MTEX lança três equipamentos de impressão direta em tecidos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/05/2017
Impressoras são indicadas para estamparia têxtil industrial

Impressoras são indicadas para estamparia têxtil industrial

A fabricante MTEX anunciou três novas máquinas para impressão direta em tecidos. Indicados para produção de grandes tiragens, os equipamentos são capazes de trabalhar na resolução de 1.440dpi e disparar gotas com 3 a 24 picolitros.

Segundo a empresa, as impressoras são modulares e podem ser configuradas para atender às necessidades de negócios. Por exemplo, novas cabeças podem ser adicionadas para aumentar a capacidade produtiva das máquinas, que são:

MTEX Dragon: com 1,9m de largura, vem com oito cabeças, para trabalhar com 4 ou 8 cores. Indicada para sinalização e decoração interna, a máquina pode imprimir na velocidade de 137m2/h, em 720dpi;

MTEX Scorpion: com 1,9m de largura, vem com sistema rolo a rolo ou cinta (para tecidos esticáveis). Com 16 ou 32 cabeças, a máquina é indicada para o mercado de moda, por empregar tintas ácidas, pigmentadas e reativas. Trabalha na velocidade de 550m2/h;

MTEX Eagle: com 3,2m de largura, vem com sistema rolo a rolo ou cinta (para tecidos esticáveis). Capaz de produzir a 543m2/h, é indicada para empresas de sinalização e decoração que empregam tinta dispersa ou pigmentada.

Eloi Ferriera, CEO da MTEX, declarou: “Investimos milhões nas instalações de P&D, de modo que agora fabricamos tudo internamente. Investimos em corte de aço, usinagem de aço, router CNC, pintura robótica, controle de produção, controle de qualidade, montagem de hardware, testes de equipamentos e muito mais. Agora, temos total controle sobre planejamento, produção, fabricação e teste, permitindo o desenvolvimento de produtos de ponta”.

Fonte: Fespa



EFI lança impressora EFI Reggiani ReNOIR Flexy

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/05/2017
Equipamento de estamparia digital têxtil tem 1,8m de largura

Equipamento de estamparia digital têxtil tem 1,8m de largura

A EFI, fabricante de impressoras digitais, apresentou na Fespa 2017, feira que ocorreu entre os dias 8 e 12 de maio, na Alemanha, o EFI Reggiani ReNOIR Flexy, novo equipamento indicado para estampar diretamente uma ampla variedade de tecidos e malhas pouco ou muito elásticas.

Com largura de 1,8m, a impressora emprega oito cabeças e pode trabalhar na velocidade de até 400m2/h ou resolução máxima de 2.400dpi.

Segundo a empresa, a máquina incorpora as mais recentes tecnologias digitais, além de ser fácil de operar e ter baixo custo de manutenção.

A ReNOIR Flexy é a primeira impressora têxtil industrial da EFI a ter as qualidades sustentáveis típicas da marca Reggiani e oferecer outras vantagens de produção ambientalmente amigáveis, como a recuperação de tinta, que reduz drasticamente o consumo do insumo.

Fonte: EFI



Arjowiggins lança papéis para impressoras a jato de tinta

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/04/2013

A Arjowiggins, fabricante de mídias, anunciou o lançamento, no mercado internacional, de novos papéis reciclados (revestidos e não revestidos) e desenvolvidos para impressoras a jato de tinta. As opções chegam para substituir outros materiais não reciclados. "Vemos nesta nova gama de produtos uma alternativa competitiva para birôs, gráficas e seus clientes", comentou Jean Charles Monange, diretor de marketing e vendas da marca.

De acordo com a Arjowiggins, os produtos destinam-se a malas diretas, aplicações transacionais, materiais de marketing e documentos corporativos.

Entre as novidades, estão dois papéis reciclados e certificados pelo FSC. São eles:

  • Cocoon Jet: tratado e pigmentado, não revestido, para impressoras de alta velocidade, aprovado pela Océ e Kodak;
  • Cocoon Jet Pro: papel não revestido, tratado e pigmentado, para impressão de alta qualidade de imagens e cores.

Segundo representantes da empresa, a Arjowiggins recolhe, retira a tinta e transforma os papéis usados em uma pasta (em sua fábrica em Greenfield, na França).  Essa polpa é usada para compor os novos papéis, que recebem o certificado FSC.

Papéis reciclados foram desenvolvidos para impressoras a jato de tinta

Papéis reciclados foram desenvolvidos para impressoras a jato de tinta

Fonte: Printweek