Tendências da impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/03/2019
Estudos internacionais apontam expansão do segmento

Estudos internacionais apontam expansão do segmento

A estamparia digital têxtil está em voga. Hoje, a maioria dos grandes fabricantes de impressoras de grande formato oferece um equipamento com o fim de estampar tecidos. Algumas marcas desenvolveram suas próprias tecnologias para o segmento. Outras marcas absorveram empresas de soluções têxteis.

Um estudo de 2018 da Fespa, federação internacional voltada para o mercado de impressão, revelou alguns dados sobre o segmento de estamparia têxtil digital:

- 56% das empresas de impressão em tecido investiram em tecnologia digital de grande formato. Outros 19% planejam fazê-lo nos próximos dois anos;

- Mais de 80% das impressoras têxteis estampam em roupas esportivas e tecidos para vestuário;

- Velocidades de produção mais rápidas impulsionam o investimento das empresas de impressão têxtil;

- 9% dos produtores gráficos procuram impressão têxtil na hora de investir em novas tecnologias.

Atualmente, o mercado têxtil tem sido impulsionado pela personalização e pela demanda por produções rápidas. Para tanto, a digital está se tornando uma boa opção tecnológica, sobretudo para a produção de pequenos lotes e amostras.

No mercado internacional, até 2017, as impressoras de 3,2m eram as maiores no segmento. Porém, a partir de 2018, os equipamentos com 5m passaram a ser tendência, e muitas empresas começaram a fabricar máquinas com essa dimensão, principalmente porque está mais fácil encontrar tecidos, papéis transfer e matérias com 5m de largura.

De acordo com a WTiN (World Textile Information Network), a taxa de crescimento anual composta (CAGR) dessa indústria global está projetada para ser de 20% durante o período entre 2017 e 2021. Portanto, podemos dizer com segurança que a impressão digital têxtil está se consolidando e continuará a crescer nos próximos anos.

Fonte: Flaar Reports



Hexis lança solução de decoração que simula efeitos de madeira

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/11/2016
Fabricante disponibiliza 12 arquivos que simulam vários tipos de madeira

Fabricante disponibiliza 12 arquivos que simulam vários tipos de madeira

A Hexis, fabricante de mídias para comunicação visual, anunciou o VWood, filme cast para laminação desenvolvido para conferir acabamento especial a vinis adesivos impressos com efeitos que simulam superfícies de madeira.

Para ajudar, a fabricante disponibilizou gratuitamente em seu site 12 arquivos digitais com imagens que imitam diferentes tipos de madeira.

A solução, que é indicada a arquitetos, designers, decoradores e empreiteiros, foi desenvolvida para ser uma saída barata e de fácil instalação e leva as seguintes etapas para ficar pronta:

1. Escolher o tipo de vinil da Hexis de acordo com a superfície onde ele será aplicado, por exemplo: parede, mobília, porta ou divisória;

2. Adquirir o filme de laminação VWood;

3. Fazer login no link: http://www.hexis-graphics.com/en/wood/;

4. Inserir o número do lote de VWood, que está na etiqueta da bobina adquirida;

5. Selecionar um dos 12 projetos, baixar o arquivo e imprimir o desenho escolhido no vinil da Hexis;

6. Laminar o vinil impresso com a película VWood.

Fonte: Hexis



Cabeça de impressão à base d’água amplia portfólio da Xaar

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/06/2017
Xaar 5501 é indicada para impressoras têxteis

Xaar 5501 é indicada para impressoras têxteis

A fabricante Xaar anunciou a Xaar 5501, nova cabeça de impressão com tecnologia à base d’água. O dispositivo, que complementa as famílias Xaar 1201 e Xaar 5601, é indicado para fornecedores que trabalham em regime OEM e foi desenvolvido em colaboração com a Xerox.

Com tecnologias piezo e Xaar Drive Electronics, a cabeça imprime a 1200 dpi em aplicações como tecidos (diretamente ou com sublimação) e sinalização (banners, cartazes e displays).

A Xaar 5501 possui 5544 nozzles, dispara gotas de 5 picolitros e oferece largura de impressão de 115mm, além de ser compatível com uma variedade de fluidos, como tintas aquosas, tintas UV com baixa viscosidade.

A cabeça emprega usa um sistema de posicionamento e alinhamento por meio de software. Isso uma configuração rápida e fácil das impressoras. Além disso, não requer um sistema de recirculação de tinta, o que diminui custos de integração. A peça também pode ser empregada em aplicações de alta produtividade, em sistemas de impressão única passada.

Jason Remnant, gerente de produto da Xaar, declarou: “Agora temos uma gama completa de soluções para atender a maioria das aplicações que usam cabeças de impressão a jato de tinta de baixa viscosidade. A Xaar 5501 é uma solução muito rentável para impressoras têxteis e de amplo formato, e estará amplamente disponível para parceria OEM no final de 2017”.

Fonte: Xaar