Marabu lança tinta ecossolvente compatível com impressoras Mimaki

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/12/2015
Tinta da Marabu é vendida em bolsa que contém 600ml

Tinta da Marabu é vendida em bolsa que contém 600ml

A filial brasileira da Marabu, fabricante de insumos gráficos, anunciou uma nova tinta ecossolvente compatível com impressoras Mimaki que empregam soluções BS3 e SS21. O insumo é vendido em bags de 600ml com chips que garantem a instalação.

De acordo com a empresa, o produto oferece durabilidade de dois anos depois de impresso e em ambientes externos, além de ser livre de níquel, metais pesados e componentes cancerígenos.

Marcio Caillaux, gerente geral da Marabu do Brasil, declarou: “O bag de 600ml garante uma secagem otimizada e uma impressão mais rápida. Ele confere cores vivas e resistência a abrasão, ranhuras e álcool. O custo benefício deste produto é muito atrativo, pois além de baixo odor, há a rápida e simples troca de tinta em substituição das originais e baixa manutenção”.

Fonte: Marabu Brasil



Nazdar passa a vender duas novas séries de tintas à base de solvente

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/06/2013

Séries 517 e 518 serão lançadas pela Nazdar

Séries 517 e 518 serão lançadas pela Nazdar

A Nazdar, fabricante de insumos para impressoras digitais, vai lançar na Fespa 2013, em Londres, duas novas séries de tintas à base de solvente. São elas:

  • Nazdar 517: além da paleta CMYK, Lc e Lm, a linha oferece as cores "Red Shade Magenta", "Red Shade Light Magenta" e "Vivid Yellow". Essas variantes permitem ao usuário reproduzir maior número de tons de vermelho. A linha é compatível com cabeças Xaar 128, Xaar 126, Xaar Proton, Spectra Galaxy, Spectra Nova, Seiko 510 e Konica Minolta de 42 picolitros.
  • Nazdar 518: tintas desenvolvidas para impressoras que disparam gotas de baixo volume e que trabalham com altas resoluções. A linha é compatível com cabeças Spectra Skywalker, Spectra Polaris e Konica Minolta de 14 picolitros.

Martin Burns, gerente da Nazdar, comenta: "Estamos sempre desenvolvendo novas tintas para aumentar a gama de materiais e prosperar no mercado digital. Estas novas linhas se encaixam perfeitamente em nossa estratégia".

Fonte: Large Format Review



WS Adesivações vence oitava edição do Cambea

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/04/2018
Envelopadores campeões são de Fortaleza e também venceram o Cambea Nordeste

Envelopadores campeões são de Fortaleza e também venceram o Cambea Nordeste

Depois de cinco dias de disputa entre os melhores envelopadores automotivos do país, a dupla da WS Adesivações (Wellington e Rafael) sagrou-se a campeã do Cambea 8, competição que ocorreu durante a ExpoPrint Latin America 2018, entre os dias 20 e 24 de março no Expo Center Norte, na cidade de São Paulo. De Fortaleza (CE), os vendedores dividiram o pódio com envelopadores da Gênesis, de Rio Grande (RS) e da Prime, de Santa Maria (RS).

Nos três primeiros dias do campeonato, 16 equipes disputaram as baterias classificatórias. Em seguida, veio a semifinal, em que, além da adesivação de partes do carro, cada dupla teve de envelopar uma guitarra. Os três melhores times (citados acima) passaram para a final, prova em que foi necessário envelopar um carro completo em, no máximo, quatro horas. Nesse mesmo dia, houve também entre os eliminados das fases anteriores uma disputa de envelopamento de guitarras.

Wellington, da dupla campeã, declarou: “A primeira oportunidade surgiu no Cambea Nordeste. Se a gente não tem um sonho e não pensar em realizar, nosso trabalho é em vão. Estamos muito felizes. É bom que as pessoas acreditem que no Ceará há muitos bons profissionais, e é preciso valorizar esses talentos. Gostamos muito do que fazemos todos os dias”.

Marcelo Souss, diretor da Alltak e idealizador do Cambea, também deu sua impressão sobre o evento: “O Cambea 8 foi um sucesso, na ExpoPrint. A feira toda foi um sucesso, com público de qualidade. Estamos felizes em expor o nosso mercado, ainda muito novo. Este ano, tivemos algo surpreendente, com uma final com o pessoal de Fortaleza, que havia ganhado o Cambea Nordeste. A Gênesis ficou em terceiro no ano passado. E o campeão 2017 ficou em terceiro. Isso mostra o alto nível dos participantes”.

Em outra modalidade, a Cambea Fast, houve um recorde batido, além de uma competição inusitada de envelopamento de guitarra. A organização também divulgou que o Cambea Lab trouxe muitas técnicas novas ao público que acompanhou as competições.

Fonte: Expoprint