Tendências da impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/03/2019
Estudos internacionais apontam expansão do segmento

Estudos internacionais apontam expansão do segmento

A estamparia digital têxtil está em voga. Hoje, a maioria dos grandes fabricantes de impressoras de grande formato oferece um equipamento com o fim de estampar tecidos. Algumas marcas desenvolveram suas próprias tecnologias para o segmento. Outras marcas absorveram empresas de soluções têxteis.

Um estudo de 2018 da Fespa, federação internacional voltada para o mercado de impressão, revelou alguns dados sobre o segmento de estamparia têxtil digital:

- 56% das empresas de impressão em tecido investiram em tecnologia digital de grande formato. Outros 19% planejam fazê-lo nos próximos dois anos;

- Mais de 80% das impressoras têxteis estampam em roupas esportivas e tecidos para vestuário;

- Velocidades de produção mais rápidas impulsionam o investimento das empresas de impressão têxtil;

- 9% dos produtores gráficos procuram impressão têxtil na hora de investir em novas tecnologias.

Atualmente, o mercado têxtil tem sido impulsionado pela personalização e pela demanda por produções rápidas. Para tanto, a digital está se tornando uma boa opção tecnológica, sobretudo para a produção de pequenos lotes e amostras.

No mercado internacional, até 2017, as impressoras de 3,2m eram as maiores no segmento. Porém, a partir de 2018, os equipamentos com 5m passaram a ser tendência, e muitas empresas começaram a fabricar máquinas com essa dimensão, principalmente porque está mais fácil encontrar tecidos, papéis transfer e matérias com 5m de largura.

De acordo com a WTiN (World Textile Information Network), a taxa de crescimento anual composta (CAGR) dessa indústria global está projetada para ser de 20% durante o período entre 2017 e 2021. Portanto, podemos dizer com segurança que a impressão digital têxtil está se consolidando e continuará a crescer nos próximos anos.

Fonte: Flaar Reports



SAi apresenta terceira versão do PixelBlaster

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/02/2014

PixelBlaster chega à versão 3.0

PixelBlaster chega à versão 3.0

A SAi, desenvolvedora de softwares gráficos, lançou a versão 3.0 do PixelBlaster, aplicativo de impressão digital e comunicação visual. O programa apresenta RIP baseado em PDF e oferece ferramentas de pré-visualização e gerenciamento de produção.

Entre os aperfeiçoamentos da terceira versão do PixelBlaster, estão ferramentas que permitem impressão frente e verso, recorte e posicionamento manual. Além disso, o aplicativo tem nova interface e novo gerenciador de mídia integrado.

Segundo a empresa, o elemento principal do upgrade é a otimização do desempenho do RIP. Agora, ele realiza o processamento de entrada 200% mais rápido (para determinados tipos de arquivos), além de possuir parâmetros reformulados de rendering, para melhorar a nitidez das imagens.

Eyal Friedman, vice-presidente de serviços técnicos da SAi, declarou: "O PixelBlaster v3.0 oferece novas ferramentas, estrutura interna mais veloz e maior facilidade de operação, que melhoram o desempenho na pré-impressão".

Fonte: Output Magazine



Nazdar passa a vender duas novas séries de tintas à base de solvente

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/06/2013

Séries 517 e 518 serão lançadas pela Nazdar

Séries 517 e 518 serão lançadas pela Nazdar

A Nazdar, fabricante de insumos para impressoras digitais, vai lançar na Fespa 2013, em Londres, duas novas séries de tintas à base de solvente. São elas:

  • Nazdar 517: além da paleta CMYK, Lc e Lm, a linha oferece as cores "Red Shade Magenta", "Red Shade Light Magenta" e "Vivid Yellow". Essas variantes permitem ao usuário reproduzir maior número de tons de vermelho. A linha é compatível com cabeças Xaar 128, Xaar 126, Xaar Proton, Spectra Galaxy, Spectra Nova, Seiko 510 e Konica Minolta de 42 picolitros.
  • Nazdar 518: tintas desenvolvidas para impressoras que disparam gotas de baixo volume e que trabalham com altas resoluções. A linha é compatível com cabeças Spectra Skywalker, Spectra Polaris e Konica Minolta de 14 picolitros.

Martin Burns, gerente da Nazdar, comenta: "Estamos sempre desenvolvendo novas tintas para aumentar a gama de materiais e prosperar no mercado digital. Estas novas linhas se encaixam perfeitamente em nossa estratégia".

Fonte: Large Format Review