Durst apresenta nova impressora digital para embalagens

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/01/2019
Tau 330 RSC E é indicada para pequenos e médios convertedores

Tau 330 RSC E é indicada para pequenos e médios convertedores

A fabricante Durst lançou a Tau 330 RSC E, impressora inkjet UV de única passada indicada para pequenos e médios convertedores de embalagens.

Disponível com largura de impressão de 330mm ou 244mm, a máquina pode rodar com tintas CMYK e branca e resolução de 1.200 × 1.200dpi. Além de ter capacidade de produção de 1.020m²/h e empregar tintas de alta pigmentação, que reduzem o consumo de tinta em até 20% por metro quadrado.

Versões anteriores da série Tau 330 RSC podem ser adaptadas ao novo modelo E, que inclui rolo refrigerador, impressão de dados variáveis e bobinadores externos, além do software Durst Workflow Label.

Helmuth Munter, gerente da Durst Label & Packaging Printing, declarou: “No desenvolvimento do Durst Tau 330 RSC E, um foco especial foi dedicado à capacidade de atualização e flexibilidade da impressora. A impressão digital mais acessível está agora disponível a um maior número de convertedores”.

Fonte: Durst



Revelado campeão do concurso de envelopamento da Arlon

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/05/2015

Funkeefish é a campeã do concurso promovido pela Arlon

Funkeefish é a campeã do concurso promovido pela Arlon

A inglesa Funkeefish é a vencedora do Wrap Wars 2015, competição de envelopamento promovida pela Arlon, fabricante de vinis adesivos. O birô personalizou um Audi TT com diversas películas da série Ultimate Premium Plus Series 2600LX, em versões especiais como a Blue Aluminum e a Sunkiss Aluminu.

O principal serviço oferecido pela Funkeefish é o envelopamento de veículos privados ou comerciais de todos os tamanhos, de carros a caminhões pesados.

Mark Chamberlain, diretor da Funkeefish, declarou: "Usamos uma grande quantidade de vinis da linha Arlon Ultimate Premium Plus Series 2600LX. Eles são bons de aplicar e moldam-se bem aos veículos. É um produto excelente, com fantásticas opções de cores".

Fonte: Large Format Review



Como adesivar paredes e muros texturizados

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/07/2021
Aprenda a aplicar vinis em paredes rústicas

Aprenda a aplicar vinis em paredes rústicas

Os especialistas da Imprimax ensinam, neste artigo, a adesivar superfícies irregulares de muros e paredes externas expostas a intempéries. Com a técnica, o material será devidamente moldado e fixado, com um ótimo perfeito.

Para aplicações em superfícies externas, rústicas, porosas e irregulares, como muros de concreto, utilize um material específico como o Digiwall Branco, vendido nas versões semibrilhante e fosca. Trata-se de um vinil mais fino, de 65 micra, que pode receber impressão digital solvente, UV e látex. Como principal característica, a mídia conta com um tack mais agressivo e um adesivo mais resistente; necessários para que a aplicação suporte as condições extremas da instalação outdoor.

Embora esse tipo de trabalho exija materiais e procedimentos mais laboriosos, ele “é um tipo de aplicação de grande valor agregado”, garante Cleber Orsioli, gerente de marketing da Imprimax. Além disso, pode ser aplicado em pequenas superfícies ou áreas muito grandes, cobrindo totalmente dimensões muito espaçosas.

Para a preparação da superfície antes da aplicação, utilize a lavadora de alta pressão para extrair o máximo de impurezas do local (o pano é insuficiente para isso). Aguarde 24 horas para a secagem completa da área que receberá o adesivo. Comece apenas quando a superfície estiver bem seca e sem impurezas.

Comece a aplicação: faça o encaixe da imagem e vá retirando o liner. Nessa primeira etapa, adesive o material com as mãos enluvadas. Em hipótese nenhuma utilize a espátula, pois ela pode marcar o material, estragando o trabalho. Em seguida, utilize rolo e soprador térmico para moldar o vinil às reentrâncias da superfície.

Caso o muro apresente uma saliência maior ou um obstáculo, contorne o adesivo, para adaptá-lo a essa irregularidade.

Para o acabamento, aqueça o material com soprador térmico. O calor torna o material maleável, para que a passagem do rolo adapte o vinil às irregularidades do muro. Esse procedimento, exige um pouco de força e paciência para conferir um acabamento de alto nível.

Wagner Oliveira, instrutor técnico da Imprimax, dá mais uma dica: “É importante se atentar à durabilidade da tinta usada na impressão”, pois o material será submetido a intempérie e condições climáticas variadas. Ou seja, ele será naturalmente desgastado, por isso deverá ter uma resistência maior.

Assista como executar os procedimentos para a aplicação do Digiwall Branco em superfície rústica. Confira também o teste de resistência do material a condições extremas e externas: