, a empresa atende ao mercado nacional e exporta materiais para diversos países da América da Sul.

No portfólio da fabricante estão produtos empregados em aplicações diversas, como placas de estradas, selos dos Correios e caixas de embarque com código de barras.

A história da Colacril começou em 1984, com uma pequena linha de produção de adesivos, em Ribeirão Preto, São Paulo. Quatro anos depois, a empresa cresceu e mudou-se para Barueri, São Paulo, em uma planta com 4 mil metros quadrados de área. Em 1999, ocorreu a inauguração da unidade industrial em Campo Mourão, Paraná, numa área de 65 mil metros quadrados.

Atualmente, a Colacril Auto Adesivos Paraná faz parte da CCRR Participações, grupo que engloba as marcas RR Etiquetas (de etiquetas autoadesivas), Identify Brasil (de sistemas para RFID) e CCRR Bobinas (de bobinas térmicas ECF/PDV).

Fonte: Colacril