Tendências da impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/03/2019
Estudos internacionais apontam expansão do segmento

Estudos internacionais apontam expansão do segmento

A estamparia digital têxtil está em voga. Hoje, a maioria dos grandes fabricantes de impressoras de grande formato oferece um equipamento com o fim de estampar tecidos. Algumas marcas desenvolveram suas próprias tecnologias para o segmento. Outras marcas absorveram empresas de soluções têxteis.

Um estudo de 2018 da Fespa, federação internacional voltada para o mercado de impressão, revelou alguns dados sobre o segmento de estamparia têxtil digital:

- 56% das empresas de impressão em tecido investiram em tecnologia digital de grande formato. Outros 19% planejam fazê-lo nos próximos dois anos;

- Mais de 80% das impressoras têxteis estampam em roupas esportivas e tecidos para vestuário;

- Velocidades de produção mais rápidas impulsionam o investimento das empresas de impressão têxtil;

- 9% dos produtores gráficos procuram impressão têxtil na hora de investir em novas tecnologias.

Atualmente, o mercado têxtil tem sido impulsionado pela personalização e pela demanda por produções rápidas. Para tanto, a digital está se tornando uma boa opção tecnológica, sobretudo para a produção de pequenos lotes e amostras.

No mercado internacional, até 2017, as impressoras de 3,2m eram as maiores no segmento. Porém, a partir de 2018, os equipamentos com 5m passaram a ser tendência, e muitas empresas começaram a fabricar máquinas com essa dimensão, principalmente porque está mais fácil encontrar tecidos, papéis transfer e matérias com 5m de largura.

De acordo com a WTiN (World Textile Information Network), a taxa de crescimento anual composta (CAGR) dessa indústria global está projetada para ser de 20% durante o período entre 2017 e 2021. Portanto, podemos dizer com segurança que a impressão digital têxtil está se consolidando e continuará a crescer nos próximos anos.

Fonte: Flaar Reports



Aslan lança filme adesivo com superfície espelhada

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/11/2016
Além de espelhada, superfície tem propriedades que a tornam resistente a riscos

Além de espelhada, superfície tem propriedades que a tornam resistente a riscos

A Aslan, fabricante alemã de mídias para sinalização, anunciou no mercado internacional a MirrorEffect AntiScratch Aslan SE 75. Trata-se de uma película adesiva de poliéster com acabamento brilhante espelhado e superfície resistente a riscos.

O filme, disponível em rolos de 25m x 1,25m, dura de três a cinco anos em aplicações externas e, por ser resistente a risco, não precisa ser laminado e pode ser limpo facilmente.

A fabricante recomenda que o filme seja sempre aplicado em suportes lisos e homogêneos, para que a superfície polida do filme reflita adequadamente as imagens.

Indicada para aplicações em estandes, lojas, mobiliário e painéis, a película pode ser instalada tanto em pequenas peças quanto em grandes áreas para que pareçam opticamente maiores e mais brilhantes.

Fonte: Aslan



Xeikon anuncia novas impressoras inkjet para rótulos e etiquetas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2017
Xeikon PX3000 possui largura de impressão de 330mm

Xeikon PX3000 possui largura de impressão de 330mm

A fabricante Xeikon expandiu a linha Xeikon Panther, composta por impressoras inkjet de rótulos e etiquetas. A série passou a contar com o modelo PX3000, disponível na largura de 330mm e nas configurações de 4 (CMYK) ou 5 cores (CMYK e branco). A série Xeikon Panther também inclui o modelo de entrada PX2000 (largura de 220mm).

Todas as máquinas da linha trabalham na velocidade de 50m/min e empregam tintas UV PantherCure. Capazes de reproduzir imagens com 600dpi, elas são indicadas para empresas que imprimem em substratos autoadesivos, como papel revestido, PP, PE, vinil, BOPP e PET.

As tintas PantherCure são patenteadas e curam por meio de uma combinação de luzes de lâmpadas de mercúrio e LED. Segundo a empresa, trata-se de uma tecnologia que oferece benefícios. Entre eles, cura mais consistente, menor consumo de energia, maior vida útil mais das fontes de cura e exposição de calor limitada ao substrato, o que permite imprimir emsubstratos sensíveis ao calor.

As tintas PantherCure oferecem resistência a luz, produtos químicos, água e arranhões, o que a torna indicada para etiquetas utilizadas nos mercados de bebidas, saúde, beleza, química industrial e produtos químicos domésticos e industriais. Além disso, oferecem acabamento tátil, com aparência 3D e brilho uniforme.

Filip Weymans, vice-presidente global de marketing da Xeikon, declarou: “Nosso objetivo é apresentar o portfólio mais abrangente de impressoras de etiquetas digitais da indústria. Além de oferecer serviços que ajudem nossos clientes a determinar qual a melhor solução para seus negócios. Nossa oferta também inclui fluxos de trabalho e acabamento, pois eles são cruciais para permitir um processo de produção totalmente integrada, no espírito da Indústria 4.0”.

O modelo de 5 cores da Xeikon PX3000 estará disponível a partir de março de 2018.

Fonte: Xeikon