Epson lança no Brasil impressora têxtil Monna Lisa 8000

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/02/2021
Com 8 cabeças, impressora é modelo de entrada

Com 8 cabeças, impressora é modelo de entrada

A filial brasileira da Epson está disponibilizando a nova Monna Lisa (ML) 8000, impressora têxtil que roda na velocidade de 155m2/h.

Com 8 cabeças PrecisionCore, o equipamento é indicado para estamparias que pretendem substituir suas tecnologias analógicas por digitais.

As cabeças apresentam tecnologias exclusivas, como a Microweave (que reduz o efeito de marca e granulação) e a Multi-Layer Halftone (que renderiza os padrões de pontos de meio-tom em cada camada). Já a Dynamic Alignment Stabilizer (DAS) aumenta a estabilidade da qualidade de impressão, ao controlar as ondulações em cada chip da cabeça.

A ML-8000 também inclui a capacidade de alinhamento de cores simétricas para sobreposição de cores precisas durante a impressão bidirecional em passagens lentas, e o Controle Preciso de Posição da Correia detecta automaticamente a distância de alimentação da correia, para garantir o avanço preciso dos tecidos.

Um sistema de remoção de pó retira os fiapos da superfície dos tecidos antes que eles entrem na área de estampagem, enquanto o sistema de extração impede que o vapor de tinta cole à superfície aos nozzles.

A tecnologia de verificação de nozzles detecta a ausência de pontos que implicam em obstruções e ajusta o nível de tinta a ser disparada, para manter a qualidade de imagem e reduzir erros de impressão.

Graças à função de calibração automática via câmera RGB, o operador pode realizar facilmente a substituição da cabeça em menos de 30 minutos. Já o sistema de monitoramento Epson facilita a obtenção de respostas rápidas para problemas potenciais, reduzindo interrupções na produção.

A facilidade de uso do equipamento é garantida por meio de um visor touch de 9 polegadas que mostra o status da impressora, as instruções de uso e os procedimentos habituais de manutenção. Além disso, a máquina conta com cartuchos duplos de tinta de alta capacidade (10 litros) que permitem a substituição em funcionamento.

As tintas originais Epson estão disponíveis nas opções ácida, reativa, dispersa e pigmentada, em embalagens à vácuo. Todas contam com certificação ECO PASSPORT, adequadas aos padrões de impressão têxtil responsável com o meio ambiente. Especificamente, a tinta ácida conta com a aprovação bluesign, enquanto a reativa e a pigmentada possuem a verificação GOTS, da ECOCERT.

A Monna Lisa faz parte de um sistema completo e integrado. A solução conta ainda com um fornecedor único para todos os componentes: cabeças, tintas, pré-tratamentos, pós-tratamentos e suporte de engenharia.

Fonte: Epson Brasil

 



VinilSul recebe prêmio da Epson pela 3ª vez consecutiva

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/06/2019
Fornecedora recebeu o prêmio de Distribuidor Nacional Epson com Melhor Performance em Vendas da América Latina

Fornecedora recebeu o prêmio de Distribuidor Nacional Epson com Melhor Performance em Vendas da América Latina

A VinilSul, um dos maiores distribuidores de equipamentos e suprimentos para comunicação visual do país, recebeu pela 3ª vez consecutiva o prêmio Melhor Performance em Vendas da América Latina, na categoria Distribuidor Nacional Epson. O reconhecimento é promovido anualmente pela Epson do Brasil desde 2012 e destaca os canais nacionais e regionais que apresentaram os melhores resultados do período fiscal.

A premiação vem em um importante momento para a VinilSul, que completou recentemente 24 anos de atuação. Além disso, confirma a assertividade da estratégia comercial da empresa.

Paulo Hübner, diretor de marketing da VinilSul, declarou: “Este reconhecimento é consequência da dedicação de cada um de nossos colaboradores que fazem todos os dias sempre o seu melhor, atendendo nossos clientes com excelência. A junção de uma empresa com política sólida, ética e transparente e profissionais dinâmicos e capacitados construiu o que somos hoje”.

Outro fator determinante para o crescimento da empresa nos últimos anos foi a sua entrada em novos mercados. Com a imersão no segmento têxtil, área que continua em franca expansão no Brasil, a VinilSul ampliou seus números e domínio na divisão “Impressão Digital”. Além da área têxtil, os segmentos de inkjet UV e de corte e gravação a laser também estão em alta e movimentando as vendas de equipamentos.

João Batistel, gerente comercial de máquinas da VinilSul, declarou: “Mais do que vender impressoras, a VinilSul tem como missão fornecer soluções aos seus clientes, ou seja, uma consultoria completa na escolha dos melhores produtos e serviços para atender as necessidades de cada negócio. Continuamos em busca de novos desafios e seguimos trabalhando de forma inovadora. Já estamos em preparação para a FuturePrint, maior evento do segmento que acontece em julho. E este prêmio com certeza nos motiva ainda mais a estar lá e conquistar mais clientes e os melhores negócios”.

Para a Epson, a VinilSul atingiu esta posição (de melhor performance em vendas da América Latina) de forma rápida e consistente. Além disso, conseguiu mantê-la ao longo de três anos, apesar dos desafios. “Temos orgulho de ter um parceiro como a VinilSul, que leva a marca Epson para seus clientes de acordo com os nossos principais valores. Sem dúvida, o comprometimento com os resultados, os profissionais capacitados e as filiais em pontos estratégicos no Brasil são alguns dos fatores determinantes para a posição que hoje a VinilSul ocupa no mercado”, afirma Evelin Wanke, gerente de negócios da Epson do Brasil.

A Feira FuturePrint 2019 ocorre no Expo Center Norte, entre os dias 10 a 13 de julho.

Fonte: VinilSul

Tags: VinilSul, Epson,


InfoTrends faz estudo sobre fornecedores do setor de grandes formatos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/09/2013

Estudo visa identificar falhas e acertos dos fornecedores de tecnologia do setor

Estudo visa identificar falhas e acertos dos fornecedores de tecnologia

A InfoTrends, consultoria internacional especializada no mercado gráfico, iniciou uma pesquisa (que envolverá contato por e-mail e telefone) para levantar informações relacionadas à cadeia de fornecimento de tecnologia no mercado de grandes formatos. . Com esse trabalho espera-se:

  • quantificar rentabilidade e custos desse segmento da indústria;
  • identificar gargalos e fontes de atrito na cadeia de fornecimento de produtos gráficos;
  • identificar oportunidades de e-commerce e gestão da cadeia de suprimentos;
  • mostrar empresas que estão desenvolvendo estratégias alternativas e bem-sucedidas no fornecimento de suprimentos;
  • descrever práticas que aumentam a rentabilidade dos fornecedores e distribuidores;
  • identificar programas de vanguarda para o desenvolvimento do mercado.

Sobre o assunto, Tim Greene, diretor do InfoTrends, declarou: "Na gestão eficaz da cadeia de suprimentos, é preciso assegurar que os materiais estejam sempre disponíveis aos usuários, mas com preços corretos. Os fabricantes têm de desenvolver estratégias para lidar com diferentes contas, nas diferentes regiões geográficas, com os diferentes tipos de distribuidores".

Fonte: Image Reports Mag